quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Resenha Dormindo com o Bilionário.


Título: Dormindo com o Bilionário.
Série: Legacy.
Autora: Ruth Cardello.
Editora: Quinta Essência.
Numero de Páginas: 240.
Ano de Lançamento: 2014.
Compre: Saraiva.

Sinopse:
A vida de Lil Dartley está de cabeça para baixo. Sua estável e previsível irmã, vai se casar com um influente bilionário e precisa de sua ajuda para planejar o casamento do século, em menos de um mês. Mas anos de rebelião de classe média não a prepararam para lidar com diplomatas ou paparazzi. Jake Walton conhece um desastre assim que vê um. Lil foi um problema desde o primeiro dia em que a conheceu, mas já que sua irmã vai se casar com seu melhor amigo, ele não tem escolha a não ser ajudá-la, ou este casamento vai virar noticiário por todas as razões erradas. Ensinar Lil como se encaixar na alta sociedade seria muito mais fácil se ela não o deixasse louco, dentro e fora do quarto.
Opinião:

Lil é conhecida por agir impulsivamente, mas agora ela decide não fazer mais isso (ao menos tentar não fazer), já que tem uma filha, a Colby.

Jake já é famoso por ser um bilionário e além disso muito lindo (ninguém quer um desses né? rsrs). Ele não tem o costume de namorar e sim de ter relacionamentos rápidos.

Os dois acabam se conhecendo porque a irmã de Lil está noiva do sócio de Jake, e este manda Jake para arrumar a bagunça de uma entrevista que Lil deu por engano para uma emissora a respeito da vida da irmã.

Acontece que Lil não quer ajuda, ela quer mostrar que pode resolver seus problemas sozinha. E claro, desde o começo do livro eles já deixam claro que sentem atração um pelo outro.

Nessa obra não tem aquela enrolação para eles chegarem até o sexo, talvez por isso o livro não fique em volta do sexo, está mais para o romance.

Ao lado que Lil gosta de Jake, ela não quer entrar em um relacionamento sem amor. Do outro lado Jake não vê porque Lil não aceita levarem como estão e ver no que vai dar. E assim vai desenrolando a história dos dois.

Achei muito positivo não termos aquela enrolação para chegar ao sexo e também ser mais voltado para o romance entre eles do que as cenas hots.

Os dois são personagens que cativam, pois têm vários defeitos e, mesmo com boas intenções, acabam falando a coisa errada (quem nunca fez isso?) e acho que isso é o que mais marca o livro, a humanidade deles.

Esse livro é o terceiro de uma série, mas pode ser lido independentemente como eu fiz, embora tenha menção há alguns assuntos do livro anterior rapidamente.

Além disso ele é super rápido de ler, então se quer um romance que não seja exageradamente erótico é uma dica para anotar. ;)





Eu quero amar e ser amada assim. Eu quero o conto de fadas.

Eu quero você significava simplesmente Eu quero fazer sexo com você. More comigo queria dizer Eu quero fazer sexo com você regularmente.

O amor é um mito perpetuado por pessoas que não têm nada melhor para acreditar. Você é fantástica na cama, me faz rir, e eu desfruto da sua companhia. Isso é suficiente para mim.

Seus pais não eram pessoas especialmente afetuosas, com as quais ele conversava duas vezes ao ano, por telefone, o que em sua opinião era o suficiente, e estava certo de que eles pensavam o mesmo.

Quero o estúpido conto de fadas, mas quem seria capaz de admitir isso?
Eu teria trazido um vinho se imaginasse que isso seria uma festa da piedade. Você sabe como eu odeio quando você faz a mártir para cima de mim.

Mas algo de inexplicável sempre acontecia quando ele estava por perto de uma certa morena ardente e sincera. Durante metade do tempo ele não tinha certeza se estava se sentindo insultado, irritado, ligado, excitado ou uma mistura bizarra de todos esses ingredientes.

Dirk era só sexo, sem recheio nenhum. Ele a queria em sua cama, e para isso até falou a palavra mágica de quatro letras que Lil tanto desejava escutar. E a repetiu muitas, muitas vezes. Ele a falou todas as vezes necessárias para que Lil voltasse para ele.

2 comentários:

  1. Gosto de livros românticos,com boas pitadas quentes.
    Mas também curto muito um romance mais delicado.
    Acho que vou adorar conhecer o casal Lil e Jake.

    ResponderExcluir
  2. Cath!
    Primeiro quero dizer que não conhecia a editora.
    Adorei a capa e o enredo.
    Livros com romance tem sido difícil. A maioria é apenas sexo, sexo e sexo. Não que não goste dos livros hots, mas prefiro aqueles que envolve o romantismo da conquista para chegar ao sexo...
    Gostei!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir