sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Resenha: Quase Acaso.


Título: Quase Acaso.
Autor: André Tressoldi.

Numero de Páginas: 168.
Ano de Lançamento: 2012.
Editora: Novos Talentos. - Novo Século.
Compre: Saraiva.
Cortesia do autor.


Sinopse: Depois de tentar a vida na cidade grande, Reinaldo, origem simples, volta para o interior e resolve cursar uma faculdade. Lá, apaixona-se por Vânia, uma garota misteriosa que arrebata por completo o coração do rapaz. Mas entre os segredos da garota está o fato de ela já ter um namorado. Desiludido, Reinaldo resolve desistir desse amor. Com o passar dos anos, torna-se um renomado Doutor em Educação, dedicando-se a ministrar palestras pelo mundo. Porém, o tempo e as transformações não foram suficientes para que se esquecesse de Vânia. O destino, no entanto, pode mudar a seu favor com a presença do mafioso Giuseppe Fiorentini, que possui um inusitado plano para ajudar o amigo. Quase Acaso é uma narrativa imprevisível e apresenta reflexões sobre como as escolhas, as surpresas e a sorte são determinantes para a trajetória de cada um.

Opinião:

“Quase Acaso” foi dividido da seguinte maneira: conta a história de Reinaldo e Vânia. Eles se conhecem na faculdade e se tornam amigos e depois de um tempo começam a namorar escondidos dos seus colegas, pois Vânia não quer que ninguém fique sabendo desse relacionamento. E isso acontece durante todos os quatro anos do curso deles. Quando, finalmente, se formam, ela volta pra capital e termina o relacionamento com Reinaldo, mesmo jurando este ser o grande amor da sua vida.

Após o fim do relacionamento, Reinaldo se dedica completamente aos estudos, trabalhando em uma tese que futuramente fica reconhecida mundialmente, o que o acaba deixando muito bem financeiramente. Em função de seu nome se tornar famoso, um primo muito distante o encontra via internet e o convida para uma festa na mansão da família na Itália.

A outra parte do livro conta como foi a vida desse primo distante, Giuseppe, e como ele descobriu qual era os negócios de seu pai na Itália (A Máfia) mostra ele vivenciando a vida dentro dessa organização cruel e sua iniciação dentro da mesma. Até que, com o passar do tempo, ele casa-se, seu pai morre e ele torna-se dono de todo o patrimônio familiar. Ele segue o lema do seu pai: a família é tudo. Assim, ele decide conhecer alguns familiares que estão em outras partes do mundo, dando uma festa em sua casa.
Então, as duas partes do livro se encontram, Reinaldo e Giuseppe, e assim surge uma proposta que por muitos é inaceitável, a morte do marido de Vânia para que assim finalmente eles possam se unir...

Será que Reinaldo irá aceitar... No que irá se tornar a relação entre esses primos? Tudo depende de sua resposta.

Vou ser sincera com vocês, a primeira parte do livro não me cativou nem um pouco, pois os personagens são muito irritantes, chatos e prepotentes. Acabam fazendo coisas idiotas, que nos dias de hoje (que é o tempo em que se passa a história), você não acredita que está acontecendo. Acho que o autor tem muito mais inspiração quando a história começa a ter ação, mostrando a vida do primo na Itália, com temperamento forte, com aventura.
Realmente, achei a segunda parte do livro muito mais gostosa de ler, somente por isso, ele não conseguiu preencher meu coração por completo. Mas confesso que me cativou com sua escrita fácil. Afinal, o que seria de nós se no meio da vida não nos deparássemos com nossos Quase Acaso(s).



-Eu não posso, eu não posso. - Mas ao mesmo tempo em que repetia "eu não posso" , ela deixava-se levar porque realmente estava dividida entre o que, para ela, era certo e o que realmente queria.
- Você acha que é errado proteger sua família? Não é pelo dinheiro, é pela família. O que um homem tem de mais precioso é sua família e é um dever sagrado cuidar dela. Quem não cuida de sua família não merece viver.

8 comentários:

  1. OOOOOOOOOOOOOOI, PRIIIII *---* Tuuuuudo bem, amorzinho? <3 Huum, nunca havia ouvido falar nesse livro, hahahahaha! :3 Caraca, esconder o namoro dos amigos durante quatro anos? Merecem um prêmio esses dois, auahauhauahsuhas! Ué, por que ela termina con ele? :/ Noooossa, o marido da Vânia teve que morrer para que os dois ficassem juntos, auahussushsuha! Vish, sério que na primeira parte os personagens eram chatos? Deus me livre, aushsuhsusha! Boooom, gostei muuuito da sua resenha, Priii! Mas ainda assim não me interessei pelo livro, hahahahahahah! :3 *--*

    BEIJOS INFINITOOOOOOOOOS <3

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
  2. Que blog lindo ♡♥ , adorei a resenha sem dúvida mais um livro para minha infinita lista de leituras !

    Bjoos Miih

    www.bookscoffeeandcupcakes.blospot.com.br


    ResponderExcluir
  3. Olá.
    Gostei bastante da resenha. Fiquei interessado em ler a história, principalmente pela parte da máfia.
    Beijos!

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Pri!
    Pelo menos o enredo do livro é um tanto diferenciados romances que costumamos ler, tem máfia envolvida e o sentimento de tomar conta da família, mesmo que por meio não convencional.
    Agora quero saber: será que Reinaldo aceitou a proposta de Giuseppe para poder ficar com Vera?
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
  5. Oie...
    Gostei bastante da premissa do livro e achei bem interessante ter uma máfia como temática! Bem inusitado. Sem contar que a capa é linda!!
    Bom, fiquei um pouco desanimada vendo que o livro só fica mais empolgante e cativante na segunda parte, pois o livro tem poucas páginas e quanto essa primeira parte pega das páginas? rsrsrs
    Não sei se teria paciência para chegar na segunda parte com esses personagens arrogantes!

    ResponderExcluir
  6. Me parece ser interessante a história, mesmo com esses pequenos relapsos do autor. Ainda não conhecia a obra, mais gostei muito do que li aqui.

    ResponderExcluir