sábado, 25 de julho de 2015

Resenha Surfistas, Beijos e um Pé de Pato de Carolina Cequini.




Título: Surfistas, Beijos e um Pé de Pato.

Autora: Carolina Cequini.
Editora: Atheneu Cultura.
Número de páginas: 296.
Ano de lançamento: 2015.
Cortesia da autora.

Sinopse:
Celine tem 15 anos e é apaixonada por Gabriel, o surfista mais cobiçado de sua escola. Infelizmente, a bola da vez para ele é Bruna, uma garota metida que tenta fazer da vida de Celine um inferno. Quando Celine é obrigada a ficar duas semanas na casa de sua tia Luisa nas férias de julho, ela encontra um pé-de-pato estranho que, em contato com a água, dá a ela uma cauda de sereia! Celine logo descobre que não é a única sereia que habita as águas do Rio de Janeiro... Ao mergulhar em um novo mundo embaixo d’água, Celine conta com a ajuda de sua nova amiga metade peixe, Serena, para chamar a atenção de Gabriel e tirá-lo das garras da insuportável Bruna. Mas, em meio às intrigas amorosas, Celine descobre um grande segredo acerca de seu passado. Sua nova vida de humana e sereia trará muitas surpresas... Não tem como uma menina não se identificar com os problemas da adolescência: o primeiro amor platônico, o primeiro beijo, a primeira desilusão amorosa e a sensação de que as responsabilidades chegam de paraquedas em sua vida, sem que você tenha certeza de que é isso que quer. Em meio à magia das sereias, Celine é apenas uma garota que tenta sobreviver aos conflitos dessa fase e decidir o seu destino.

Opinião:

Surfistas, Beijos e um Pé de Pato, conta a história de Celine uma adolescente de 15 anos normal como qualquer outra com responsabilidades na escola, que gosta de sair com as amigas e que claro sonha em conseguir o garoto dos seus sonhos.

Celine mora no Rio de Janeiro e AMA ir à praia e aproveitar o mar. Quando seus pais precisam fazer uma viagem a negócios, ela se vê obrigada a passar suas duas semanas de férias na casa de sua tia Luísa. Durante o tempo que passa com sua tia descobre uma caixa com um pé de pato que pertence a sua avó Celeste, avó esta que nunca conheceu e de quem sabe pouquíssima coisa.

Ela então resolve usar o pé de pato para nadar no mar, e é assim que ela descobre que o pé de pato pode transforma-la em sereia. Apresentada a um novo mundo, Celine fará novas amizades como a de uma sereia chamada Serena. Serena a apresenta a tudo no mundo das Sereias e se tornam grandes amigas.

Com sua nova vida de sereia Celine tem que combater sua arqui-inimiga Bruna que quer colocar as garras em Gabriel, o garoto com quem Celine tanto sonha e de quem ela quer tanto ganhar o coração. Além disso, precisa agora conciliar sua vida para dar atenção tanto para seus amigos do mar quanto para os de terra firme. E ainda assim não deixar a escola de lado e manter as boas notas.

Gostei bastante do livro, a história é divertida, encantadora e te prende. Na minha opinião é um livro com um tema que estava faltando, afinal qual a garota que não brincava de sereia quando criança? Adorei esse tema fantástico com sereias e o mundo criado pela autora. Outra coisa que gostei muito foram as ilustrações presentes no livro, desenhados pela própria Carolina Cequini! A capa, também de autoria da Carolina Cequini, é muito bonita e a cor de fundo combinou perfeitamente com o desenho. Não notei nenhum erro ortográfico no livro, ele está muito bem escrito e a imagem de água no título dos capítulos lembrando ondas deu um toque especial.


Argh! Essas férias vão ser muuuuuito monótonas!, pensei, irritada. Como estava enganada.
Ah! Como era boa aquela sensação de que eu parecia me fundir com a água, como se eu fizesse parte do mar e voltasse para casa depois de um longo tempo...
O importante é ser autêntica e ter personalidade. O melhor jeito de chamar a atenção é sendo discretamente charmosa, sem deixar de ser simpática. É importante se valorizar, mas sem ser metida. Não pode falar muito, mas também não pode deixar o papo morrer. Você deve estar produzida, mas sem fugir do que você é. Já falei como ser garota é difícil? 
Eu estava com vontade de vomitar. Estava meio enjoada com tudo o que acontecia à minha volta e não podia nem sequer desabafar, a não ser que quisesse parar num hospício. Se nem eu acreditava direito no que acontecera, o que diria minha tia?! De repente, nada no meu mundo fazia sentido, e eu só queria voltar a ser uma garota normal do Ensino Médio de novo, aproveitando as férias com as amigas e tentando ficar com o garoto dos sonhos. Por que tudo tinha que ser tão complicado?

3 comentários:

  1. Achei engraçado o nome do livro. Haha A história parece ser bem divertida mesmo. Eu não sou muito fã de histórias de adolescentes, mas esse livro parece ser gostoso de ler, então eu daria uma chance, principalmente por ser nacional. Fique surpresa quando disse que as ilustrações são feitas pela própria autora, ela é bem talentosa!

    ResponderExcluir
  2. Pamella!
    Muito bom quando um livro traz o nosso imaginário da infância!
    DEve ser um livro delicioso e com gravura, fica ainda mais atrativo.
    “Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida.”(Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  3. Uma história mágica e romântica, gostei da resenha e do título da história! Celine é uma pessoa(sereia) apaixonante e incrível! Espero poder ler e aproveitar a leitura!

    ResponderExcluir