terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Resenha Mares de Sangue.


Título: Mares de Sangue.
Série: Nobres Vigaristas. - Livro 02.
Autor: Scott Lynch.
Editora: Arqueiro.
Numero de Páginas: 512.
Ano de Lançamento: 2014.
Compre: Saraiva.
Cortesia da editora.

Sinopse:
Após uma batalha brutal no submundo do crime, o golpista Locke Lamora e seu fiel companheiro, Jean Tannen, fogem de sua cidade natal e desembarcam na exótica Tal Verrar para se recuperar das perdas e feridas. Porém, mesmo no extremo ocidental da civilização, não conseguem descansar por muito tempo e logo estão de volta ao que fazem de melhor: roubar dos ricos e embolsar o dinheiro. Desta vez, eles têm como alvo o maior dos prêmios, a Agulha do Pecado, a mais exclusiva casa de jogos do mundo, onde a regra de ouro é punir com a morte qualquer um que tente trapacear. É o tipo de desafio a que Locke não consegue resistir... só que o crime perfeito terá que esperar. Antigos rivais dos Nobres Vigaristas revelam o plano a Stragos, o ambicioso líder militar verrari, que resolve manipulá-los em favor de seus próprios interesses. Em pouco tempo, a dupla se vê envolvida com o mundo da pirataria, um trabalho inusitado para ladrões que mal sabem diferenciar a proa da popa de um navio. Em Mares de sangue, Locke e Jean terão que se mostrar malabaristas de mentiras, enganando todos ao seu redor sem a mínima falha, para que consigam sair vivos. Mas até mesmo isso pode não ser o bastante...
Opinião:

Passou dois anos desde os acontecimento em Cammor, agora Locke e Jean fingem ser outras pessoas, mas continuam sendo Nobres Vigaristas. 

Assim, o segundo livro começa com eles armando para ganhar um jogo de carta, mas é tão bem feito que eu fiquei tentando imaginar o que eles fizeram e não me liguei até contarem. E claro, isso tem um plano maior por trás, roubar o Requin, que é o proprietário do Agulha do Pecado, um local para jogos onde a maioria deixa guardado seu dinheiro, mas altamente vigiado, onde quem furta é jogado pela janela mais alta, depois de perder uma das suas mãos, a qual o Requin guarda como um troféu.

Só que na mesma noite em que ganham o referido jogo, eles descobrem que estão sendo seguidos, pois a vingança do Falcoeiro está só começando, este por meio de seus amigos vão deixar Locke e Jean o tempo todo receosos, seguindo-os escondidos ininterruptamente.

Óbvio que vindo dessa dupla não poderia ser só isso, pois logo o Arconte de Tal Verrar (que comanda a cidade junto com o Priori) descobre quem são e resolve usá-los para causar uma guerra pirata. Só que vocês imaginam Locke e Jean como piratas? Eles também não.

Dessa forma, eles acabam ganhando um navio e uma tripulação, mas não conseguem convencer por muito tempo, logo depois acabando no barco da capitã Zamira Drakasha e da Tenente Ezri Delmastro, o que incluiu mulheres inteligentes na trama.

Ao contrário do primeiro livro que mostrou como é forte a relação entre Locke e Jean, nesse eles tem problemas em vários momentos, mas inegavelmente, colocam a vida do outro acima da sua.

E para quem é fã de um romance, nesse acontece, não vou dizer entre quais personagens, mas não é algo meloso, é convincente e muito bem escrito.

Eu devo admitir algo, por mais que adore os Nobres Vigaristas, e eu adoro, são livros que demoro muito para ler, esse foi mais de três semanas, o que nem passa perto do meu normal, mas todos os detalhes que o autor dispõe são necessários, ele basicamente usa todos posteriormente, logo não é aquela coisa "as pétalas das flores são rosas e esse tom de rosa vai cair no chão e geral uma poça rosa e vai criar uma luminária". Resumindo, não é enrolação e sim importante.

A capa eu achei linda (e todos que eu mostrei também acharam, ou mentiram para mim, rsrs) e a diagramação perfeita.

Além disso, vale salientar que o humor e frases inteligentes de Locke e Jean é o que fazem o livro tão bom, é gostoso de ler, divertido e inteligente. Mas eu afirmo, se você gosta somente de leituras leves que passam voando, esse livro não é para você, caso contrário eu acho mesmo que deve dar uma chance para os Nobres Vigaristas te conquistarem.

Afinal As Mentiras de Locke Lamora e Mares de Sangue foram uns dos melhores livros que li no ano e foram para a lista de favoritos.

 
- Maxilan, meu querido. - Locke levantou uma sobrancelha e sorriu. - Eu sabia que você era empolgado, mas não tinha ideia de que era capaz de pegar fogo. Venha, me possua! Jean não vai se incomodar, ele vai desviar os olhos como um cavalheiro.

Locke Lamora era pequeno, mas o Espinho de Camorr era maior do que tudo aquilo. O Espinho não podia ser tocado por lâmina, magia ou desprezo. Pensou no Falcoeiro sangrando aos seus pés. Pensou no Rei Cinza, morto sob sua faca. Pensou nas fortunas que haviam passado por seus dedos e sorriu.
- Então o fato de que está fodendo a gente como uma concubina jeremita é, na verdade, um doce elogio? - perguntou Jean. - Seu...

- Que os deuses não permitam. Você me magoa! Suas indescritíveis virtudes criminosas triunfaram de novo, algo inexorável como o ir e vir das ondas. Lanço-me aos seus pés e imploro absolvição. Seu gênio alimenta o coração do mundo.

- Se ao menos houvesse um leproso disponível, para que você pusesse as mãos sobre ele e o curasse...

- Ah, você só esta cagando pela boca porque sente inveja.

 

5 comentários:

  1. Que demais, já curti por ter balhas e guerras e também fugas.
    Não sabia que tinha mais livros da série, achei que era único.
    Vi que tem romance e gosto bastante, mas não é daqueles realmente melosos como citado.
    Queria saber quem são os personagens deste romance, são os dois? :3
    Fiquei empolgada com sua fala de ser uns dos melhores do ano e ainda lista de favoritos.
    Adorei essa última quote :O que cruel.
    Beijos Cath,
    ThayQ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma série sim.
      Não é nada meloso, rsrs, é bem legal e tem importância para o desenvolvimento dos personagens.
      Não, rsrs. Não são gays, nem bi. Embora exista o famoso bromance.

      Excluir
  2. Não li muitas resenhas deste livro, e estava muito curiosa para saber opiniões sobre ele. Que bom que você gostou, agora tenho uma ideia melhor dele.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nobres Vigaristas é muito bom, tanto o primeiro quanto o segundo.

      Excluir
  3. "- Ah, você só esta cagando pela boca porque sente inveja."
    Como não sentir vontade de ler o livros com um quote desses ? rsrsrs!!
    Confesso que a sinopse tinha me deixado com o pé atrás, não sabia se iria gostar da história, mas depois da resenhas fiquei curiosa .. Gostei desse toque de humor que o livro tem, foi o que mais me impressionou porque esperava uma história super séria, rs!
    Bj

    ResponderExcluir