terça-feira, 26 de agosto de 2014

Resenha Quem, Eu?



Título: Quem, eu? Uma avó. Um neto. Uma lição de vida.
Autor: Fernando Aguzzoli.
Editora: Belas Letras.
Numero de Páginas: 239.

Ano de Lançamento: 2014.
Compre: Link.
Cortesia da editora.

Sinopse: Ele largou tudo que tinha – o emprego, a carreira, os estudos – para cuidar da avó com Alzheimer. E descobriu que compartilhar a dor não é sofrê-la no coletivo.É livrar quem dela sofre. Ao ver a avó que o criou enfrentar o triste dia a dia de um portador de Alzheimer.
Opinião:


Eu simplesmente amei, totalmente me apaixonei pelo livro e pela vozinha do Fernando, dona Nilva.

O livro é dividido em três partes todas narradas por seu "neto lindinho" como era costumado a ser chamado pela avó. A primeira conta a história da Dona Nilva com algumas memórias que ela tinha enquanto ainda não tinha o Alzheimer, desde a sua infância, até chegar na adolescência. Quando nova, já precisou trabalhar e acabou conhecendo o primeiro grande amor de sua vida, pena que ele era casado, mesmo assim Dona Nilva cedeu aos encantos do jovem e teve Rose (mãe do Fernando). E passando um tempo vamos vendo o crescimento de Rose e chegamos ao Fernando.
 
Nesse momento, ele começa a contar as memórias pelo ponto de vista de um neto. Ele conta o quanto ela era uma avó amorosa e amiga, e como toda boa vó, fazia os desejos e vontades do seu neto queridinho e amadinho.
 
A impressão que tive é que ela era um AMOR de pessoa.
 
Quando Fernando tinha 16 anos, eles começaram a perceber algumas coisas diferentes na Dona Nilva, e foram observando que ela estava começando a fazer confusões com remédios, nomes, a contar as mesmas histórias, mas trocando o nome das pessoas ou objetos.
 
E assim vamos vendo a doença atingir estados mais avançados, vimos o Fernando tomar a decisão de se tornar o cuidador em tempo integral e confesso que me emocionei em algumas partes do livro, que quase não consegui ler.
 
A segunda parte do livro mostra muitas fotos da vovó, sempre com uma legenda interessante criada pelo Fernando.
 
A terceira, e não menos importante, mas SIM a mais engraçada, são alguns diálogos que ele lembra de ter tido em algum momento com sua avó, finei de rir.

O livro é muito bom, eu adorei, é um assunto diferente e totalmente baseado em fatos reais, o que me deixou admirada na força de vontade e bondade dessa família, acolhendo e cuidando sem reservas da vovó Nilva.

Ao invés de colocar alguns quotes do livro, resolvi mandar alguns diálogos, curtos, mas muito bons entre os dois. Espero que vocês gostem.














8 comentários:

  1. Eu ainda não li este livro, mas já tenho uma enorme admiração pelo autor e neto Fernando. Um livro que espero ler em breve.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  2. Oie...
    Não li esse livro ainda e nem sabia de sua existência!
    Fiquei muito feliz por conhecer e achei o livro super fofo!!! Adorei e irei procurar para ler!!!

    ResponderExcluir
  3. Pri!
    Cada vez que escuto falar nesse livro, penso em escrever As memórias da Nalva, ue é minha mainha e está com a mesma doença da avó Nilva e estou acompanhando de perto.
    Tem momentos mais que tristes e momentos hilários, gostaria de deixar registrado tudo isso..
    Quem sabe o faça?
    Boa semaninha!
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você fizer, vou querer cópia do livro com autografo hein...

      Excluir
  4. Acho esse livro fofinho, quero muito lê-lo e conhecer esta história.
    Muito inteligente da parte dele escrever sobre isto, não vi e não li nada parecido com isso em um livro. Espero que não me decepcione

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho difícil de decepcionar em função de ser uma história real, quem conhece ou já ouviu falar dessa doença, vai entender perfeitamente o que acontece no livro.

      Excluir