sábado, 21 de janeiro de 2017

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada de John Tiffany, Jack Thorne e J. K. Rowling.


Título: Harry Potter e a Criança Amaldiçoada.
Autores: John Tiffany, Jack Thorne e J. K. Rowling.
Editora: Rocco.
Número de páginas: 352.
Ano de lançamento: 2016.
COM UM POUCO DE SPOILER.

Sinopse:
Sempre foi difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele é um sobrecarregado funcionário do Ministério da Magia,marido e pai de três crianças em idade escolar. Enquanto Harry lida com um passado que se recusa a ficar para trás, seu filho mais novo, Alvo, deve lutar com o peso de um legado de família que ele nunca quis. À medida que passado e presente se fundem de forma ameaçadora, ambos, pai e filho, aprendem uma incômoda verdade: às vezes as trevas vêm de lugares inesperados. Ansiosamente aguardado por milhões de fãs, o oitavo livro da saga de maior sucesso de todos os tempos chega às livrarias de todo o Brasil no dia 31 de outubro, em edições brochura e capa dura. Harry Potter e a criança amaldiçoada é a edição impressa do roteiro de ensaio da peça escrita por J.K. Rowling em parceria com Jack Thorne e John Tiffany, que está em cartaz em Londres e se passa 19 anos após os acontecimentos narrados em Harry Potter e as Relíquias da Morte. Ponto forte: A oitava história, dezenove anos depois. Franquia de maior sucesso do mercado editorial mundial. Prateleira: Para novos e antigos fãs de Harry Potter e leitores de fantasia em geral.

Opinião:

Não é segredo para ninguém que eu amo Harry Potter e cresci junto com ele. E é uma ofensa chamarem esse livro de oitavo da série Harry Potter. Não dá nem para dizer que é uma fanfic bem feita, pois é mal feita e não observa coisas básicas da série.

Mas antes que eu comece a tagarelar e dessa vez tenho muito o que dizer para desabafar vou explicar um pouco da "história" para vocês.

Tiveram a genial ideia de escrever sobre Harry adulto e seus filhos. Fãs piraram. Eu pirei. O mundo pirou... Para vir a decepção. Ok, vou me conter. O livro começa com Alvo, filho mais novo de Harry, ingressando em Hogwarts. Alvo acaba parando na Sonserina e vira melhor amigo de Escórpio Malfoy. Até aí nada de mais. Contudo, após escutar uma conversa e por se sentir o diferentão, Alvo resolve usar um vira-tempo, que foi encontrado pelo Ministério da Magia, para voltar no Torneio Tri-Bruxo e tentar salvar Cedrico Digory. Claro que lidar com vira-tempo pode causar sérios danos. Então vamos para algumas tentativas que vão causando danos no tempo e vamos vendo algumas realidades alternativas.

No inicío, temos Hermione como Ministra da Magia, Rony cuidando da loja dos gêmeos Weasley, e Harry como Diretor de Execução das Leis da Magia.

Então vamos lá. Hermione não parece a Hermione. Harry não parece o Harry. Lembra que Hermione diz ao Harry que há coisas mais importantes como amizade e coragem? Esse Harry se esqueceu da amizade no meio do caminho. Rony só aparece para fazer palhaçada e Draco é como se não tivesse evoluído nada.

Pessoalmente, sempre impliquei com a Gina dos livros e nessa "obra" foi a personagem que mais gostei, junto com Escórpio. Para ver como saíram dos personagens.

Sinceramente, têm fanfics melhores que posso indicar para vocês com muito prazer. Creio que até eu escreveria algo melhor. Poção polissuco que muda voz? É... Temos isso, o que é totalmente contrário ao que aprendemos em "A Câmara Secreta".

Sério, Harry nunca se colocaria entre a amizade de Alvo e Escórpio, nunca. Vemos um Harry medonho nesse livro, medonho.

Alvo é um personagem que da vontade de chutar a bunda e aprecio o momento que Escórpio faz isso (com palavras).

Mas vamos ao vira-tempo. Sinceramente, se fosse fácil criar vira-tempo a história não se manteria, pois Sirius mesmo podia pagar por um e voltar para salvar Lily e Tiago logo após acontecer. Um ponto importante da saga foi quando houve a destruição dos vira-tempos, senão Harry teria tentado salvar Sirius, sem dúvida. E nessa "obra" temos não somente um vira-tempo. Temos dois!

Ainda, como se não bastasse todo drama do Alvo meupaiéfodãoenãoseivivercomisso, temos o drama de acharem que Escórpio é filho de Voldemort e não do Malfoy. Mas claro que isso não se compara a Voldemort ter uma filha com Belatrix.

