quinta-feira, 11 de junho de 2015

Próximos lançamentos da L&PM Editores.

Olá.
Aqui a quinta-feira começou com chuva, algo que eu não curto muito quando tenho que sair de casa, pois sempre acabo me molhando e tenho sérios problemas com usar guarda-chuva, mas vamos ao foco da postagem, mostrar os próximos lançamentos da L&PM Editores!

A convite de Poirot, o capitão Hastings retorna ao local da primeira investigação de ambos: a mansão Styles. O tempo passou: o detetive belga envelheceu e está em uma cadeira de rodas; já a antiga mansão foi reduzida a uma mera hospedaria. A visita, porém, se revela mais que um reencontro entre velhos amigos. O instinto de Poirot, ainda afiado, lhe diz que entre os hóspedes há um assassino. E ele precisa que Hastings o ajude a identificá-lo antes que haja mais uma vítima – e antes que seu tempo acabe. Escrito na década de 40, mas mantido em um cofre até sua publicação em 1975 (um ano antes da morte de Christie), Cai o pano é a última investigação de Hercule Poirot. Neste romance, considerado um de seus melhores, a Rainha do Crime concebe uma arrebatadora despedida ao seu maior e mais querido personagem.
Número de páginas: 224.
Leia um trecho: Link.
Preço: R$ 19,00.
Pontos fortes de venda:
1) Considerado um dos 10 melhores romances de Agatha Christie.
2) Nova tradução (de Bruno Alexander) desta que é a investigação final de Hercule Poirot - e que, por isso, não pode ficar de fora da prateleira de qualquer fã.
3) Além de recuperar cenários e personagens que apareceram na primeira aventura de Poirot (O misterioso Caso de Styles, 1920), também reúne os velhos amigos Poirot e Hastings, que haviam aparecido juntos pela última vez em "Poirot perde uma cliente", de 1937.
4) Christie escreveu o romance em 1940, durante o bombardeio de Londres na Segunda Guerra Mundial, preocupada com a própria sobrevivência e em garantir um fecho à altura para a série de aventuras de seu mais famoso personagem, Hercule Poirot. Guardou-o num cofre por mais de trinta anos. Publicado em 1975, menos de seis meses antes de sua morte, é seu último trabalho original a ser publicado em vida.
5) Poirot está preso a uma cadeira de rodas, e chama o velho amigo Hastings para ajudá-lo a desvendar um mistério, já que tem dificuldade de locomoção. A história é narrada por Hastings, o que dá um viés de intimidade a esta investigação a quatro mãos.

“Foi a mãe dela que matou o pai ou foi o pai que matou a mãe?” Ariadne Oliver fica pasma com a impertinência da sra. Burton-Cox ao lhe perguntar, tão casualmente, sobre o trágico passado de sua afilhada, Celia Ravenscroft. Mesmo assim, a questão desperta sua curiosidade, pois o caso nunca foi esclarecido. Para investigar esse crime, Ariadne pede ajuda ao detetive Hercule Poirot. Ele tem certeza de que a resposta ainda está na memória das antigas testemunhas – e agora cabe a ambos remexer o passado e descobrir como as peças desse complexo quebra-cabeça se encaixam. Publicado em 1972, Os elefantes não esquecem foi um dos últimos livros escritos por Agatha Christie. Para além de um mistério intrigante, o romance esconde nas entrelinhas revelações autobiográficas sobre a autora.
Número de páginas: 256.
Leia um trecho: Link.
Preço: R$ 19,00.
Pontos fortes de venda:
1) Considerado um dos 10 melhores romances de Agatha Christie.
2) Nova tradução (de Bruno Alexander) desta que é a investigação final de Hercule Poirot - e que, por isso, não pode ficar de fora da prateleira de qualquer fã.
3) Além de recuperar cenários e personagens que apareceram na primeira aventura de Poirot (O misterioso Caso de Styles, 1920), também reúne os velhos amigos Poirot e Hastings, que haviam aparecido juntos pela última vez em "Poirot perde uma cliente", de 1937.
4) Christie escreveu o romance em 1940, durante o bombardeio de Londres na Segunda Guerra Mundial, preocupada com a própria sobrevivência e em garantir um fecho à altura para a série de aventuras de seu mais famoso personagem, Hercule Poirot. Guardou-o num cofre por mais de trinta anos. Publicado em 1975, menos de seis meses antes de sua morte, é seu último trabalho original a ser publicado em vida.
5) Poirot está preso a uma cadeira de rodas, e chama o velho amigo Hastings para ajudá-lo a desvendar um mistério, já que tem dificuldade de locomoção. A história é narrada por Hastings, o que dá um viés de intimidade a esta investigação a quatro mãos.

6 comentários:

  1. Parece até coincidência estou lendo justamente Agatha no momento (os quatro grandes e a edição da l&pm ;) rs).
    Dos dois citados nos lançamentos eu li o Elefantes não esquecem e queria muito ler o cai o piano. Adoroo Poirot! Mesmo com todos seus fricotes.

    ResponderExcluir
  2. Cath!
    Não gosto de sair com chuva também não...
    Que alegria ver as reedições dos livros da Agatha Christie, devem estar fabulosos.
    Já li os dois e gostaria de poder lê-los novamente.
    “A sabedoria começa na reflexão.”(Sócrates)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  3. Adorei os lançamentos! Eu fiquei com vontade de ler os dois lançamentos, pois ambos me chamaram atenção por conter aquele suspense adorável, e eu amo isso. Além disso, eu achei o preço dos livros ótimos!!

    ResponderExcluir
  4. Faz uma semana que finalizei a leitura de "Os Elefantes Não Esquecem" e gostei bastante. Não sabia que ele era considerado um dos 10 melhores romances da Agatha. E esse "Cai o Pano" já está na minha listinha desde que entrei pra vida literária.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  5. Acho que sou a única no planeta que ama sair de casa com chuva e frio. :p
    Nunca li nada da Agatha, mas no kindle unlimited tem algumas obras disponíveis e quero ver se começo a ler ainda este ano, já que tanta gente fala bem dessa mulher.

    ^^

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir