quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Resenha Estudo Independente.


Título: Estudo Independente.
Trilogia: O Teste. - Livro 2.
Autora: Joelle Charbonneau.
Editora: Única.
Numero de Páginas: 320.
Ano de Lançamento: 2014.
Cortesia da Editora.

Sinopse:
Cia Vale tem dezessete anos e tem tudo o que sempre sonhou: um amor perfeito, um lugar na universidade e um futuro como uma das líderes da Comunidade das Nações Unificadas. No entanto, apesar de todos os esforços do governo para apagar a memória de Cia, ela ainda lembra o que aconteceu. Ela precisa escolher entre ficar em silêncio e proteger a si mesma e as pessoas que ama ou expor o Teste e o que ele na verdade é, um programa assassino que deve ser impedido. O futuro da Comunidade depende dela. No segundo volume da saga de Joelle Charbonneau, a chance de fazer parte da revitalização de uma civilização pós-guerra colide com o desejo de fazer oque o coração manda. Selecionado pelo USA Today no TOP TEN Summer Reads.Escolha dos livreiros independentes de 2013.
Opinião:

Sabe quando você termina a leitura de um livro e deseja gritar? Pois não deseja esperar a publicação da continuação e sim lê-la nesse exato instante? Foi assim que terminei a leitura de “Estudo Independente”.

Uma apaixonada por distopia que encontrou nessa trilogia todos os elementos para deixá-la doida por mais. Não desejo nem pensar como vai terminar o próximo livro.

Enquanto em “O Teste” Cia estava descobrindo como funcionava o mundo para entrar na universidade – e que foi uma baita surpresa já que houve muitas mortes pelo caminho, no segundo livro ela está com as memórias apagadas, mas graças a uma gravação que fez, ela tem noção do que aconteceu e que deve tomar todo o cuidado e sempre ir bem nas atividades, pois ir mal pode significar morrer, literalmente.

O livro já começa agitado, com os alunos sendo redirecionados (mortos) ou passando para uma área especifica de estudos. Cia sempre quis ir para “Engenharia Mecânica”, mas acaba em “Governo”. Acontece que agora as coisas não serão fáceis também e terão mais testes em que vidas serão arriscadas para participar.

Cia ainda tem que se preocupar se está parecendo muito preparada para os testes, e acaba atraindo a atenção da professora Holt (coordenadora do curso que ela frequenta) e do doutor Barnes.

Cia descobre que há rebeldes se reunindo para ir contra Os Testes, estando com pessoas infiltradas. Ela quer ajudá-los, mas como saber em quem confiar?

Até esse momento a autora não deixou nenhuma ponta solta, ao menos que eu tenha percebido. No ápice do final você percebe apenas uma página antes o que vai acontecer, o que me deixou querendo gritar: "Vai acontecer isso! Não faça isso!" E, mesmo depois desse instante, a autora ainda conseguiu me surpreender com o rumo que ela deverá levar o próximo livro.

Os personagens que você conhece (e sobreviveram) no primeiro livro vão estar de volta, mesmo que apareçam menos que nos anteriores. Acredito que todos vão aparecer muito ainda no terceiro e último livro. E têm personagens novos, que descobrimos um pouco nessa obra, mas que creio que serão mais aprofundados na próxima.

Há um ponto negativo, que não é da autora, mas sim da editora: faltou revisão, faltou novos parágrafos em algumas partes, e faltou letra maiúscula no início de várias frases.

Eu indico tanto o primeiro livro quanto o segundo, acredito que a autora manteve os pontos cativantes do primeiro volume ao mesmo tempo em que foi introduzindo ingredientes. Pessoalmente, favoritei esses livros. 
 
P.S.: Quem parar para pensar ao final, pode notar que a autora engaja algumas críticas a nossa sociedade dentro do livro, o que acho totalmente positivo.


