sábado, 6 de setembro de 2014

Resenha Insensatez.



Título: Insensatez.
Autora: Tânia Lopes.
Editora: Novo Século.
Numero de Páginas: 352.
Ano de Lançamento: 2014.
Compre: Saraiva.
Cortesia da autora.

Sinopse:
Patrícia Gomes era uma jornalista em busca do furo de reportagem que alavancaria sua carreira. Linda e destemida, vivia em uma cidade do interior dominada pelo tráfico de drogas e desafiava seu editor a romper o silêncio que cercava as atividades criminosas. A chegada do novo chefão de uma facção rival acirrou o conflito entre os bandidos e colocou a cidade em pé de guerra. Era a oportunidade que ela precisava para fazer a matéria que revelaria os detalhes sobre o crime organizado e a projetaria em sua profissão. O que ela não contava era ser capturada por Marco, o italiano que estava à frente da batalha. Implacável, taciturno, misterioso, indecifrável... Aquele homem representava tudo o que ela mais abominava. No entanto, emanava poder e sensualidade, e Patrícia viu-se entregue a seu magnetismo. Um inimigo, que lhe instigava sentimentos contraditórios e a levaria à beira da insensatez.
Opinião:

Patrícia quer fazer uma reportagem sobre o novo traficante que chegou a cidade, então tem a brilhante ideia de pular o muro para entrar na mansão do homem.
 
Acontece que é pega, presa, e seria torturada se não fosse pela interrupção de Marcos, o chefão.
 
Só que ele não pode/não quer libertar Patrícia, então a prende na suíte dele. E ela vai se interessando pelo italiano de bela aparência.
 
Ao meio disso, tem uma guerra entre "gangues", a do Sanches, que domina a cidade, e a do Marcos, que acabou de chegar e quer tomar esse território.
 
Eu admito que o começo da obra me irritou, Patrícia pareceu bem frívola, e no decorrer do livro eu passei a achá-la criança, mimada e ciumenta, muitas vezes egoísta.
 
Marcos muda de humor mais rápido que você pode dizer "basilisco", mas a medida que o livro vai avançando mostra mais dele e se passa a entender suas atitudes.
 
Eu já esperava o desenrolar que teve a história, mas isso não tirou o gosto pela leitura. Os personagens me irritaram em muitos pontos? Com certeza. Mas eu adorei que esse é um romance que tem poucas cenas eróticas, elas estão lá, no contexto correto, sem exageros! A autora soube dosar exatamente para não ficar um livro pornográfico (o que a maioria dos autores atualmente não andam sabendo fazer).

Outro ponto positivo, é que o livro não se prende somente a esse enredo, esse é só o começo da história, depois vai crescendo e tomando seu rumo.

O que me incomodou foi como Patrícia mudava de ideia, em um momento chorava pelo amigo morto, em outro já desejava Marcos, num resolve ficar com ele, depois diz que não. A conclusão foi que a personagem empacou na adolescência.

Mas isso também pode ser culpa da família dela, que a trata em todos os momentos como criança.

O livro tem 352 páginas, e consegui ler em menos de um dia, pois a escrita da autora é ágil, não tem aquele momento de tédio, sempre está acontecendo algo.

Não gostei muito da capa, pois o homem não me lembrou o Marcos, imagino ele mais poderoso e sexy.

Como conclusão, posso dizer que é um romance com cenas eróticas leves e bem delineadas, que vai te irritar em alguns momentos, mas te fazer suspirar em outros.



- Vim apenas matar a curiosidade - lançou um olhar avaliador à garota, logo torcendo o nariz, murmurando com descaso: - Ela não é... Aquilo tudo.

- Não seria tão simples. Você ficaria suspenso por uma corda e começaria a mergulhar lentamente e seus gritos seriam por misericórdia!

- Silenzio! Grite mais uma vez e eu a matarei com minhas próprias mãos. Entendeu?

"Porque os meus sentimentos viraram de ponta cabeça. Estranhamente me pego desejando permanecer ao seu lado. Porque não gostaria de morrer sem ter tido a chance de saber como seria fazer amor com você...Porque estou perdidamente apaixonada."

Chocada, Patrícia constatou que não estava se importando por seu plano ter acabado de desmoronar, mas se importava - e muito - com o que via. A camisa de Marco estava desabotoada, deixando à mostra várias marcas de batom.


6 comentários:

  1. Cath's!
    Romance é sempre bom e com cenas eróticas não tão repetitivas, ainda melhor.
    Quando o enredo tem algo mais que o romance e sexo, fica ainda mais interessante.
    Achei a capa bem carinhosa e sensual e acho, pelo que resenhou, bem condizente com o casal, embora você tenha imaginado Marcos mais imponente.
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
  2. Olá.
    Eu gostei da história. Já vi esse enredo em outros livros e acho bem interessante. Gostei da sua resenha. Vou anotar a dica!
    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. O enredo do livro parece ser bem interessante.
    Pena a personagem ser tão mimizenta!
    Mas acho que não conseguiu tirar o brilho da história.

    ResponderExcluir
  4. Leu bem rápido mesmo, imagino que deva ser muito interessante. Gostei da capa e do que pude ler na sua resenha, Vou anotar a dica.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  5. Pelo jeito a experiência em ler esse livro pode ser considerada uma voltinha em uma montanha-russa. Nuns momentos você ama, outros você odeia. Também é compreensível, pois a própria protagonista é um poço de indecisão sem tamanho. Confesso que personagens adultas que mais parecem adolescentes mimizentas me irritam profundamente. Enfim, não sei se o leria.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o livro pra falar a verdade
    mais parenta ser bem interessante !
    Apensar de não gosto muuito este genero quanto deveria eu acho
    este livro me chamou atenção em varias pontos que nao espero que pode-se chamar

    BLOG- http://b-maluco.tk/
    INSTRAGRAM- http://instagram.com/omundodejess
    weheartit- http://weheartit.com/Gikura_Viey

    ResponderExcluir