quarta-feira, 16 de julho de 2014

Resenha A Rosa e o Dragão.


Título: A Rosa e o Dragão.
Autora: Vanessa Pereira.
Editora: Novo Século.
Numero de páginas: 312.
Ano de Lançamento: 2013.
Compre: Saraiva.
Cortesia da autora.

Sinopse:
Nosso destino está definido ou somos nós que o escrevemos através de nossas escolhas? Desirée é uma típica adolescente, com amizades fortes desde a infância. Pais ausentes, amigos presentes e uma certeza: a amizade não se troca por nada. Mas e quando surge um amor inimaginável? Tudo se transforma ao conhecer Andrew, um rapaz elegante, que chama a atenção por seu modo de ser. O amor acontece e dispara o coração adolescente. Contudo, Desirée mal sabe o que a espera. Um único pedido de Andrew e toda sua vida pode mudar.
Opinião:

Esqueça a sinopse, esse é só o começo de um dos enredos que tem o livro. Quando você acha que sabe o enredo principal, ganha a surpresa de tudo ter uma reviravolta.

Desirée é uma garota normal, com amigos, e um tanto quanto cabeça oca. Numa noite ela conhece Andrew, bonito e misterioso, o que a maioria da população feminina acha atraente. 

O problema é que quando o garoto chega e anuncia que é um vampiro e que tem que ir embora para seu clã e quer que Desirée vá junto, ela topa.

- Ou você vai comigo. - Encarou-me e procurou meus olhos, firmando o olhar para eu entender que era muito sério. - Esquece toda a sua vida aqui. Confia em mim, acredita no que eu vou te contar e vive eternamente ao meu lado.

Isso é somente o começo da história e você nota desde a primeira página que o Andrew é um vampiro, logo não considero isso um spoiler.

Acontece que chegando no clã, Desirée vê que nada é como ela pensava, não sabe mais em quem confia, e não pode voltar a sua antiga vida, afinal só pode sair a noite, não pode mais andar na luz do sol.

A obra é bem leve de ler, a autora tem uma escrita simples, que te leva para aquele mundo e parece que descansa sua mente.

Mas também achei pontos negativos, Desirée muda de personalidade rapidamente e isso acontece várias vezes no decorrer da obra. Para alguém que liga tanto aos amigos na verdade parece o oposto, sai aprontando sem pensar direito.


Desculpe... Eu não deveria ter insistido para que você fosse comigo.

Além disso, quando você se acostuma com o enredo apresentado e os personagens, chega o final e tudo que acredita no livro muda num piscar de olhos, e você (ao menos eu) fiquei me perguntando como aceitaram aquilo em menos de um minutos, se é o que estavam lutando contra.

Tem um fato muito importante que me deixou chocada: a facilidade com que todos aceitam matar humanos para se alimentar. É algo que passa até rapidamente de tão fácil que eles aceitam, em nenhum momento contestam isso.

Eu gostei muito mais dos personagens masculinos da história, embora, por ter muitos acontecimentos, quando você começa a se apaixonar por um deles, a trama muda e você vai para outro local. Senti falta de mais tempo para me aproximar mais de cada personagem individualmente.

O grupo que aceita e salva Desirée (várias vezes) são chamados de Streshs, e são adoráveis. Fizeram eu gostar deles instantaneamente.

Acredito que as ideias da autora tenham muitos potenciais, sendo diferentes do habitual sobre vampiros, mas que no decorrer da obra ficou muito rápido, seria melhor um pouco mais de tempo entre os acontecimentos para explicar certos comportamentos.

No final eu lhes digo que é um livro bom, com uma ideia geral muito boa e que é divertido de ler, além de ser bem rápido, mas que tem seus pontos negativos como citados acima.




Ele então me seguiu. Eu entrei e deixei a porta entreaberta. Quando ele entrou e fechou a porta, eu o segurei pelo pescoço e tapei sua boca com a mão. Virei seu pescoço e comecei a beber seu sangue. Ele apagou em menos de dois minutos.
- Eu não quero ser iludida, Anthony! - gritei eu para ele. - Não quero que fique dizendo que ele pode ter mudado! que ele me quer! Isso é mentira!
Era um martírio eu não poder acabar com o clã deles. eu acabaria comigo mesmo e com Desirée, e ainda restariam vampiros que não pertenciam ao clã.





6 comentários:

  1. Inicialmente não seria um livro que eu leria, principalmente por essa correria que parece ser o livro... O assunto de vampiros já me parece batido, mas como vc disse que não é o clichê talvez daria uma chance...

    ResponderExcluir
  2. Cath's!
    Livros de vampiros são os meus favoritos e fazia tempo que não lia uma resenha de vampiros, agora são tantos outros seres fantásticos que os vampiros ficaram à margem...
    Quando um livro é muito rápido causa mesmo um pouco de frustração para nós leitores que gostamos de tudo bem explicadinho.
    Gostaria de conhecer os Streshs e saber um pouco mais sobre eles.
    Semaninha de luz e paz!
    Cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Oi Cath's, a sinopse chama bastante atenção. O fato da Desirée mudar de personalidade rapidamente me incomoda um pouco, porque pela sinopse a gente pensa totalmente o contrário da moça, mas ok.. rs
    Espero ler este livro, ver o que acharei sobre.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Adoro temas com vampiros com seres escuros e sem ser muito real, fantasia me encanta, quero saber sobre Streshs e conhecer o livro, a resenha ficou boa e deu para entender sobre o enredo do livro, beijos
    thay ;*

    ResponderExcluir
  5. Nossa, eu nunca imaginaria pelo título que seria assim..adoro livros sobrenaturais, com vampiros, lobisomens... gostei muito de saber que o livro no surpreende a cada instante.. Isso é ótimo pois prende a nossa atenção, além disso, fiquei um pouco preocupada com Desireé, mas já pequei cada moçinha cricri, que vai ser tranquilo lê-la.. Obrigada por me apresentar esse livro... Agora,preciso tê-lo e assim poder descobri o que acontecerá no final...fiquei mega curiosa...

    bjs e parabéns pela resenha

    ResponderExcluir