quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Resenha Confissões On-line 2 de Iris Figueiredo.


Título: Confissões On-line 2.
Duologia: Confissões On-line.
Autora: Iris Figueiredo.
Editora: Generale.
Número de páginas: 216.
Ano de lançamento: 2015.
Cortesia da editora.

Sinopse:
Mariana Prudente realizou seu maior sonho: fazer intercâmbio. Depois de dois meses de muito aprendizado e diversão no Canadá, ela voltou para casa, mas, dessa vez, é Arthur quem parece distante. Para completar, além de não ter a menor ideia do que fazer com o próprio futuro, Nina, sua melhor amiga, está de malas prontas para fazer faculdade em outro estado. Mari, então, mais uma vez faz de seus vídeos o lugar ideal para extravasar e falar sobre seus anseios e a sua rotina diária. O canal Marinando ganha cada vez mais acessos e vira um fenômeno na internet. Com a sua vida virtual dominando a real, Mariana ainda precisará acertar as contas com o passado e enfrentar quem não está feliz com o sucesso dela. Mas, com a ajuda de uma nova amiga, Mari conseguirá enfrentar os momentos bons e ruins dos próximos meses e finalmente descobrir quem ela realmente é.
Opinião:

Em Confissões On-line fomos apresentados a Mariana Prudente e acompanhamos a história dela. Irei fazer um resumão do primeiro livro para depois entrar na resenha do segundo, ok?! Mariana estava sem amigos com exceção de Nina (que sofre com anorexia), já que sua outra melhor amiga, Heloísa, havia roubado o namorado dela e espalhado um boato na escola de Mari ter ficado com o melhor amigo do ex-namorado enquanto estes namoravam, só que na verdade o menino que a havia assediado. Então Mari foi buscar consolo na internet e acabou que seu canal no youtube fez muito sucesso por isso ela ganhou sua viagem de intercambio pela agência, pois seus pais não podiam pagar já que estavam ajudando financeiramente sua irmã mais velha, Melissa, no casamento. Último detalhe, no decorrer do livro Mari conheceu Arthur e terminou a obra com eles namorando.

Feito esse resumão eu vou entrar na história do segundo livro, Confissões On-line 2, que continua narrando as aventuras de Mari depois que ela volta do intercâmbio. Na viagem ela fez outra amiga brasileira, a Pilar, que mora em Belo Horizonte, distante do Rio de Janeiro onde Mari reside.

Quando Mari volta tudo está mudando, Nina está indo para São Paulo já que passou uma faculdade de lá, Pilar está em Minas Gerais e Arthur não foi até o aeroporto vê-la. Enquanto isso Mari se sente parada no tempo, já que não passou no vestibular e tem que voltar para o cursinho.

Por outro lado o canal dela está com tudo, graças ao Marinando ela consegue a publicação de uma matéria sobre o intercâmbio na SuperTeens e um convite para uma festa exclusiva deles.

Tudo segue tranquilo no mundo on-line até que uma vlogueira começa a implicar com a Mari nas redes sociais... acontece que Mari conhece essa pessoa, então tudo vira de pernas para o ar.

Eu adorei tanto o primeiro livro quanto o segundo, mas acho que gostei ainda mais desse, pois certos assuntos que Mari tentou enterrar no primeiro volta a tona e a garota tem que enfrentar dessa vez.

Ao mesmo tempo que a Iris traz um romance adolescente sobre o cotidiano normal ela consegue juntar temas importantes como anorexia, abuso, amizade a distância e o refúgio na internet.

Mari é uma garota tão normal que você vai se enxergar em pelo menos algum traço dela e a amizade com Nina e Pilar nos lembra daqueles tempos de colégio onde nos reuníamos e fofocávamos.

Acho que a obra mostra que não é só por tratar do tema de adolescentes que não vai trazer um momento de reflexão e diálogo interior.

A capa é muito bonitinha que nem a primeira. Deixo a indicação desse livro, pois embora trate de adolescentes pode ser lido por todas as idades (eu mesma não sou adolescente e adorei).


Todo mundo tinha seus dramas e medos. Se eles não estão nos relacionamentos, pode ter certeza que estão na família, em amizades ou qualquer outro campo. Cada um concentrava seus problemas em uma área, ou em várias. No final do dia, todo mundo precisava lidar com suas inseguranças, mesmo que elas não fossem as mesmas.
Não sei direito o motivo, mas fiquei orgulhosa do meu namorado. O caminho para ele seria cheio de dificuldades e riscos, e não era assim para todos? Uma vida sem desafios não vale realmente a pena.
Nada estava bem, percebi. Tanto na minha vida quanto na das pessoas que eu gostava. Nem a internet, que costumava ser meu refúgio, estava livre de conflitos; Quando tudo finalmente se ajeitaria? Mas nenhum daqueles problemas parecia tão grande quanto a aflição que eu sentia sempre que pensava na situação da Nina. A conversa que havia lido ainda me atormentava, o resultado disso estava visível nas minhas unhas roídas.
- Eu sei. Ela também sabe, Mariana, pode apostar. E ela sabe também que se você for fazer alguma coisa com o Arthur, isso vai acontecer de qualquer jeito. Acho que por isso nunca impediu que viajasse com o Mateus - explicou. Quando Melissa tinha se transformado de noiva histérica à dona da razão? - Mas aposto que ela quer ter algum controle sobre você e essa foi a forma que ela encontrou. Só que ela viu que às vezes existem coisas que não pode controlar.
Clique na imagem para aumentá-la.

15 comentários:

  1. Cath!
    Importante abordar os temas que afetam os adolescentes, principalmente anorexia.
    Deve ser bem interessante todo drama vivido pela Mari.
    “Não basta adquirir sabedoria; é preciso, além disso, saber utilizá-la.” (Cícero)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Top Comentarista fevereiro, 4 livros e 3 ganhadores, participe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adorei o livro, Rudy. É bom quando falam com os adolescentes na própria linguagem.

      Excluir
  2. Caraca! Que legal!! Excelente livor este viu! Quero ler tbm! Mto interessante a história em si. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro, mas gostei muito e tentarei ler o primeiro. Parece meio infântil, mas gostei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é infantil, se encaixa em adolescente, mas não acho que seja infantil, Ana.

      Excluir
  4. A capa está uma graça mesmo, e o melhor de tudo é falar sobre um tema tõ importante.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Envolve vários temas e eu gostei da capa do primeiro também, segue a mesma linha.

      Excluir
  5. Muito bom o livro passar várias mensagens importantes acompanhadas de uma narração bem leve e gostosa de ler. Amei a resenha e não conhecia esta obras, mas me interessei, parece ser para todas as idades mesmo. Abraços :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dan. Sim, embora envolva adolescentes os livros são para todas as idades.

      Excluir
  6. Sempre bom quando fazem o primeiro livro bom mas o seguinte ainda melhor. Não conhecia esse e nem o primeiro, é a primeira resenha que leio dele e pelo que li acho que irei gostar.

    ResponderExcluir
  7. Pela capa eu nao dou nada para essa historia não, mas lendo a resenha fiquei curiosa, parece sem bem levinho de se ler.

    ResponderExcluir
  8. Mas que capa maravilhosa, fiquei curiosa para ler,pois me chamou bastante a atenção.

    http://themoon-more.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Ainda não conhecia essa serie mas pela historia do primeiro o segundo pareceu interessante, gostei dos temas que a autora aborda e fiquei curiosa !!

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito da resenha.
    E do seu resumão.
    Kkkkk, com certeza vou dar uma conferida nessa obra. Achei o assunto bem.interessante.

    ResponderExcluir