sábado, 24 de outubro de 2015

Resenha Verena agora mora longe de Ana Lia Moraes Novaes.


Título: Verena agora mora longe.
Autora: Ana Lia Moraes Novaes.
Editora: Alfaiatar.
Número de Páginas: 152.
Ano de Lançamento: 2012.
Cortesia da Editora.

Sinopse:

"Este livro é sobre meu tempo com Verena na Suíça. Nossas conversas, lembranças e indagações; nossos risos e choros. Sem drama, encaramos o fato de ela estar com um câncer irreversível, o que nos levou à escolha de viver o momento presente. E, passo a passo, descobrimos o verdadeiro presente que isto nos trouxe e a vivência consciente que nos foi proporcionada, ao longo de um mês nos Alpes. Encontramos força e alegria em um momento que poderia ser apenas frágil e triste. E nos agradecemos tanto! Eu agradeço até hoje, decerto até sempre." (Ana Lia Moraes Novaes).
Opinião:

Em Verena agora mora longe, Ana Lia nos conta como foi passar um mês na Suíça com sua melhor amiga Verena que sofria de um câncer terminal e também falou sobre os últimos dias que passou com ela em sua fazenda. Com bom humor, pensamento positivo, bem espiritualizadas, risos, lágrimas e com uma pitada de realidade as duas amigas enfrentaram juntas os medos, dúvidas e obstáculos que estavam por vir.

Apesar da doença, Verena ainda conseguiu passear bastante com Ana Lia pela Suíça e mostrar pra a amiga todas as maravilhas dos Alpes. As duas se apegavam a filosofia de várias religiões como a hindu, budista... até mesmo a católica para viverem a vida de forma plena e serena.

O livro traz uma lição sobre amizade, resignação e a aceitação da morte. Apesar dos medos e da preocupação com a família e amigos, Verena encontrou paz de espirito através da meditação, conversas com Ana Lia e da leitura feita pelas duas. Apesar de focado na história das duas amigas, Ana Lia também relembra de velhas amizades que já se foram e de seu já falecido filho.

Na obra também é citado que Ana Lia já entrevistou Dalai Lama e eu gostaria de saber um pouco mais de como foi essa experiência e de mais coisas sábias que ele disse na entrevista, mas esse não era o foco da história.

Além da história das amigas, em determinados trechos temos Sonetos e Haicais escritos pela própria Ana Lia que tem a ver com a história e que a complementa. Em determinadas partes do livro tem fotos do tempo que Ana Lia passou na Suíça, da fazenda de Verena e das mandalas feitas por Ana Lia. No meio livro existe um encarte com várias fotos coloridas das aventuras de Ana Lia e Verena, e eu simplesmente amei isso, já que é uma história real e acho interessante nos mostrar os lugares pelos quais passaram.

Achei a capa do livro muito bonita, tanto na capa quanto na contracapa, a edição do livro também esta ótima e bem organizada. Não encontrei nenhum erro de português na obra.


Após o concerto, emocionadas a ponto de chorar, percorremos Berna como duas crianças, descobrindo coisas e coisas e apontando-as uma para a outra. E nos foi acontecendo uma coisa estranha: parecia não existir morte, nem doença. Quando nos demos conta disso, o que demorou, ficamos espantadas e divertidas com o próprio susto. Descobrimos mais uma vez que cada momento pode ser eterno... E muitos daqueles que vivemos o foram.
Realmente, tudo o que nos rodeava era mágico. Como se uma varinha de condão estivesse em nossas mãos para fazermos do momento o que quiséssemos, para conseguirmos o que nosso ser desejava. Passou mais de uma vez pela minha cabeça que a vida nos oferecia aquilo tudo como despedida de uma etapa. Que fosse! Que despedida linda!
Quando o Dalai-Lama fala com você, em uma entrevista quase particular, em uma pequena sala com quinze pessoas, cada um com sua pergunta, a resposta cala fundo. Eu derramava lágrimas tranquilas enquanto ele falava. Tenho as palavras dele presentes no meu dia a dia.

2 comentários:

  1. Pamella!
    Gosto demais dos livros que nos trazem evolução espiritual, mesmo que seja através de doença tão grave como o câncer.
    Adoro fazer meditação e usufruir de todo bom equilibrio que ela nos traz.
    Conhecimento de outras religiões ou seitas são sempre bem importante e acompanhadas de poemas, são maravilhosos!
    Gostaria de ler...
    “Vós, que sofreis, porque amais, amai ainda mais. Morrer de amor é viver dele.”(Victor Hugo)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  2. Olá!!
    Fiquei super interessada ao saber que é uma historia real, quero muito ler a historia dessas amigas, parece mesmo fascinante deparar com essas fotos ao longo do livro!!
    Bjocas

    ResponderExcluir