terça-feira, 19 de agosto de 2014

Resenha Enviada.


Título: Enviada.
Série: Eternos.
Autor: Sérgio Pereira.
Editora: Chiado.
Numero de páginas: 230.
Ano de Lançamento: 2014.
Compre: Saraiva. - Amazon.
Cortesia do autor.

Sinopse:
Tudo havia se tornado turvo em minha mente. Talvez fosse mais um dos meus sonhos esquisitos. Porém, não era. Frederik perdera suas asas. Meu Anjo se fora para talvez nunca mais voltar para mim. Eu tinha que me convencer que ele estava realmente morto... Angela Petre, uma doce garota de dezesseis anos marcada pela extrema preocupação de sua mãe em mantê-la sã e salva, sonha em encontrar seu par perfeito até conhecer Frederik, o primo de sua melhor amiga. Mas tudo leva a um rumo não imaginado por ela: Frederik é morto diante dos seus olhos em pleno Ano Novo. A tremenda mudança de rotina a leva a sair de Viena, na Áustria, para viver no Rio de Janeiro por ordem de uma misteriosa mulher, ou melhor, de um Arcanjo, que lhe conta toda a sua verdadeira origem e o porquê das suas mudanças repentinas de cidades e cidades. Na Cidade Maravilhosa, Angela conhece Dimitri Costa, seu mais novo amigo, que mais parece seu Anjo da Guarda e Gustav Reltih, um garoto misterioso que oculta em seus olhos negros um grande segredo que ela insiste em descobrir. Logo, os três formam um triângulo amoroso, então, ela se vê diante de uma escolha que nunca poderia dizer que faria um dia: escolher o Bem ou o Mal? Qual lado escolher e qual saber o certo? 
Opinião:

Enviada conta a história de Angela, que, desde antes do nascimento. a mãe achava que tinham pessoas a perseguindo para fazer mal ao feto, então fez a família se mudar do Brasil para vários lugares.

O livro começa em Viena, com Angela já adolescente, sendo controlada pela mãe e reencontrando seu "namorado" Frederik. Acontece que Frederik é morto na mesma noite em que ela tem que aceitar que é a enviada do Senhor para determinar com o os seres do Mal.

Assim,  ela se muda de volta para o Rio de Janeiro, onde conhece Dimitri e Gustav na escola, e começa a se perguntar se eles são anjos, e depois qual é o anjo bom e qual o mal.

Eu achei que a ideia central do autor foi muito boa, mesmo sendo um tema batido anjos e anjos caídos, quando bem escrito é envolvente. Acontece que ao meu ver teve falhas nos personagens e no decorrer da obra.

No começo você gosta de Angela, já que ela é totalmente sufocada pela mãe. Depois você vê que não é bem assim, já que a garota sai quando quer sem dar muitas satisfações e fica por isso mesmo. Sem falar que a cada página ela está mais egoísta e nojentinha, foi uma personagem que me deu vontade de trancar no quarto até saber se portar em sociedade.

Dimitri começa super protetor e agradável e vai se tornando um ogrinho, nada compatível com o comportamento esperado.

Gustav é o que mais se salva, ao meu ver, já nas primeiras páginas do livro você sabe a que ele veio, mas também tem situações que você não entende que loucura passou pela cabeça dele.

Como é uma série, esse livro serviu como apresentação dos personagens e da história, mas não teve um ponto alto. Senti falta de um enredo melhor definido, em que acontecesse algo que te fizesse mergulhar totalmente na leitura e esquecer da vida. Mas o que acontece que deveria ser o ápice não conseguiu ser envolvente, foi muito corrido e levou a um final que serve para continuação, mas não para completar definitivamente o primeiro livro.

Em resumo, acredito que o autor possa melhorar muito o segundo da série e espero que os personagens cresçam no decorrer, pois a ideia tem muito potencial.


Se Dimitri fosse mesmo um Anjo, ele tinha de ser o meu Anjo da Guarda, ou não. E Gustav, meu Anjo da Morte, ou não. O Anjo fora enviado para me seduzir e acabar comigo. Mas eu não conseguia distinguir quem era quem, uma vez que até o mais maléfico pode se esconder em pele de cordeiro.
Eu estava seca e bem quentinha debaixo de dois edredons. A chuva salpicava os vidros do meu quarto. Gustav era lindo demais. Não tão atencioso quanto Dimitri, mas era capaz, se eu desejasse, de buscar todas as estrelas do céu para mim, caso eu as pedisse.
- Nossos dons nos ajudam a desfazer coisas que não queremos que aconteçam realmente, se é que me entende?
Atordoada, passei pela pista sem olhar. Gritei, com os olhos fechados. Um ônibus vinha para me atingir em cheio. Ouvi a voz de Dimitri gritar pelo meu nome.

4 comentários:

  1. Cath's!
    Anjos são minha obsessão. Tudo que se relaciona a eles me interessa e principalmente livros.
    Através de sua análise vi que o livro teve uma classificação fraca e que não gostou muito do desenvolvimento do enredo, ainda assim, gostaria de ter e ler o livro.
    A capa pelo menos é bela.
    Boa semaninha!
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
  2. Não me empolguei muito com o enredo, apesar que gostar muito de histórias com anjos. Quem sabe com a continuação da série eu acabe mudando de ideia.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  3. Os únicos livros envolvendo anjos que li foram da saga Fallen, realmente fiquei encantado.
    Este livro deve ser ótimo, mas acho que vou esperar lançarem o próximo, assim, compro os dois e uma vez só

    ResponderExcluir
  4. Oie...
    Gosto muito de livros que tenham em seu enredo anjos!!
    E já fiquei apaixonada pelo livro somente pela capa e pelo título!!
    Lendo a resenha fiquei com mais vontade de ler o livro!! E também vou esperar lançarem o próximo para comprar de uma vez, pois não suporto ter que esperar o livro ser lançado para poder comprar e continuar a leitura!!

    ResponderExcluir