segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Resenha Pulsação de Gail McHugh.


Título: Pulsação.
Série: Tensão. - Livro 02.
Resenha: Livro 01.
Autora: Gail McHugh.
Editora: Arqueiro.
Número de páginas: 352.
Ano de lançamento: 2015.
Cortesia da editora.

Sinopse:
Emily Cooper sempre pensou que iria se casar e viver ao lado de Dillon Parker. Porém, após conhecer Gavin Blake, toda essa certeza foi por água abaixo. Arrebatada pelo sexy empresário, ela se entregou a uma paixão avassaladora, mas que logo foi abalada por uma dolorosa revelação. Mesmo com o fim do tórrido relacionamento, Emily percebe que está disposta a arriscar tudo para ficar com o homem que domina seus pensamentos e sonhos desde o dia em que se conheceram. Agora ela só pode se apegar à esperança de que Gavin ainda a deseje, apesar de todos os seus erros e defeitos. Com o coração partido, Gavin se isola da sociedade e se fecha em um mundo autodestrutivo. Emily não está acostumada a ser forte, mas terá que encontrar dentro de si a coragem e a confiança necessárias para lutar por seu amor e trazer Gavin de volta. Neste desfecho da série, os leitores ficarão ainda mais apaixonados por Emily e Gavin, envolvidos em uma jornada de perder o fôlego e acelerar a pulsação.
Opinião:

Tensão, primeiro livro da série, começou a contar a história de Emily e Gavin, portanto faz necessário um resumo para vocês entenderem a história do segundo.

Emily namorava Dylon e era totalmente passiva, se auto enganando que ele prestava sendo que ele era totalmente escroto e sempre a puxando para baixo. Um dia fazendo uma entrega do restaurante onde trabalha conhece Gavin e a atração entre eles é imediata, porém depois descobre que Gavin e Dylon são amigos.

O primeiro livro se passa com Emily tentando lutar contra os sentimentos entre ela e Gavin e aceitando tudo que Dylon fala enquanto Gavin luta por um relacionamento entre ele e Emily.

Minha opinião sobre o primeiro livro foi positiva, porém este segundo me desapontou totalmente. Enquanto no primeiro Emily irritou bastante leitores por suportar um monte de coisa e eu tinha entendido a motivação da autora em retratar o que certas mulheres aceitam na vida real, e havia gostado de cara de Gavin, nestes as coisas mudaram.

O segundo livro começa da onde o outro parou, com Emily terminando com Dylon e indo atrás de Gavin e indo pro México. E o começo é interessante, com as atitudes horríveis tomadas pelo Dylon, mas logo entramos em sexo e sexo e mais sexo. Parece que o relacionamento de Gavin e Emily é virado nisso, eles não podem se olhar que Gavin fica duro e isso tornou o livro bem entendiante para mim, eu não vejo nada errado em ter sexo num livro, até é bom, mas quando exageram nisso acabam tornando a obra em algo parecido com um filme pornográfico e eu não aprecio.

Depois que passa o exagero em relação ao sexo caímos em mais clichês que já eram esperados, mas os personagens pioram. Emily embora esteja mais forte continua sendo sonso e Gavin passa de um homem bom a um homem das cavernas que acha soluções físicas invés de mental, como se tivesse que provar que é homem assim.

Eu não tenho nada contra clichês, até gosto muito deles, mas tem que ser bem usado, senão se torna algo cansativo e infelizmente o enredo decaiu muito nesse segundo livro. Mas obviamente é a minha opinião, se você gosta de sexo exagerado e personagens meio avoados (pois certas atitudes eu só pude justificar assim) pode vir a gostar da série.

Quanto a capa eu achei muito mais bonita que a primeira, tem um tom sexy, mas sem exageros.




- Depende do que eu vou comer - sussurrou ele em seu ouvido, o tom sedutor. Passando a mão por sua cintura, pressionou o corpo contra a bunda dela. - A não ser que a minha suposição sobre você não se livrar de mim esteja errada, gostaria de curtir a minha sobremesa em alguma parte do seu corpo esta noite.
- Bem, ele realmente roubou meu coração. Mas, quando isso aconteceu... o seu filho nem estava ciente de que o tinha feito.
- Bem aqui, neste instante, você está exatamente onde deveria estar. Tudo vai ficar bem. Sei que você não acredita em mim, mas acho que estou tendo um momento meio mediúnico. Vai tudo acabar com um monte de bebês numa minivan verde horrorosa com o Sr. Gavin Gostoso Blake. Você vai ver.

9 comentários:

  1. Cath!
    Não sabia que o livro fazia parte de uma série.
    Até gosto de livro com trechos de sexo, porém demais fica exagerado e tudo que é exagerado, cansa, né?
    Fiquei triste, porque botava a maior fé nesse livro...
    Boa semaninha!!
    “Os homens de poucas palavras são os melhores.”(William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  2. Não curto muito esse tipo de livro.
    Que pena que o primeiro livro foi muito bom e este segundo não te agradou.
    Também não gosto quando o livro fica abordando somente aquele assunto sem nada de interessante na história do casal, no caso desse livro a maioria relacionada a sexo.
    No momento não pretendo ler esse livro, mas sua resenha está muito boa.

    ResponderExcluir
  3. Oi Cath!
    Em geral eu gosto de livros eróticos, mas que não sejam simplesmente sexo.
    Tem que ter uma história bacana, bem legal mesmo. Mas, este não parece ser assim.
    Eu nunca li nada desta autora e pelo visto nem pretendo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Uma pena que você não gostou, confesso que gostei mais deste volume, tirando a forma como os autores encaram gravidez, que eu acho fora do comum.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  5. "eu não vejo nada errado em ter sexo num livro, até é bom, mas quando exageram nisso acabam tornando a obra em algo parecido com um filme pornográfico e eu não aprecio." concordo plenamente.. a historia do primeiro livro me chamou atenção pela explicadinha que vc deu... mas esse negatividade na resenha da continuação broke my heart
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Concordo muito com você. Livros eróticos que exageram na pegada sexual deixam o livro extremamente depreciativo. Não curto. Não conhecia essa série e não tenho certeza se me interessei ou não.

    ResponderExcluir
  7. Já vi vários comentários negativos sobre esse livro. É chato quando o clichê chega ser cansativo, porque torna a leitura insuportável. Pelos comentários, vejo que a autora deixou a desejar. Não me vi atraído pela obra ao ponto de comprá-la! Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    É muito chato quando a continuação de uma série nos decepciona. A primeira obra parece ter sido boa. Pena que deixou a desejar na segunda. Clichês são bem-vindos quando usados corretamente. Disse tudo!
    Beijos!
    Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  9. Um livro com esse gênero não me interessa em nada, nem a capa me agradou e, muito menos, o título. Gostei da pouca nota dada por você, porque assim nem me animo com o assunto e não me decepcionarei mais pra frente.

    ResponderExcluir