quarta-feira, 2 de abril de 2014

Lançamento: Escala Educacional.

“O Fio” faz parte da coleção “História sem palavras” . As Histórias Sem Palavras são contadas exclusivamente por imagens, por meio de narrativa visual. As imagens ganham movimento, os personagens “saltam” das páginas, e a imaginação do leitor pode se tornar a principal fonte de criação da narrativa.As ilustrações de “O fio” narram a trajetória e os desafios enfrentados por uma garotinha depois de descobrir que está com câncer. As ilustrações foram criadas pela autora, Suppa, para uma animação institucional da TUCCA, Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer.
A TUCCA é uma entidade sem fins lucrativos fundada em 1998 por médicos, pais de pacientes e representantes da sociedade civil, com a proposta de elevar as taxas de cura e de melhorar a qualidade de vida de jovens carentes com câncer. Sua principal proposta consiste em mudar a forma de encarar o câncer, preocupando-se também com a qualidade de vida social e psíquica das crianças e jovens.
A autora Suppa conheceu a TUCCA há dez anos e, desde então, utiliza suas ilustrações para colaborar com a Instituição. As ilustrações de “O Fio” encantam os leitores, pois conseguem trazer leveza e fantasia para um tema que é evitado pela maioria das pessoas. Nesta linda história, o leitor é levado ao tema de forma natural, profunda e prazerosa e, assim como a personagem da história, descobre que existem diversas formas de vivenciar o câncer.
A fantasia e a beleza desta história sem palavras juntamente com a suavidade da autora tornam “O fio” uma belíssima e delicada obra de arte. 

Caso tenham interesse podem conferir a resenha que o blog Estante das Letrinhas, do Jornal Estadão fez, clicando aqui.

E quem desejar comprar produtos da TUCCA pode olhar a lojinha clicando aqui.

2 comentários:

  1. Pode até ser infantil, mas eu achei bem interessante.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Como vou prestar vestibular esse ano eu fico de olho nos jornais pela internet, e já tinha lido esse artigo *-*
    Precisamos de mais instituições como a TUCCA no Brasil...

    ResponderExcluir