terça-feira, 5 de maio de 2015

Resenha Xeque-Mate de Dill Ferreira.


Título: Xeque-Mate.
Autora: Dill Ferreira
Editora: Modo.
Número de Páginas: 316.
Ano de Lançamento: 2014.
Cortesia da editora/autora.

Sinopse:
Depois de conhecer o belo e misterioso Marcus, no badalado Carnaval carioca, e ser abandonada por ele, Thaissa retoma sua rotina carregada de boas lembranças e um desejo intenso de algo que ficara inacabado e a atormentava constantemente. Enquanto tentava, sem sucesso, esquecer-se das carícias e dos beijos que partilharam surge a sua frente o novo sócio da empresa de seu pai. E ele é nada mais nada menos que Marcus, o homem que tumultuava seus pensamentos. Começará aí um jogo de paixão, luxúria, mágoa e intrigas. Em que o destino, usando de suas artimanhas, lhes colocará frente a frente para o confronto final. Onde vencerão juntos, ou ambos sairão perdedores. Quem será o grande vencedor nesse jogo de amor?
Opinião:

Thaissa vai passar o carnaval no Rio de Janeiro e durante os desfile conhece Marcus, nada acontece entre eles além de um beijo e uma boa conversa. Acontece que posteriormente se veem numa festa, antes de Thaissa voltar, e é quando o clima esquenta, mas sem nenhuma desculpa ele fingi que vai falar com alguém e desaparece.

Como é o primeiro fora de Thaissa ela fica remoendo aquilo por dias quando volta a sua vida normal, trabalhando na empresa em que seu pai é sócio prioritário e suportando Letícia, a mulher com quem seu pai traiu sua mãe e para quem acabou perdendo algumas quotas da empresa.

Contudo, um sócio sai da referida empresa e vende sua porcentagem e depois da venda Thaissa descobre que esse novo sócio é o Marcus, que vai ficar uns meses atuando na empresa até confiar no negócio que fez (ele é sócio de algumas empresas).

Então é claro que surge toda uma tensão pelo que passaram, embora finjam a todos que não se conheceram antes, e aos poucos vai se tornando mais difícil trabalhar junto sem que a atração que sentem se intrometa.

Embora pela capa você possa achar que é um livro erótico ele está bem mais para um romance, tem poucas cenas eróticas que não são nenhum pouco pesadas.

Os dois personagens principais tem suas características positivas e negativas, o que os torna bem humanos. Vi muitos comentários sobre Thaissa ser lerda para engrena no relacionamento, mas também entendo o lado dela, não tinha a mínima confiança que poderia ser algo duradouro, já que Marcus não passava essa ideia e podia ir embora a qualquer momento para voltar as suas empresas, então é compreensível ter certo receio, embora eu não concorde com todas as atitudes dela.

O livro tem o enfoque de como o romance deles vai se desenvolvendo, mas também trás a questão familiar de Thaissa e seu problema em ter Letícia trabalhando no mesmo local que ela.

A história foi bem desenvolvida no livro, tirando alguns momentos que você revira os olhos para atitudes dos personagens, mas a obra tem um defeito: a revisão. Acho que não tem uma página que se salve, são pontos que faltam ou duplicados, pedaços de palavras cortadas, letra maiúscula onde não deveria ter, ou seja, é um caos nesse sentido. Mas obviamente isso não é culpa da autora e sim da editora.

O material da obra é bom e as primeiras páginas dos capítulos são decoradas, a ressalva realmente é que se te irrita erros de revisão vai ficar incomodada.


- Não temos um caso, Thaissa. Apenas trocamos alguns afetos. Somos adultos e podemos nos permitir isso. Não há nada que nos impeça.
- Acho uma boa ideia. - Thaissa entrava no banheiro quando percebeu que Marcus a acompanhava com os olhos. - Vá tomar seu banho e pare de me olhar como se fosse uma fera faminta. - Ralhou ela, entrando sem esperar pela resposta dele.
- Mulheres do século XXI, diante de qualquer confronto que apareça, estão sempre bem armadas e prontas para lutar.

13 comentários:

  1. Complicado quando um livro não é bem revisado né?
    Mas a história parece interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu gostei da obra, o único problema foi a revisão, mas a história vale a pena.

      Excluir
  2. Obrigada pelo espaço aqui no Fantastic Books. Eu fiquei muito feliz. Foi de fato uma bela surpresa.
    A resenha foi bem explicada e contou muito bem o que se passava na história.
    Com relação aos erros, infelizmente tivemos. Mas são aprendizado e estamos aqui para ele. Haveremos de melhor, sim.
    Grande abraço à todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu gostei da história Dill, mostra os dois lados dos personagens. Beijos e obrigada.

      Excluir
  3. Cath!
    Tive oportunidade de ler o livro e gostei muito de todo enredo, trama, personagens, etc e o que realmente pegou foi a revisão.
    Menina! Tinha horas que ficava difícil a leitura.
    Na verdade o descuido foi de quem fez a revisão e não desmerece de forma alguma a criatividade e todo o enredo, porque o livro é bom na minha opinião.
    “Não basta ter uma intuição forte,é preciso enxergar com os olhos espirituais,podendo assim discenir,separando então o joio e o trigo.” (Viviane SaintClayr)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, a culpa não é da autora, ela pagou pela revisão, culpa é da editora e a trama do livro é boa né?

      Excluir
  4. Eu não tenho interesse em livros nesse livro, porque tenho receio de comprar e não gostar. Além do conteúdo, o que não gosto são os clichês, pois fica uma coisam muito repetitivas e acaba ficando cansativo. Fico triste em saber que a editora não teve cuidado em revisar o livro! :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que romance em algum momento acaba tendo um clichezinho, visto que até na vida real fazemos assim né?

      Excluir
  5. Oi, não gosto nem um pouco de livros assim. Odeio quando editoras não revisam o livro direito, isso é bem ruim. Bjus.

    ResponderExcluir
  6. Uma pena estes problemas de revisão, uma falta de cuidado por parte da editora.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. Estou indecisa se leio ou não pois não tenho tanta certeza se irei gostar. Que chato que a editora não revisou direito, isso é errado da parte deles, deveriam ter mais cuidado.

    ResponderExcluir
  8. Nossa! É complicado ler algo que apresente tantos erros assim. Chega a ser grosseiro a quantidade de erros que esse livro apresentou. Quase todas as páginas assim?!?! Que falta de respeito com a autora e com os leitores, não é?!?!
    No mais, achei a trama um pouco clichè demais. A única coisa que me faria ler seria esse embate entre Thaissa e Letívia.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir