quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Resenha Simples Perfeição de Abbi Glines.


Título: Simples Perfeição.
Autora: Abbi Glines.
Série: Perfeição.
Resenha do livro anterior: Link.
Editora: Arqueiro.
Numero de Páginas: 208.
Ano de Lançamento: 2015.
Compre: Link.
Cortesia da editora.

Sinopse:
Woods teve sua vida traçada desde o berço. Cuidar dos negócios da família, casar com a mulher que os pais escolheram, fingir que riqueza e privilégios eram tudo de que ele necessitava. Então a doce e sensual Della apareceu e conquistou seu coração, abrindo seus olhos para um novo futuro. A vida do casal seguia para um final feliz, até acontecer um imprevisto: a morte do pai de Woods. Da noite para o dia, o rapaz herda o império Kerrington e, embora sempre tenha almejado essa posição, precisará de toda ajuda possível para provar que está à altura de tanta responsabilidade. Della está determinada a ser o apoio de que Woods necessita, mas os fantasmas do passado ainda estão presentes e mais intensos do que nunca. Pressionada pela ex-noiva e pela mãe de Woods, ela toma a decisão mais difícil de sua vida: abdicar da própria felicidade pelo homem que ama. Mas os dois terão a força necessária para seguir em frente um sem o outro? Concluindo a sedutora história de Woods e Della, Simples perfeição é o romance mais surpreendente de Abbi Glines e mostra que encontrar alguém pode ser um golpe do destino, mas descobrir a perfeição ao lado dessa pessoa requer aceitar a si mesmo e superar os piores obstáculos a dois.
Opinião:

O livro anterior terminou com Woods largando tudo para ficar com Della, já que seu pai queria obrigá-lo a se casar para ficar com a empresa (sendo que o avô dele já tinha deixado a empresa em testamento para ele, o que o mesmo só descobre depois). Acontece que o pai dele morre no fim e Simples Perfeição começa com Woods e Della já de volta a cidade, no enterro do pai dele.

Woods está super protetor com Della e não quer que ela faça nada, inclusive trabalhar, o que vai sufocando a garota até ela discutir com ele e o fazer contratá-la como assistente. Porém Della acaba ouvindo uma conversa e, por achar que é um peso para Woods, vai embora.

Obviamente, Woods fica doido com isso, mas tem que esperar para ver se Della vai notar que é o suficiente para ele. Além do romance, o livro também demonstra como a relação de Woods com a mãe é péssima, já que ela queria que ele fizesse o que o pai planejou para sua vida.

Não estarei mentindo ao dizer que gostei mais de Estranha Perfeição. Embora tenha adorado Simples Perfeição, é nítido que enquanto Blair e Rush eram um casal mais infantil, Della e Woods são mais adultos, apesar de bem sentimentais.

Claro que deu aquela vontade de dizer para Della que Woods obviamente a amava e que ela não devia largá-lo, mas devido a história da garota era compreensível ela precisar de um tempo para se encontrar no mundo.

Achei muito boa a duologia, pois mostra como você pode aceitar defeitos do outro e continuar apaixonado e que, se você ama alguém, vai sempre querer o melhor à pessoa e mesmo de longe irá cuidar dela.

Woods continua apaixonante, ele em nenhum momento é aquele estilo malandro, desde o primeiro livro demonstrou ser um bom homem e isso só se fortaleceu nos dois livros que tem ele por protagonista.

A capa eu achei bonita, embora não consiga imaginar o modelo como Woods, mas eu amo azul, então só as letras já me ganharam. A diagramação está perfeita e você consegue ler a obra rapidamente. É aquele livro que deixa um gostinho de quero mais, o que ajuda é que vai aparecer os personagens em outros livros, embora não como protagonistas.

Ademais, a autora surpreendeu totalmente em um momento no final, eu nunca imaginaria o que aconteceu e nem que ela efetivamente o faria, foi U-A-U. 


Se você curte um romance, eu indico essa duologia, e pode lê-la sem ter lido a história da Blair e do Rush. Pessoalmente, gostei bem mais desses dois livros, embora no final da trilogia Blair tenha me feito gostar dela.

- Acho que primeiro você precisa conversar com o Woods sobre isso.Eu não sabia se isso seria possível. Ele jamais me escutaria.
- Gata, eu não duvido que você possa me ajudar, mas se pretende ficar andando por aqui vestida assim, eu vou acabar comendo você a cada hora ou ficar pensando em comer você a cada minuto.
- É melhor você ligar para ela e dizer que mudou de planos - disse, me virando para encará-lo.(...)- Porque se ela puser os pés nesta casa, vou ter que expulsá-la.
- Della, você é mais incrível do que qualquer outra pessoa que eu conheça. Só porque precisa se proteger às vezes e se afastar de mim isso não faz de você uma pessoa fraca. Você é uma sobrevivente. Você é a minha inspiração e eu amo você. Não importa o que aconteça, eu amo você.

6 comentários:

  1. Eu já gosgei mais do outro casal. Achei Della bem chata, e a resolução que a autora deu para os problemas dela ficou a desejar.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  2. Por mais elogios que eu veja por aí, não consigo me interessar pela série Rosemary Beach num geral, nem pela trilogia nem por essa dualogia. A história me parece ser muito sem sal.

    ResponderExcluir
  3. Comentei no outro post como acho interessante séries de livros que não tenham ligação entre si. Facilita na leitura e na compra.
    Sofro esse problema em minhas coleções de mangás, as vezes perder apenas um volume já prejudica toda a coleção.

    ResponderExcluir
  4. Cath!
    Acho ótimo quando uma série (trilogia, duologia, etc...) podem ser lidos de maneira independente, porque assim não ficamos ansiosos com a continuação.
    Gosto demais de romances e pelo visto esse traz o mesmo pensamento que o meu: quando se ama de verdade, tem de deixar a pessoa livre para ser feliz!!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Só leio resenhas positivas em relação a essas séries do universo Rosemary Beach. O que achei legal é que essa duologia não decepcionou. Os dois volumes foram muito bem escritos. E, pelo que vejo por aí, o grande ponto é a narrativa fluida da Abbi Glines. Espero ler essas aventuras de Rosemary Beach muito em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  6. Não conheço a serie mas já li criticas tanto positivas quando negativas sobre a Duologia gostei da historia falar sobre a aceitação também gostei muito do personagem do Woods e capa ficou muito legal !!!

    ResponderExcluir