segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Resenha Dark House.


Título: Dark House.
Autora: Karina Halle.
Editora: Única.
Numero de Páginas: 352.
Ano de Lançamento: 2014.
Compre: Link.
Cortesia da editora.

Sinopse:
Há sempre algo fora do normal em Perry Palomina. Embora ela esteja vivendo uma crise ao passar pela síndrome pós-faculdade, assim como qualquer garota de vinte e poucos anos, ela não é o que chamaríamos de comum.Perry possui um passado que prefere ignorar, e há também o fato de que ela consegue ver fantasmas. Tudo isso vem a calhar quando se depara com Dex Foray, um excêntrico produtor que está trabalhando em um webcast sobre caçadores de fantasmas.Dex, que se revela um enigma enlouquecedor, arrasta Perry para um mundo que a seduz e ameaça sua vida. O farol de seu tio é pano de fundo de um mistério terrível, que ameaça a sanidade da moça e faz com que ela se apaixone por um homem que, como o mais perigoso dos fantasmas, pode não ser o que parece.
Opinião:

Se alguém já leu a série A Mediadora, vai achar um tom semelhante, mas de maneira nenhuma é igual.

Perry tem uma vida pacata, um trabalho chato de recepcionista, mora na casa dos pais e tem uma irmã mais nova, a Ada, que já faz sucesso com seu blog de moda (o que causa uma certa inveja).

Num final de semana, a família decide visitar o tio na praia, e é nessa noite, quando Perry resolve explorar o farol que tem na propriedade, que conhece Dex Foray, um produtor que invadiu, pois o local tem uma história sombrada.

Contudo, nessa noite acontece mais coisas, e Perry, que usava a luz da câmera para enxergar, acabou gravando. Quando Ada fica doente e pede para ela publicar no seu blog para manter atualizado, Perry decide o que publicar: sua história no farol.

Dessa maneira, Dex volta a vida de Perry, com uma ideia doida: gravar um programa sobre fantasmas, sendo o primeiro no farol.

A garota fica animada, até chegar lá, e ver coisas que ninguém mais vê... Ao mesmo tempo que Dex está cada vez mais estranho.

O livro não parece ter 352 páginas, você fica seguindo Perry na vida dela e transcorre rapidamente a leitura.

Não digo que Perry é uma personagem sem defeitos, mas ela tem aquele jeito de garota estranha, independente, mas que ao mesmo tempo quer achar seu lugar e encontrar o amor perfeito. Sim, como devem ter notado, Perry tem um dom para ver fantasmas.

Dex ainda é um mistério, acredito que vamos desvendar ele aos poucos na série de livros (serão nove livros ao todo), pois terminando o primeiro ainda não sei muito a respeito.

A história do farol podia ter sido melhor aproveitada, não deu para sentir medo ou receio, passou um pouco corrido, mas o enredo central foi bem apresentado e te deixa com um gosto de quero mais ao final.

Se você quer romance, vai ter que aguardar, pois acho que irá começar a acontecer mesmo nos próximos livros, nesse primeiro Dex tem uma namorada, e é uma paixão não correspondida de Perry (ou aparentemente não correspondida), como eu disse o homem ainda é misterioso ao final da obra.

Pelo que senti desse livro é um ótimo gancho para a história dos próximos, é como se fosse uma apresentação que será mais aprofundada nas obras posteriores.

Quanto a capa eu adorei o trabalho da editora, ficou muito linda e tem a ver com o enredo apresentado.



Um homem vestido da cabeça aos pés com uma capa de chuva estava no andar olhando para mim. Seu casaco e sua calça estavam molhados, e ele estava parado numa poça, o carpete encharcado e com água espalhada num raio ao redor dele.

Ada estava certa, pensei. Ele é mesmo o Demônio.

Ele abaixou a voz na última parte. Eu observei seu rosto. Seu sorriso vacilou levemente. Ele estava mentindo?

Dex olhou pela janela para verificar a situação embaixo, então se virou e colocou as mãos nos meus ombros. Olhou-me bem nos olhos.

- Ele era meio sinistro - Ada disse em um tom arrogante dando mordidinhas na carne. - Eu já estava duvidando de que você ia voltar.



 

6 comentários:

  1. Adoro livros com este gênero, mas a série ter noves livros ao todo meio que me dá um desanimo, mas ainda assim, pretendo lê-los, este parece ser bem enigmático, com um tema bacana, e a capa é linda mesmo,

    ResponderExcluir
  2. Concordo com você. Achei a capa linda!
    Mas antes de ler a resenha,pensei que o livro fosse mais denso,enfim,que desse arrepios de se ler.
    Outro ponto que achei negativo,é que a série é longa demais.

    Fiquei na dúvida!

    ResponderExcluir
  3. Dos lançamentos da Única, este foi o que mais me chamou atenção. Bom saber que o livro vale a pena.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. Cath's!
    Achei que o livro era uma série de terror ferrenho e não sei se achei bom ser mais light do que imaginava, embora poder ver fantasmas é bem interessante.
    Como falou é uma série (e longa) e de repente quem sabe? os próximos livros sejam mais intensos e fortes?
    De qualquer forma, me interessei pela leitura, gosto de livros com fantasmas e percepção para vê-los, fica algo sinistro.
    Semaninha de luz e paz!
    Cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Essa é a primeira resenha que li desse livro. Só em olhar pra capa, já me interessei. Depois que li essa resenha, minha vontade aumentou consideravelmente. Gostei de saber que nesse primeiro volume não rolou um romance. Gosto quando as tramas seguem mais o estilo a que se propõe. Ou seja, se é um livro de terror/suspense, quero que o autor se foque nisso, e não no romance.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  6. Capa dark me deixa louca! É muuuito legal livro que tem muuitas
    paginas e tem historia muuito interessante que realmente nem parece que
    vc ja leu muitas pagina tão rapidamente ! Este livro parece ser um bom exemplo disso!
    Quando vi que o este livro foi lançado fiquei louco pois achei incrivel!

    BLOG- http://b-maluco.tk/
    INSTRAGRAM- http://instagram.com/omundodejess
    weheartit- http://weheartit.com/Gikura_Viey

    ResponderExcluir