quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Resenha Lynn & A Irmandade do Esmeralda de Pedro Ivo Oliveira.



Título: Lynn & A Irmandade do Esmeralda.
Autor: Pedro Ivo Oliveira. 
Editora: D'Plácido.
Número de páginas: 425.
Ano de lançamento: 2014.
Cortesia da Editora.

Sinopse:
Quando o melhor amigo de Lynn, Cigano, alega ter encontrado um mapa elaborado pelo próprio Barba Dourada, seus companheiros imaginam se tratar apenas de uma desculpa para se aventurarem na ilha onde o lendário capitão pirata supostamente escondeu seu tesouro séculos atrás. O que o grupo de adolescentes não sabe é que o lugar para o qual se dirigem é protegido por um ancestral Deus da Morte e sua misteriosa maldição, e que a sobrevivência de cada um deles dependerá do quão forte forem seus laços de amizade. Enquanto isso o mago Morgan viaja através da Europa em uma tentativa desesperada de colocar em marcha diversos eventos necessários para a improvável salvação da humanidade. Assim tem início a jornada de Lynn, um jovem espadachim que terá de lutar com todas as forças para manter um minúsculo fio de esperança em meio às trevas que se erguem ao seu redor. A história de uma batalha dolorosamente impossível de ser vencida, mas que ainda assim tem de ser travada. Por amizade, por coragem, por amor.

Opinião:

Vamos viajar para uma terra onde lutas por território, magos e mapas de tesouro existem? Esse livro contém todos esses elementos, isso que nem falei em aventura, pois essa é uma atrás da outra.

Tudo começa com o nascimento de um menino. Ele é filho de Éfero, um dos maiores guerreiros existentes, o problema é que ele tem uma profecia a cumprir o que acaba fazendo com que seja caçado por muita gente, e justamente no dia do nascimento de seu primogênito Lynn, ele e sua esposa são atacados, ela teve apenas tempo de dar um nome ao bebê e Morgan, um mago, conseguiu transferir a profecia para a criança e fugir com a mesma.

Lynn foi adotado por uma família de escolha do Mago, foi levado à uma pequena vila chamada Oakhill onde nem imaginava o que o futuro lhe reservava. Ele tinha uma vida normal, escola, amigos e vivia se metendo em encrenca por causa destes amigos, mas principalmente de Cigano, um jovem que apareceu na cidade, sem família, mas que foi aceito pela comunidade e virou seu melhor amigo. 

Certo dia, Cigano chega falando que encontrou um mapa do tesouro e que quer se aventurar em busca dele. O grande problema é como ele conseguiu esse mapa e como eles vão conseguir um barco para viajar. Aí começamos a ver o quanto eles são inteligentes e companheiros, pois eles conseguem passar o Mago Morgan pra trás, visto que vendo o mapa original a dupla já tinham conseguido fazer uma cópia fiel e conseguiram ganhar um barco jogando com um pirata.

Depois disso só bastava encontrar a tripulação para ir com eles, e assim foi, prometendo riquezas e outras coisas que eles embarcaram para uma aventura totalmente desconhecida junto com seus amigos.

O livro é dividido em duas narrações, uma história dos rapazes e outra sobre mago, pois ele também esta atrás de objetos mágicos que foram roubados. Confesso que gostei mais da primeira, pois é uma leitura mais corrida, enquanto a do mago parece ser mais pesado os acontecimentos.

É uma leitura ótima para quem gosta de aventura, pois até eles conseguirem sair de viagem acontecem várias coisas no livro, deixando o leitor com bastante curiosidade. Só contei um pouquinho da aventura principal. O que reparei enquanto lia é que os capítulos são separados apenas por uma figura (que se repete) contei por cima 4 diferentes e por números romanos, mas continuam na mesma página. As folhas da obra são amareladas e a letra em um tamanho ótimo para leitura.

Espero que vocês gostem, se divirtam e se aventurem assim como eu.


- Achei que nunca mais receberia sua visita, Morgan.
- Você é a rainha das amazonas!? De todas as pessoas que eu poderia encontrar, a senhora era uma das minhas últimas apostas...
- tenho sido, por enquanto. Mas minha hora vai chegar, então será a vez de outra. Mas não falemos sobre o futuro, vamos começar pelo passado. Desde que meu filho morreu estu esperando a sua visita.
"O ser humano é a própria definição de corrupção, porque almeja o poder pelo poder, e quando o detém intensifica os meios destrutivos dos quais se vale sem que haja qualquer tipo de ampliação qualitativa dos fins."
 - Perfeito:  Voltando ao ponto principal: nosso inimigo tem sentidos muito apurados. Todos os sentidos sem exceção. A audição é suficiente para detectar qualquer aproximação, enquanto o faro permite que ela identifique com precisão os seres vivos que estão próximos. A visão também é melhor do que a nossa, especialmente no escuro. Até o paladar é muito sensível, de forma que rejeita alimentos estragados ou envenenados. Por fim, o tato é tão apurado que consegue detectar flutuações térmicas virtualmente imperceptíveis, e até mesmo correntes suaves de ar não escapam de seu radar.
Clique na imagem para aumentá-la.

3 comentários:

  1. Pri!
    Gosto demais de leituras carregadas de aventura, onde existam profecias, mapas, magos, etc... dão sempre aquele ar de mistério e se tornam uma leitura mais que agradável.
    Adorei sua análise minuciosa e já anotei o livro entre os desejados.
    “O saber se aprende com os mestres. A sabedoria, só com o corriqueiro da vida.” (Cora Coralina)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Olá Pri!
    Eu vi esses dias, li a sinopse bem rapidinho, pensei, pensei, e não peguei!
    Ameeei a resenha, vou anotar e tentar ler o mais breve!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oi Pri! Parece um livro ótimo, principalmente para quem gosta de história de aventura e mapas do tesouro com eu! Lynn e seu amigo parecem mesmo serem garotos super inteligentes e destemidos! A capa também é super bonita. Adorei a resenha! Beijos!

    ResponderExcluir