domingo, 8 de junho de 2014

Resenha A Deusa Cega.


Título: A Deusa Cega.
Autora: Anne Holt.
Série: Hanne Wilhelmsen.
Editora: Fundamento.
Numero de páginas: 344.
Ano de Lançamento: 2013.
Compre: Link.
Cortesia da Editora.

Sinopse:
O corpo desfigurado de um traficante de drogas. Um homem coberto de sangue vagando pelas ruas da capital da Noruega. E um advogado criminal de fama obscura assassinado com um tiro. Três eventos aparentemente isolados instigam o faro apurado de uma investigadora sagaz e irônica, que junto com seu colega mergulha em um caso com poucas pistas e muitas perguntas sem respostas. Em meio a boatos envolvendo advogados e o tráfico de drogas, mensagens codificadas e uma enorme rede de corrupção que pode chegar aos altos escalões do governo, a autora Anne Holt descreve uma teia de crimes e batalhas políticas na qual somente a deusa da Justiça pode se dar ao luxo de ter os olhos vendados.
Opinião:

Karen Borg está caminhando com seu cachorro quando encontra um corpo desfigurado, o mais estranho acontece quando é chamada por um antigo amigo de faculdade que está cuidando do caso, pois o suspeito só deseja ela como advogada, sendo que Karen nem trabalha com Direito Penal e sim com Direito Comercial.

Hakon e Hanne que estão investigando o caso, logo percebem que pode ser bem mais complicado do que aparentava no inicio quando ocorre mais uma morte e começam a crer que pode ter a ver com o trafico de drogas.

Eu adianto a vocês que o livro é uma leitura muito gostosa, tendo suas 344 páginas, se consegue lê-lo rapidamente, pois a história te conquista e te faz não querer largar.

Além disso a obra não mostra só um ponto de vista, você não fica preso a uma perspectiva, pois vai mudando o foco do narrador, assim como acompanha os investigadores, acompanha também o que está acontecendo com o criminosos.

Também temos os relacionamentos, tanto dos personagens entre si quando deles com os criminosos. Temos a relação de Hakon e Karen que vai se desenrolando no decorrer do livro. Temos Hanne que é lésbica e tem receio que ao saberem disso seus colegas não a respeitem mais, então não conta isso no trabalho.

Ao mesmo tempo mostra diversas personalidades de criminosos, o que querem mais dinheiro, os que estão chapados, os que só notam o que fazem depois e não podem mais mudar as atitudes.

Gostei muito do livro, fazia tempo que não pegava um romance policial e achava tão gostoso de ler, foi como se a Anne Holt balanceasse um traço de Agatha Christie com uma leveza na ficção, o que tornou a leitura cativante.

Se você gosta de uma romance policial, com um suspense e aquele mistério que vai juntando mais peças aos poucos, acredito que vá gostar desse livro.

A Deusa Cega faz parte de uma série de livros da investigadora Hanne Wilhelmsen, e admito que estou curiosa para ler o próximo.
 
- É difícil enxergar com uma venda diante dos olhos - disse Hakon. Não obteve resposta.
 À noite, todos os seus problemas se tornavam enormes, inclusive aqueles que durante o dia não eram mais do que pequenos incômodos, e, às vezes, nem isso.
E foi isso. O homem já saciara suas necessidades básicas, isto é, um banho, um café da manhã, algo para beber e um par de cigarros, e seu comportamento dava a entender que já dissera tudo o que tinha para dizer.
Não, aquela não estava sendo uma boa noite, de modo que não continuaria sendo assim. Mas a noite de Hakon melhorou um pouco quando Karen terminou a ligação dizendo: - Não desista de mim, Hakon. Boa noite.

8 comentários:

  1. Ótima resenha. Parece ser daqueles livros que você não consegue parar de ler a té que se chegue ao final. Adoro romances policiais. E pelo que você falou, a escrita da autora é realmente muito boa. Além de que o livro envolve muitos tópicos do mundo do crime e outras coisas. Fiquei bem curiosa.

    Bjok

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é assim mesmo. É super envolvente de ler.

      Excluir
  2. Estou acompanhando este livro pelas resenhas e tenho gostado muito do que tenho lido. A ideia de intercalar os pontos de vista acho que deixa o livro mais rico e ágil.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixa mais completo, e te faz gostar de mais personagens, rsrs.

      Excluir
  3. Adorei a resenha. Amo livros romance policial <3
    Pena que é uma série de livros, estou meio que evitando SQN elas mi chamam, fazer oque??? Sou muito ansiosa quando começo quero logo o outro livro e ai vai.
    Mais vou deixar anotado talvez eu leia. ;)
    Pelo que vi esse livro é muito bom, quando li a sinopse ja gostei *-* uma leitura bem gostosa. Não conhecia o livro, autora NADA.
    Bjs Mi *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas são independentes, não precisa necessariamente ler o próximo.

      Excluir
  4. Confesso que eu não gosto muito dos livros da Fundamento, massssss, que livro é esse meu povo?
    Adorei a premissa dele. Sou suspeita para falar, porque o gênero policial é um dos meus favoritos, ainda mais juntando mistério, suspense e afins... me fez lembrar um livro do Harlan Coben. Adicionado a lista de desejados já!

    ResponderExcluir