quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Resenha Magimakia - A Busca por Merlin de Rafael Lovato.


Título: Magimakia - A Busca por Merlin.
Autor: Rafael Lovato.
Editora: Chiado Editora.
Número de Páginas: 250.
Ano de Lançamento: 2015.
Cortesia do autor.

Sinopse:
“A busca por Merlin” é o primeiro livro da série de fantasia juvenil “Magimakía”, palavra goblin que significa “A grande batalha dos magos e bruxas”. Nele, você acompanhará a jornada narrada por Oliver, garoto franzino de 15 anos que há pouco tempo atrás não sabia coisa alguma sobre magia, sofria bullying na escola e a menina pela qual era apaixonado, sequer sabia de sua existência. Porém, tudo muda quando um goblin nanico, acompanhado de seu troll de companhia com costas bombadas, sequestra Oliver. Sua única esperança de salvar o mundo e sua própria pele, além de poder voltar para casa, é descobrir o paradeiro do poderoso mago Merlin, desaparecido há mais de quinhentos anos! Oliver precisará de toda ajuda possível. Sua esperança são as bruxinhas Avery e Violet que, diferente dele, sabem muito bem o que fazem quando o assunto é caldeirão, poções e bruxaria. Teleporte-se a bordo desta fantástica aventura! Assim, você descobrirá o que de incrível e ao mesmo tempo trágico acontecerá ao jovem Oliver, e que afetará todos os magos e bruxas do universo!

Opinião:


Um livro fantástico envolvendo magia e o maior mago de todos os tempos, Merlin, quem não gostaria de ler não é mesmo? E é sobre isso que se trata o livro Magimakia - A Busca por Merlin. Depois de ser intimado por um Goblin e seu enorme Troll de companhia, nosso querido autor não teve outra opção a não ser traduzir os escritos sobre a grande Magimakia.

Neste livro somos apresentado ao mundo mágico que envolve anjos, demônios, bruxas, magos, goblins, elfos, etc. Tendo também diversas dimensões onde essas criaturas vivem. Merlin esta desaparecido há uns 500 anos e desde então magos e bruxas tem sumido e perdido sua força, a ordem dos magos não é mais a mesma e precisa ser restaurada. E a única esperança dos magos é Oliver Adams Drake que não faz ideia de que é um mago, pois acredita que seu pai morreu em um acidente de carro e todas as memórias sobre o mundo mágico que sua mãe possui foram apagadas.

Oliver é um garoto normal e franzino de 15 anos, com preocupações como sua prova de matemática, não apanhar de William Jones e de não parecer um pateta na frente das garotas, principalmente se essa garota for a Kim. Sua vida muda completamente quando é sequestrado por um goblin e seu trol de companhia, e a partir daí ele acaba entrando nesse mundo fantástico de cabeça e sem volta. Com a ajuda do mago Benjamin Davies, suas sobrinhas Violet e Avery Davies, e do maior goblin ja visto Ruarc.

Benjamin era melhor amigo do pai de Oliver, James Drake, e tem como dever proteger e ajudar Oliver a libertar Merlin de seu mausoléu, ele ama muito suas sobrinhas e ao meu ver é como um pai para elas. Violet Davies é a mais velha das irmãs, tem mais ou menos 17 anos, é muito inteligente, poderosa e tem facilidade em fazer poções, gosta de provocar Oliver e fazer brincadeiras. Avery Davies é a mais nova das irmãs e é possuidora de grande beleza, também é uma excelente bruxa. Ruarc é um goblin bem corajoso e possui uma dívida com o pai de Oliver, por isso ele faz de tudo para ajudar Oliver, é muito engraçado e adora implicar com Oliver o chamando de "Miolo-mole" e lendo sua mente.

O livro tem uma dinâmica e estrutura muito interessante, os capítulos são chamados de traduções, e as narrações alternam entre si, inicialmente temos traduções goblin e narrativa de Benjamin Davies contando a história de seu amigo James Drake, após isso a narração somente alterna entre narrações dos goblins e de Oliver Drake. Algo que não entendi bem, é que as narrativas que deveriam ter sido escritas por Oliver Drake não estavam em primeira pessoa e sim em terceira, mas isso não é algo muito importante a se contestar. Não gostei muito da narração do goblins, achei eles muito chatos e cheios de si, se enaltecem como heróis, mas o único goblin herói que eu vi ali foi Ruarc, pois os outros goblins só se preocupam em lucrar e em fofocar. Apesar de tudo, os capítulos dos goblins sempre trazem informações muito importantes que não podem ser vistas nos capítulos de narração de Oliver.