E no fim, nos vemos de volta a noite em que Lily e Tiago morreram, com Harry assistindo sem fazer nada, depois de ter enfrentado a filha de Voldemort.

Gente, é como se pegassem uma fanfic de quinta categoria e nos tentassem enfiar goela abaixo! Não dá para levar essa "obra" a sério. Tem que considerar como fanfic senão você fica p* da vida.

Imagino que deve ser lindo ver no teatro, como peça e não como algo oficial da série. Ainda, estou tentando entender como J. K. Rowling deixou fazerem isso.

Claro que entendo que, como fãs, vocês vão querer ler. Eu mesma quis. Mas gente, vão se preparando para a decepção, pois ela é ENORME!

PS.: A nota seria zero, mas meu namorado insistiu em dar pelo menos um já que a escrita está ok.



Amos
Dois meses se passam e recebo uma coruja, "Sr. Diggory, lamento profundamente, mas o sr. Potter foi chamado para resolver assuntos urgentes, teremos de alterar as coisas um pouquinho, o senhor está disponível para uma reunião, digamos, em dois meses?". Depois isso se repete, repete... Você está me evitando.

Gina
Alvo é diferente, e isso não é bom? E ele pode saber... ele sabe... quando você está usando a fachada de Harry Potter. Ele quer ver o verdadeiro você.

Harry
Existe um mapa. Costumava ser usado por aqueles que se comportavam mal. Agora vamos usá-lo para ficar de olho... permanentemente... em você. A professora McGonagall vigiará cada movimento seu. Sempre que vocês forem vistos juntos... ela aparecerá voando... sempre que vocês tentarem sair de Hogwarts... ela vai voar. Espero que você vá às aulas,  agora nenhuma delas será na turma de Escórpio, e, nos intervalos, você não sairá da sala comunal da Grifinória!

Escórpio
O mundo muda e nós mudamos com ele. Estou melhor neste mundo. Mas o mundo não é melhor. E eu não quero isso. 

    
Clique na imagem para aumentá-la.


4 comentários:

  1. Cath!
    Acho interessante como um mesmo livro pode causar tantas reações diferentes...
    Tenho lido ótimas avaliações sobre o livro e outras não tão boas como a sua.
    Fato é que tenho de ler para conferir por mim mesma, porque amo o undo do Harry e o que mais me intriga no livro é ver o filho dele ser o melhor amigo do maior inimigo dele. Preciso conferir isso...
    “Eu não procuro saber as respostas, procuro compreender as perguntas.” (Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Oi Cath! Essa é a primeira resenha negativa que vejo desse livro! Quando anunciaram o oitavo livro fiquei mega contente com a possibilidade de reencontrar os personagens que marcaram tanto minha infância e adolescência, mas também fiquei com um pé atrás, afinal, sempre acreditei que J.K. Rowling não havia deixado pontas soltas para que houvesse uma continuação. Porém, me pareceu interessante a possibilidade de vermos Harry e seus amigos enfrentando a vida adulta e principalmente uma trama protagonizada pelo seu filho.
    Uma coisa parece ser unânime entre os leitores: Alvo Potter, ao contrário do pai, tem uma personalidade muito irritante!
    Sei que é muito diferente de todos os livros da saga que estamos acostumadas, que a narrativa é em forma de roteiro, que Alvo é um mala, que não foi J.K.Rowling que escreveu, e me pergunto por que alguém iria querer voltar no tempo e salvar Cedrico? Pode ser que como uma peça no palco a trama funcione e talvez por isso a autora tenha concedido a publicação, para que os fãs do mundo todo que não tem a oportunidade de ver a peça possam conhecer esse história também. Eu ainda quero muito ler e tirar minhas próprias conclusões, mas depois dessa resenha, não irei investir na edição de capa dura!

    ResponderExcluir
  3. Oii Cath´s!
    Olha já tinha lido opiniões como a sua sobre a leitura da obra, mtas e mtas decepções rolando...Eu adoro Hary Potter, tenho sim uma vontade de ler todos os livros da série, já q infelizmente só vi os filmes, mas confesso pra vc q depois de tanto ler á respeito deste, eu não sei se vou ler por hora, mas qdo conseguir ler, não vou com mta sede ao pote não...
    Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  4. Ainda estou com o meu na pilha de leituras, mas minhas expectativas nem estão altas. É como você falou, ele é uma peça de teatro que foi adaptada para livro, e muito disso é culpa dos fãs que encheram o saco da internet pedindo essa "adaptação". Claro que poderia ser melhor, mas a ideia inicial sempre foi de ser "apenas uma peça de teatro".

    Ao menos a edição da Rocco é muito boa, eu comprei o capa dura e está incrível.

    Parabéns pelo post.

    https://itadakimasuanimes.wordpress.com/

    ResponderExcluir