sexta-feira, 18 de março de 2016

Blogagem Coletiva: Profundo & Intenso.


Oi.

A Editora Arqueiro lançou nesse mês de março dois livros: Profundo e Intenso, da autora Robin York. Eles trazem um tema bem importante a tona: vingança pornô. Tendo em vista a relevância do assunto a Editora convidou blogueiros para fazerem postagens a respeito nessa sexta-feira, então vamos conversar sobre isso.

A vingança pornô veio a tona no Brasil principalmente de uns anos para cá, basicamente é quando vazam fotos intimas na internet. O que eu tenho acompanhado por meio de notícias são muitos casos de términos de relacionamentos em que uma das partes como vingança divulga vídeos ou fotos pessoais.

Lei:

O deputado federal Romário apresentou um projeto de lei sobre o assunto que visa a inclusão da vingança pornô como crime no Código Penal Brasileiro, na parte de crimes contra a dignidade sexual (Título VI). Mas por enquanto se tem enquadrado como crime de difamação, cuja pena é detenção, de três meses a um ano, e multa, bem como, quando possível na Lei Maria da Penha.

Caso que foi "famoso" no Brasil foi o da atriz Carolina Dieckmann. Lembram que vazou fotos dela nua na internet? Posteriormente, foi sancionada a Lei n. 12.737/2012 que incluiu o crime de invasão de dispositivo informativo no Código Penal Brasileiro, e ficou conhecida como a Lei Carolina Dieckmann.

Opinião:

A maioria das vítimas se sente culpada por ter permitido que fosse tirado foto ou gravado alguma cena intima, e infelizmente as pessoas ainda julgam muito as outras e acabam piorando esse sentimento, mas vamos deixar bem claro: a culpa não é sua!

Meios de comunicações estão aí para serem usados, são uma forma de contato entre as pessoas, se seu namorado(a) for viajar para outro país obviamente vocês podem vir a trocarem fotos ou vídeos íntimos e isso não quer dizer que dê ao direito de um dos dois veiculá-las na internet.

Possivelmente, se você tem um relacionamento com uma pessoa é porque confia nela, então não verá problema em utilizar meios diversos para manter a relação picante. Pessoalmente, eu acho super válido isso, pois são maneiras de vocês se divertirem a dois.

Acontece que as vezes quando se termina um relacionamento você vê que a pessoa não era exatamente aquilo que imaginou ou que passava quando estava com você e se ela toma uma atitude dessas a conclusão é que você foi enganada. Foi enganada por não te mostrar que existia esse risco e foi enganada por utilizarem algo que fez no âmbito da relação contra você.

Mas a culpa nunca será da vítima, todos temos liberdade para enviar o que desejarmos aos outros e isso não da autorização das pessoas ficarem espalhando por aí, principalmente quando a pessoa é parte de uma relação com você.

Existem tantos casos de meninas ainda no colégio que tem foto divulgada cuja vida vira um inferno na Terra, pois além de lidar com a vergonha de ter sido traída pela pessoa em quem confiou tem que lidar com o julgamento dos outros (a maioria faz a mesma coisa em seus relacionamentos, mas na hora de julgar o outro é fácil).

O mais importante se você conhece alguém que passa por isso é demonstrar seu apoio, para você talvez isso seja pouco, mas para a pessoa pode ser a base que ela deseja para se manter de pé e superar essa fase.

Dica de livros:

Caroline Piasecki vê sua vida se transformar em um pesadelo quando o ex-namorado espalha fotos dela nua na internet. De uma hora para outra, sua reputação é arruinada e o futuro promissor que a aguardaria após a faculdade já não parece tão garantido. Desesperada, ela tenta fazer com que as imagens sumam da rede e, ao mesmo tempo, procura se defender da multidão de pessoas que a julgam. Um dia, quando um cara que ela mal conhece sai em sua defesa e dá uma surra em seu ex-namorado, tudo muda. À primeira vista, West Leavitt é a última pessoa de quem Caroline deveria se aproximar – ele tem um ar sombrio e ganha a vida de forma ilícita. Ela, por sua vez, é o tipo de garota que West sempre tentou evitar. Rica e privilegiada, jamais entenderia as dificuldades pelas quais ele já passou. Mesmo com todas as diferenças, os dois se tornam amigos. Com Caroline, West sente que fará de tudo para ser um homem melhor, e ela encontra nele a força para reagir. Quando parece impossível resistir à paixão avassaladora, West e Caroline descobrem que às vezes a única opção que resta é ir mais fundo.


