segunda-feira, 18 de abril de 2016

Resenha Outlander - Os Tambores do Outono - Parte1 de Diana Gabaldon.


Título: Outlander - Os Tambores do Outono - Parte 1.
Série: Outlander. - Livro 4.
Resenha dos livros anteriores: Livro 1. - Livro 2. - Livro 3: Parte I. - Livro 3: Parte II.
Autora: Diana Gabaldon.
Editora: Arqueiro.
Número de páginas: 576.
Ano de lançamento: 2016.
Cortesia da editora.

Sinopse:
Neste livro emocionante, repleto de ação, intrigas e detalhes históricos, as barreiras do espaço e do tempo são postas à prova pelo amor de um casal e pela coragem de sua filha em mudar o destino para salvá-los. Será possível alterar o passado? Após tomar a difícil decisão de deixar a filha no século XX e viajar no tempo novamente para reencontrar seu grande amor, Claire Randall tem mais um desafio: criar raízes na América colonial do século XVIII ao lado de Jamie Fraser. Eles partem rumo à Carolina do Norte para encontrar um novo lar e contam com a ajuda de Jocasta Cameron, tia de Jamie e dona de uma propriedade na região. Enquanto isso, em 1969, Brianna Randall se une a Roger Wakefield, professor de história e descendente do clã dos MacKenzie, para encontrar as respostas sobre as próprias origens e sobre Jamie, o pai biológico que nunca conheceu. Em meio às buscas, ambos encontram indícios de um incêndio fatal envolvendo os pais de Brianna. Mas Roger não pode lhe contar isso, porque sabe que a namorada tentaria voltar no tempo e salvá-los. Por outro lado, Brianna também não compartilha sua descoberta, pois tem certeza de que Roger tentaria impedi-la.
Opinião:

Quando vejo Outlander entre os lançamentos da Editora Arqueiro já me animo, pois sei que vem uma leitura muito boa pela frente. E isso continua sendo verdade neste livro 4 - parte I.

Claire Randall em sua viagem para a Escócia com o marido, Frank, acaba voltando no tempo e parando na Escócia de 1751. É lá onde encontra o seu amor verdadeiro, Jamie Fraser. Ocorre que após Claire e Jamie tentarem de tudo ao alcance para evitar a revolução jacobita, não conseguem, e Claire se vê de volta ao seu tempo.

Porém, Claire não volta sozinha, ela estava grávida de Jamie, e tem a filha deles, a Brianna. Passado vinte anos, quando Frank já morreu, Claire se vê de volta a uma viagem a Escócia com Brianna e se pega descobrindo que Jamie conseguiu sobreviver.

No livro anterior, Claire consegue voltar para Jamie, mas como tudo não são flores (principalmente na história desses dois), eles terminam tendo que ir atrás do sobrinho de Jamie que é sequestrado por piratas e no fim do livro eles naufragam na América, que está sendo colonizada. 

Precisava dar essa introduzida na história para poder começar a falar sobre o quarto livro. A obra começa com Claire e Jamie indo visitar um tio dele, mas descobrem que ele morreu, então Jamie se vê encontrando sua tia. A tia tenta levar a organização da fazenda sozinha, mas vê no Jamie uma oportunidade de auxílio, visto que está cega há anos, e termina precisando de ajuda dos escravos para algumas tarefas.

Só que Jamie tem seu orgulho escocês, que não fica muito tentando em viver a sombra das ordens da tia. Ao mesmo tempo que Claire detestaria ter escravos, por motivos óbvios. Então quando Jamie recebe uma proposta de escolher um pedaço de terra para si e criar sua própria propriedade, fica tentando. Só tem um porém, a propriedade ficaria bem perto de aldeias indígenas.

A princípio Jamie fica horrorizado com isso, pois imagina os índios totalmente selvagens, mas depois que conhece alguns se acalma e resolve ter seu pedaço de terra. Então Claire, Jamie e seu sobrinho, Ian, começam a construir aos poucos uma casa simples, visto que o inferno está chegando, para futuramente, construir uma boa casa.

Anos a frente, Brianna tem que se decidir se consegue ficar com Roger mesmo lembrando da mãe toda vez que o vê ou se ignora essa paixão. Acontece que no decorrer do livro Roger descobre a data em que Claire e Jamie morrem e tenta esconder isso de Brianna. A sinopse já entrega que ele não consegue isso, mas essa parte ficou para o livro 4 - parte II.

Como podem ver aventura não falta do livro, tem guerra entre Jamie e um urso, eles tendo que lidar com uma tentativa de morte envolvendo escravo e Claire tendo que escolher entre deixar alguém viver ou morrer.

Não é segredo para ninguém que eu amo cachorros, então me irritei com Claire em algumas partes, pois Ian consegue um cachorro misturado com lobo e Claire vive implicando com o bicho, as vezes ela consegue ser simplesmente muito chata. Também me irritei quando Jhon aparece na história e ela começa a implica, pois tem ciúmes dele com Jamie (Jhon é gay e gosta do Jamie). Mas tirando essas partes eu gosto da Claire, como ela consegue ser forte para alguém tudo que viveu e vive.

O relacionamento de Claire e Jamie amadurece mais, agora eles não tem tanto tempo para ficarem fazendo coisas íntimas, então termina desenvolvendo ainda mais o relacionamento para os leitores, como confiam um no outro e arriscam as suas vidas pelo outro.

