segunda-feira, 15 de junho de 2015

Resenha Tudo o que você precisa saber sobre filosofia de Paul Kleinman.



Título: Tudo o que você precisa saber sobre filosofia.
Autor: Paul Kleinman.
Editora: Gente.
Número de Páginas: 232.
Ano de Lançamento: 2014.
Cortesia da Editora.

Sinopse:
Muitas vezes, os livros didáticos transformam as grandes teorias, os princípios e os valores da filosofia em discursos tão tediosos que até Platão rejeitaria. Tudo o que você precisa saber sobre filosofia corta os detalhes chatos e a metodologia filosófica desgastante e traz a filosofia de uma maneira envolvente que atrairá o leitor para explorar a fascinante história do pensamento humano. De Aristóteles e Heidegger ao livre arbítrio e à metafísica, Tudo o que você precisa saber sobre filosofia é embalado com centenas de boatos filosóficos divertidos, ilustrações e quebra-cabeças que você não vai ser capaz de encontrar em qualquer outro lugar. Então, se você está ansioso para desvendar os mistérios do existencialismo, ou apenas quer saber o que fez Voltaire ser conhecido como um carrapato, Tudo o que você precisa saber sobre filosofia tem todas as respostas - mesmo aquelas que você não sabia que estava procurando.

Opinião: 

“Tudo o que você precisa saber sobre filosofia” já chama atenção pela sua capa. Com gravuras de pensadores e filósofos, traz nela a temática do autor, qual seja, um guia sobre filosofia.

Quando falamos em filosofia nos vem à mente aquela leitura de textos difíceis, chatos e entediantes. No entanto, neste livro, temos uma leitura que flui, com explicação de todas as teorias filosóficas e a biografia dos principais filósofos da história. De forma resumida os temas são tratados. Não esperem um livro que traga minimamente todos os detalhes. É um resumão bem escrito de todos os principais autores filosóficos.

Um ponto negativo, que eu esperava mais para um texto filosófico, são os erros de português. Por exemplo, na página 41, o autor/editora inicia um parágrafo com: “ A primeiro grande movimento hendonista data do século IV a C.” Aqui, o autor/editora ao invés de escrever:  O primeiro grande movimento hendonista..., escreve de maneira errada.

Um ponto que há de se ressaltar são os principais livros, dos principais filósofos, que são trazidos de forma explicativa, com figuras e exemplos do nosso cotidiano, no livro. Muito esclarecedor e de forma muito acessível a leitura e compreensão desses textos, demonstrando que a filosofia está em nossas vidas muito mais que imaginamos, pois em temas do nosso cotidiano como, política, amor, governo, vida, a filosofia está presente.

Em tempos em que há um grande debate sobre a redução da maioridade penal e políticas sociais, a visão de um grande filósofo inglês chamado Jeremy Bentham, se encaixa no pensamento de muitas pessoas: “Bentham acreditava que as políticas sociais deveriam ser avaliadas com base no bem-estar geral das pessoas afetadas e que a punição dos criminosos efetivamente desencorajava os delitos porque fazia os indivíduos compararem os benefícios de cometer um crime com a dor envolvida na punição” (p.76). O que não fica claro no livro é se a punição seria física ou a punição seria a privação da liberdade. O autor poderia ter explicado um pouco melhor este ponto. 

Assim, podemos dizer que o livro tem mais pontos positivos do que negativos, e para quem nunca teve vontade de ler filosofia por achar os textos difíceis e entediantes, “Tudo o que você precisa saber sobre filosofia” é uma boa indicação. No entanto, para aqueles que já tem uma experiência em ler os textos filosóficos não é uma boa indicação, pois o livro traz de forma resumida diversos pontos.

Dessa forma, Hume argumenta, o prazer e a dor são o que motiva as pessoas a criar paixões. Para ele, as paixões são o sentimento que inicia as ações, e a razão deve agir como uma "escrava" da paixão.
Sartre afirma que uma pessoa (ou o ser-para-si) só se torna consciente de sua existência, quando vê outro ser-para-si o observando. Portanto, a pessoa somente se torna consciente da própria identidade quando é vista pelos outros, que também possuem consciência. Ou seja, uma pessoa somente compreende a si mesma em relação aos outros.
A teoria do valor-trabalho de Marx é significativa porque é a raiz de sua teoria da exploração, que afirma que o lucro é o resultado da exploração dos trabalhadores pelos empregadores.


5 comentários:

  1. Confesso que adoro filosofia, pois eu amo coisas sobre o passado ou pensamentos que influenciam nos dias de hoje, mas acabo evitando esse tipo de livro, porque a maioria deles são entediantes. Mas, lendo um pouco sobre esse livro, eu adoraria lê-lo, pois ele contém assuntos bastante interessantes! Sobre os erros que contém no livro, eu não me incomodo tanto, pois uma vez ou outra eu vejo isso nos livros!

    ResponderExcluir
  2. Eu já gostei de filosofia mas acabei enjoando exatamente por achar tudo complexo demais...achei bacana o livro porque como leiga me parece uma leitura mais acessível ^^

    ResponderExcluir
  3. Fédon!
    A filosofia faz parte de nossas vidas, queiramos ou não, afinal, tudo que nos faz refletir e repensar é filosofia.
    Gosto muito porque podemos extrapolar os questionamentos e ainda assim, estarmos certos em alguns de nossos paradigmas.
    Gostei de ver um livro 'básico' digamos assim sobre a abordagem filosófica.
    “A amizade duplica as alegrias e divide as tristezas.”(Francis Bacon)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  4. Bem, entendo que esse livro pode ser interessante para alguns, mas, para mim, não é, pois não gosto nada de Filosofia. Então tenho certeza que não iria apreciar, por não fazer parte dos meus gostos literários.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  5. Adoro filosofia e achei bem legal o livro, eu - embora goste do tema - sou uma dessas pessoas que acha o assunto um pouco massante e gosto quando encontro livros fáceis de ler.

    Infelizmente esse problema de revisão é algo muito presente nos livros hoje, o que acho um descuido muito grave.

    ^^

    ResponderExcluir