A vida de West Leavitt foi do céu ao inferno em poucos meses. Ele achava que era possível ter um futuro melhor, mas acabou retornando para os dramas diários de sua família. Agora, em meio a uma tragédia, o rapaz não sabe o que fazer para ajudar Frankie, sua irmã caçula. Quando ele está prestes a desmoronar, só uma pessoa lhe vem à mente: a jovem segura e determinada que ele um dia pensou merecer. Longe dali, Caroline Piasecki sonha mais uma vez com West: a pele contra o seu corpo, o cheiro dele, a mão deslizando pela sua barriga... Mas sonhos são apenas sonhos. Ela sabe que o ex foi embora e não vai voltar. Por mais doloroso que seja, Caroline precisa se esquecer do tempo que passaram juntos. Até que seu celular toca e um West transtornado está do outro lado da linha. Sem pensar duas vezes, Caroline vai ao seu encontro. Só que muita coisa mudou desde que eles terminaram. West tenta afastar Caroline de sua vida de todas as maneiras. Ao mesmo tempo, o desejo que sentem um pelo outro parece ter ficado até mais forte no período em que estiveram separados. West ainda sente algo por ela, mas não se considera uma boa companhia para ninguém. Caroline quer estar nos braços de West, mas sabe que deve partir para que ele não sofra. Nesse embate de emoções, eles precisarão encontrar os próprios caminhos e descobrir: por mais intenso que seja o laço que os une, ainda é possível um recomeço?

Recado da autora Robin York sobre o assunto:

Clique na imagem para aumentá-la.

7 comentários:

  1. Pra quem gosta de 50 tons, ''todo sua, e outros livros desse gênero, deve ser interessante.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Acho o tema muito relevante e adorei a proposta da editora. Como você bem falou, a vítima jamais deve se sentir culpada. É uma situação complicada, que muitas vezes acaba em tragédia.
    Beijos!
    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oii! Eu tô adorando td q venho lendo sobre os livros! Não vejo a hora de ler! Gostei mto das sinopses e das capas... Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Cath!
    Não gosto muito de livros com vingança, seja ela de que tipo for, entretanto, após ler a nota da autora, fiquei interessada em poder saber como tudo acontece.
    “Saber de cor não é saber: é conservar aquilo que se deu a guardar à memória.” (Michel de Montaigne)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de março com 4 livros 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. Já tinha visto a capa do livro, porém não tinha me interessado tanto, achei que era apenas um livro no qual o homem vivia fazendo sexo com sua parceira(me julgue, mas eu não tive culpa haha. Gostei muitoo de saber que não se trata sobre isso, que se trata sobre um assunto mais particular no qual várias garotas já passaram/passam por isso, isso pode ajudá-las na passagem desse momento difícil, e também isso serve para informar a nós garotas, não mandarmos fotos intímas, mesmo com anos de relação.
    Achei interessante a ideia do site, apensar não gostei dele ser somente inglês, sou péssima em inglês(tentei traduzir, porém traduziu somente o site e não os comentários).
    Mas enfim, amei o tema do livro, são poucos no qual escolhem esse tema.

    ResponderExcluir
  6. A internet realmente tem esse lado extremamente negativo. Esse projeto da editora é super bacana, nos proporciona ainda mais informações sobre um tema tão delicado e polêmico, que eu não imaginava estar presentes desses livros. Abraços!
    bookdan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Quando vi o livro não pensei que falasse de um tema tão serie e importante o que me deixou curiosa, acho bem legal a literatura aborda esses tema tão importantes e espero que a lei seja aprovada !!

    ResponderExcluir