Por conhecer Jamie e saber que a maioria adoraria ter ele como pai eu fico chateada com a indecisão de Brianna de encarar seu passado escocês, bem como desejo que se desenvolva logo o romance dela com Roger (embora acredite que teremos problemas já que ele enganou ela não contando sobre a morte da Claire).

Ian continua sendo Ian, extremamente querido e divertido, embora ele cresça um pouco nesse livro.

Simplesmente, adoro Outlander e a série até agora não me decepcionou em nenhum momento (só na implicância da Claire com animais). Fica claro que vai vir muito mais coisas por aí, tendo em vista que a autora só planeja terminar a saga no nono livro.

Com certeza indico a leitura da série. A capa ficou muito bonita, mas como a imagem de Claire tem relevo no formato físico parece que ela está levitando, rsrs.

Roger dobrou a carta de novo e a guardou no bolso de dentro, perto do coração. Ela escrevia de poucos em poucos dias, de bilhetes curtos a cartas compridas, e cada uma das cartas o deixava feliz, uma sensação que se mantinha até a chegada da carta seguinte.
Temo ainda menos aqueles fantasmas que invadem meus pensamentos. Qualquer biblioteca está cheia deles. Posso pegar um livro de uma estante empoeirada e ser assombrada pelos pensamentos de um falecido há muito tempo, ainda vivo como sempre nas longas páginas repletas de palavras...
Os fantasmas passam por nós e través de nós o tempo todo, escondendo-se no futuro...
Nós entramos e saímos da esfera do mistério e, nesse meio-tempo, tentamos esquecer. Mas há uma brisa que entra em uma sala tranquila e sopra meus cabelos de vez em quando com carinho. Acho que ela é a minha mãe.

Era um mundo novo, afinal, sem medo e tomado de alegria, pois agora Jamie e eu estávamos juntos para o resto de nossas vidas. A separação e o pesar tinham ficado para trás. Nem mesmo pensar em Brianna me causava remorso. Sentia muita saudade dela e pensava nela toda hora, mas sabia que Brianna estava em segurança em sua própria época, o que tornava sua ausência mais fácil de suportar.

- Entregue-as. - O homem me cutucou no ombro e então virou a palma grande da mão para cima, à esperança das alianças. Estiquei a mão na direção dele, relutante, com as alianças lá dentro - e então, com um impulso, levei a mão à boca. 

- Medo? - perguntou ele. - Do quê, Sassenach? - Ele me abraçou com mais força. - Eu disse, quando nos casamos, que sempre cuidaria de você, não? - Jamie me puxou para mais perto, apoiando minha cabeça na curva de seu ombro. - Eu dei três coisas a você aquele dia - disse ele baixinho. - Meu nome, minha família e a proteção do meu corpo. Você sempre terá essas coisas, Sassenach, enquanto nós dois vivermos. Não importa onde estejamos. Não permitirei que você passe fome nem frio. Nunca, em tempo algum, permitirei que algo machuque você.
 
Clique na imagem para aumentá-la.

12 comentários:

  1. Essa série parece ser Sexy e misteriosa, trata-se de um enredo bom, que quero conferir, a série tem vários livros, mas não sabia da implicância da personagem com animais, acho que isso me deixaria um pouco decepcionada, pois os defendo e muito e não consigo continuar uma leitura em que os personagens são pessoas que não considero ''legais'' , mas vale a tentativa, quero e muito tirar minhas próprias conclusões

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, serão nove livros. Ela gosta de animais, mas também é implicante pelo cachorro ter mistura de lobo.

      Excluir
  2. Oie!
    Já havia lido comentários sobre a série, estou bem ansiosa pra começar, estou adorando td q venho acompanhando sobre ... bjs!

    ResponderExcluir
  3. Queria ler porém além da série ter 4 livros até agora, todos são grandes o que me faz ter uma leve preguiça. Gostei da resenha e como mostr o livro parecer, apenas não entendi a relaçao de Claire e Jaime e Roger e Brianna, muito menos o por quê de ter precisado esconder a data da morte do mesmo.
    Parece ter um ótimo enredo, só não gostei da implicância dela com animais, pois amo e não me sentiria bem com uma pergsonagem que não gosta tanto do mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claire e Jamie = casal. Eles tiveram uma filha = Brianna. Brianna gosta de Roger que gosta dela.
      O problema de Roger descobrir a data da morte de Claire e Jamie é que Brianna pode querer voltar ao passado para mudar essa data, logo, salvar seus pais.

      Excluir
  4. CaTh!
    Quando acho que a série já não tem mais nada para abordar, chega mais uma novidade e ainda com continuação.
    Adoro a série e suas viagens no tempo.
    Participo e mais tarde sairá divulgação no blog.
    “Preferi sempre a loucura das paixões à sabedoria da indiferença.” (Anatole France)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também pensava isso, "é tão longa, será que consegue manter o padrão?", mas consegue. Sempre tem algo novo. A autora não nos deixa entediada não.

      Excluir
  5. Não tenho coragem para ler essa série, comecei mas me perdi no meio do caminho. Os livros contém muitas pàginas. Disseram certa vez que iriam lançar o filme, então estou esperando para assisti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela tem um seriado de televisão baseado, que está na sua segunda temporada e é bem fiel até. Adoro o seriado e indico. Mas se você tem tempo para uma série de várias páginas te indico ler os livros, são ótimos.

      Excluir
  6. Nossa, sua resenha ficou muito boa! Eu, que nem conhecia direito a série, só de nome, fiquei encantada com a história e morrendo de vontade de ler!! Eu amo viagens no tempo, então já é um ponto super positivo sobre essa série...

    ResponderExcluir