Animais selvagens de diversos lugares do mundo eram tirados de suas casas e trazidos para lugares como este. Temos nossa cota de animais selvagens farejando além e algumas vezes no limite de Cinco Lagos. Alguns são pequenos e relativamente inofensivos, mas há espécies que podem matar com um golpe dos seus maxilares. É difícil imaginar uma época em que alguém pegava essas criaturas e as forçava para dentro de jaulas para servir de diversão.
 Cresci acreditando que nossos líderes tinham aprendido com os erros do passado. Que, pelo menos, os Sete Estágios da Guerra nos ensinaram que a vida é frágil e preciosa. Que aqueles que sobreviveram têm a obrigação não apenas de reparar os danos, mas de nunca repetir as ações que nos levaram à beira do desastre.
Só porque os membros do conselho devam representar todas as pessoas do seu setor, isso não significa que eles o fazem.




9 comentários:

  1. Olá Cath's
    Nossa, só de ler sua resenha fiquei mega curiosa em conhecer essa história. Fiquei ainda mais animada quando vi que ele ganhou cinco corações!!!!! Quem sabe eu consiga colocá-lo na minha lista de desejos.

    Beijos
    http://estantedafer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A autora conseguiu manter o padrão do primeiro, o que me deixa muitooo curiosa sobre o terceiro.

      Excluir
  2. OOOOOOOOOOOOOOOOOI, Cath *-* Tá boa, anjo? ♥ Aaaaaaaaaaah, Estudo Independente <3 Tô doida por esse livro, haha! Verdade! Sempre digo isso, mas é que sou uma leitora assídua, deu pra perceber, uasuhshusahu! Eeei, sério que você sentiu vontade de gritar? Uzuhuhashhuas, vamos descobrir o porquê, hahahaha! E credo! Se a Cia for mal em algo, pode morrer? o.O Bando de doido, mas tá, uhasusauhsuhash!
    E ebaaaa, amo livros que começam com toda a força possível, hahahahah! ♥ Já nos deixa ansiosos desde a primeira página! Ish, a Cia foi meio previsível, né? Hahaha, sabia que iria chamar a atenção de alguns! E cara, a autora conseguiu te surpreender mesmo você já prevendo o que ia acontecer? Hahaha, incrível isso! Hahaha! Vish, faltou revisão? :/ Melhor eles prestarem atenção nas próximas vezes, para que não ocorra eventuais reclamações dos leitores, uhashuashashu! E ebaaaa, a autora engaja algumas críticas da sociedade? Gostei! Adoooooooorei sua resenha, diva, hahahahahaha! ♥

    BEIJOS INFINITOOOOOOOOOOOOS! ♥

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles são bem cruéis, e mostra também que os seres humanos são cruéis, você tem que saber resistir a isso mesmo em circunstancias horríveis. Eu não esperava a decisão final. Obrigada! ♥

      Excluir
  3. Estou muito interessada no enredo destes livros. Tenho acompanhado ambos através das resenhas que tem saído e tenho gostado muito do que tenho lido. Bom saber que a autora manteve o padrão nesta sequência.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei muito, adoro distopias e essa me conquistou Rose, vale a pena ler!

      Excluir
  4. Cath's!
    Gosto demais de ficção distópica, onde a realidade futurista bem poderia ser real.
    Acompanhar a saga da Cia tanto no primeiro volume como nesse é muito mágico. A aventura de estar sem memória e ainda assim conseguir atingir seus objetivos, cria uma paixão pela protagonista e nos faz desejar o próximo livro.
    Muito bom!
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
  5. Oie...
    Já li várias resenhas falando muito bem dos dois livros da série, mas ainda não li nenhum deles.
    Estou louca para ler, pois os livros apresentam bastante aventura e ação. Gosto muito de distopias. Muito bom saber que a autora manteve o padrão de qualidade no segundo livro.
    Pretendo esperar o terceiro livro ser lançado para comprar a série inteira de uma vez.

    ResponderExcluir
  6. ¨Tenho muita vontade de ler os dois, as resenhas são sempre positivas, as capas são lindas.
    Preciso de mais o que pra ler estes livros?
    Ahhhhh! Lembrei, me falta dinheiro :(

    ResponderExcluir