segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Resenha O Colecionador de Borboletas.



Título: O Colecionador de Borboletas.
Autora: Cecília Mouta.
Editora: Novo Século.
Número de Páginas: 256.
Ano de Lançamento: 2012.
Compre: Saraiva.
Cortesia da autora.
.
Sinopse:
Você sabe qual a verdade sobre o efeito borboleta? Nicola é um pesquisador e colecionador de borboletas que perdeu a memória. Durante sua recuperação, com a ajuda de uma psiquiatra, descobre que possui o poder de voltar ao passado e modificá-lo, e também que era apaixonado por uma garota chamada Joana, que aparece repetidas vezes em meio à suas confusas visões. Pior que uma lembrança morta, é uma lembrança que insiste em ressurgir. E Nicola terá que seguir o fio de suas vagas recordações para desvendar até que ponto alterou seu passado. Porém, este colecionador ainda não tem consciência do quanto o efeito borboleta pode ter afetado seu próprio destino.

Opinião:
O livro é simplesmente incrível, a começar pela capa magnífica! Lembro de ter ficado um longo tempo observando essa capa no momento em que recebi o livro.

A escrita da Cecília é ótima, bem tranquila, daquelas que não cansa na hora de ler e rica em detalhes, mas não do tipo chato que você fica "ai meu deus, quando esse parágrafo vai acabar?". Ela é rápida e direta.

O livro se trata de um jovem (pelo menos eu imaginei ele jovem) chamado Nicola Macwood, que encontra-se em uma casa de repouso, sob os cuidados da enfermeira Ester e da Dra. Liz. No começo da história, Nicola está sofrendo com uma amnésia e não se lembra de quase nada sobre o seu passado e nem do porquê de estar naquele lugar, apenas sabe o que lhe disseram. Sabe que gosta do toque suave das borboletas e carrega consigo uma caixa, com uma borboleta verde. Ao decorrer das páginas, Nicola vem tendo flashes de visões de seu passado, visões estas que o fazem perder a consciência e ficar alguns meses em coma. Aos poucos ele vai se lembrando de quem realmente é, o que aconteceu em seu passado e o que quer em seu futuro.

Um ponto negativo é que Nicola tem flashes de seu passado o tempo todo e eu sentia muita vontade de saber mais do "agora". Outra coisa que ficou meio chata foi sobre o efeito borboleta. A ideia tinha tudo pra ser boa, mas eu acho que seu primeiro uso podia ter sido mais pra frente na história. E eu não simpatizei muito com a Joana, falo mesmo.

O colecionador de borboletas é uma história que realmente te prende e eu confesso que cheguei a chorar em um dos flashes. Depois que o li, não vi mais borboletas da mesma forma, mas infelizmente, nunca senti o toque de uma. Livro super indicado para todos os leitores do blog, vale MUITO a pena.


Se eu tivesse que escolher uma cor de borboleta para ser, escolheria verde, pois verde é esperança.
"Você já ouviu falar do Efeito Borboleta?"
"Não. O que ele diz?"
"Minha avó dizia que o caos está organizado em uma ordem própria. Que o que acontece segue uma ordem de pequenos fatores."
"E o que isso quer dizer?"
"Ela acredita que é possível modificar o passado. Mas só algumas pessoas conseguiriam fazer isso."
Eu ri.

5 comentários:

  1. Carolina!
    Interessante o enredo, entretanto, qual o sentido da história de Nicola? Ele consegue se lembrar? Fiquei curiosa e lembrei do livro O Efeito Borboleta, onde a cada vez que o protagonista voltava ao passado, o futuro era modificado e ele ficava mais fraco e com a memória debilitada... Tem outros filmes também...
    Valeu a resenha.
    Boa semaninha!
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
  2. A capa é linda, e chama bastante atenção. Já é um ótimo argumento para se conhecer.
    É a primeira vez que vejo este livro e leio uma resenha, gostei muito e chegou a me agradar, pretendo lê-lo o/

    ResponderExcluir
  3. Oi Carol, não conhecia este livro, já vi um filme que o mote era justamente este "efeito borboleta" quando algo de seu passado era mudado. Gostei, vou anotar a dica.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. Oie...
    Sou apaixonada por borboletas e de cara já fiquei apaixonada pelo livro só pela capa e pelo título!!!
    Lendo a resenha, quero mais ainda o livro rsrsrs já tive a oportunidade de ter o toque de uma borboleta em meu braço e é super delicado!! Acho que vou me emocionar muito com o livro!!

    ResponderExcluir
  5. O livro é realmente muito emocionante! Vale a pena lê-lo.

    ResponderExcluir