A história é muito envolvente e te prende bastante. A trama é bem estruturada e tudo acaba se encaixando e fazendo sentido. Sou suspeita para falar, pois amo um bom livro fantástico com muita magia como este, mas me arrisco a dizer que este livro possuí os mesmos ingredientes de livros como Harry Potter e Percy Jackson, com um tempero especial de Rafael Lovato. E o fim do livro é apenas surpreendente e tive que parar por uns 3 minutos para absorver aquela informação, e já estou doida pelo próximo livro para ler "tin-tin por tin-tin" para descobrir o que realmente aconteceu para termos aquele desfecho.

Sobre a edição do livro... Bem, a capa é legal, tem uma espécie de logo que adorei e a arte é bem assustadora. Não encontrei erros gramaticais ou de português, porém usa-se muitas expressões como "porquear", "porqueio" e "paia", que parecem ser expressões regionais, e acho que um livro tem que ter uma linguagem mais "universal", pois nem todo mundo vai conhecer expressões usadas em outras regiões do país. Inicialmente houveram alguns problemas quanto a edição com folhas se soltando, e eu havia achado muito estranho pois estou acostumada com livros da Chiado Editora, e sei que eles são de altíssima qualidade. Sabendo do problema, a Chiado me enviou outro exemplar e pude concluir que o problema era apenas naquele exemplar em especial. Os livros da Chiado continuam tendo todas as qualidade que nós leitores amamos e tendo uma qualidade que eu amo, que é o livro ser leve para poder carrega-lo para todos os lugares.

Termino esta resenha recomendando a leitura deste livro a todos, e esperando ansiosamente pelas próximas "traduções" sobre a grande Magimakia!

- Compreendemo-nos porque os mundos mágicos são enfeitiçados, justo para que entidades mágicas possam entender umas às outras - respondeu o nanico. Entidades mágicas? Que entidades mágicas? Esse nanico pirou. Que viagem esse sonho. Preciso acordar. - Aqui está bom para abrir um portal - o nanico comandou e se aproximou de Oliver, pelas costas do William Jones quadrado.
Cara, isso não vai terminar bem. Precisamos fazer algo... E Oliver chegou a se mover para tanto, mas Violet agarrou seu braço igualzinho como fez dentro do armário algumas noites atrás. 
 Precisou de fato se esforçar para conseguir abrir um pouco os olhos, e sem demora soube que não era sua mãe ou mesmo Jacob quem o choalhava. Pois, a primeira coisa que enxergou foi um par de olhos verdes esbugalhados! Ah não!

8 comentários:

  1. oiii....
    bem apesar de parecer uma historia juveniu vc disse que e uma estoria envolvente...gosto meito do mago Merlin...mas nao sei praticamente nada sobre ele .....eu acho que oliver tem algum parentescom com merlin....so acho...kkk...otima resenha....obg pela dica....bjsssss...

    ResponderExcluir
  2. O enredo parece ótimo mesmo, ainda mais porquê não o conhecia ainda.
    Uma grande pena este lance das folhas.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  3. Oi Pamella! Também sou fascinada por histórias cheias de fantasias, então já posso dizer que quero este livro para lê-lo. E o que aumentou mais minha empolgação para ler foi em saber o quanto você gostou, o quanto te prendeu e como te deixou animada para o próximo livro.
    Adorei a resenha.
    Bjinhos!!

    ResponderExcluir
  4. Adorei o livro e concordo com você sobre a capa!! ficou bem assustadora mesmo, e como não li ainda, não posso falar além do fator gosto.mas eu fico impressionada com essa galera que tem essas ideias mirabolantes e transformam todas elas em livros de fantasia. Só uma mente muito criativa é capaz de criar enredos cheios de criaturas mitológicas e fantásticas. Parabéns msm ao escritor !!!

    ResponderExcluir
  5. Pamella!
    Adoro livros de fantasia com anjos, demônios, bruxas, magos, goblins, elfos, etc.
    Tudo que mais gosto em um livro de fantasia/ficção.
    É o tipo de livro feitinho para mim, adorei!
    “Temos o destino que merecemos. O nosso destino está de acordo com os nossos méritos.” (Albert Einstein)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  6. Se eu falar que nunca ouvi falar nesse livro... Mas a trama me pareceu ser bem envolvente, o autor tem me parece ter uma mente fantástica para ter criado essa historia. Espero poder ler logo esse livro.

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Achei esse livro diferente e bem legal a historia e envolvente e o autor cria um mundo fantástico e misterioso os personagens pareceram legais e muito interessantes, se tiver oportunidade irei ler esse livro !!

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Nem conhecia, mas já fiquei louca para ler! Esse livro parece ser ótimo, não dispenso uma boa aventura e se tiver magia no meio deixa a leitura ainda melhor, com certeza a dica vai para a lista de livros desejados!
    Li meu primeiro livro da chiado faz pouco tempo e me surpreendi com a leveza, é ótimo para carregar mesmo.
    Beijos

    ResponderExcluir