sexta-feira, 7 de março de 2014

Resenha Cisne.


Título: Cisne.
Autora: Eleonor R. Hertzog.
Série: Sim.
Editora: Dracaena.
Numero de páginas: 832.
Ano de Lançamento: 2012.
Cortesia da autora.
Site da autora. - Você pode comprar diretamente no site.

Sinopse:
Ninguém sabe exatamente quais são os critérios de seleção da Escola Avançada de Champ-Bleux, mas não há como discutir sua eficácia. Seus exames de ingresso não erram nunca! Entre milhares de candidatos de todos os pontos da Terra, apenas duzentos e cinquenta são escolhidos a cada semestre. E, num mundo onde ser cientista é o maior status que alguém pode desejar, a Escola Avançada de Champ-Bleux forma aqueles que são disputados a peso de ouro. Doris e Henry Melbourne são cientistas formados por Champ-Bleux. Aparentemente, são biólogos marinhos. Aparentemente, suas vidas se centram no Cisne, barco de pesquisas onde moram com os filhos. E, também aparentemente, são terráqueos... Seus filhos acreditam em todas essas aparências – ao menos por enquanto. Seguindo os passos dos pais, os jovens Melbourne fizeram os exames de ingresso para Champ-Bleux. Enquanto, cheios de expectativa, aguardam os resultados para saber se ao menos um deles entrou na Escola Avançada, veem-se envolvidos numa questão diplomática entre Terra e Tarilian, o único outro mundo habitado que os terráqueos conhecem. Inesperadamente, o futuro das relações entre os dois mundos vai ser decidido em um barco no meio do oceano! Mal sabem eles que isso é apenas o começo... Logo precisarão decidir pela Terra inteira!


Opinião:

Você simplesmente lê a sinopse e pensa que o livro irá seguir uma linha, mas na verdade ele segue várias linhas.
Quando eu terminei de ler, o que foi hoje, a ideia que ficou na minha cabeça é: esse livro pode ser o Harry Potter brasileiro.
Não porque eles sejam parecidos, não são, mas porque o potencial se assemelham.

Você irá conhecer a família Melbourne, que é imensa, os pais são Doris e Henry, seus filhos? Ted, Teo, Tom, Tim, Pam, Lis, Bobby e a filha adotada Peg. 
Teo e Ted eram os gêmeos mais velhos, com dezesseis anos; depois, vinha outro par de gêmeos, Tim e Tom, com 15 anos. Pam era a seguinte com quatorze, Lis tinha treze, e depois vinha uma pausa de cinco anos (nos dias de tédio, os filhos se divertiam especulando o que teria acontecido naqueles anos para os pais não terem procriado o filho anual) e vinha o caçula, Bobby, de oito anos. Peggy tinha quatorze anos como Pam, e havia se entrosado perfeitamente com eles desde o primeiro dia.
Todos vivem em um barco, chamado Cisne. Doris e Henry são biólogos marinhos e seus filhos sua tripulação.
Existe uma escola chamada Escola Avançada Champ-Bleux, que é a melhor, só entram duzentos e cinquenta alunos por ano, (quase) ninguém entende seus testes, mas sempre acertam, só entra realmente quem não desistirá, afinal são dez anos na escola.
Como vocês podem ver na sinopse, todos Melbourne entram em Champ-Bleux, com exceção de Bobby que ainda não tem idade para isso.
Esse é o primeiro enredo que você tem, inclua agora um outro mundo: Tarilian.
Terra e Tarilian tem relações tensas, o que ajuda a manter o laço é o intercambio de cientistas que fazem, só que colocaram dois Talirianos com o Doutor Orel, que detesta Talirianos desde que sua família faleceu, assim o doutor faz a vida dos dois Talirianos infernais, recusando dar alimento até.
Como isso afeta os Melbourne? Colocam os dois cientistas Talirianos + um repórter Taliriano no barco deles, que nem faz parte do intercambio, para ver se conseguem acalmar Tarilian.
Agora o problema é que enquanto os dois cientistas estão se acostumando com os Melbourne, o repórter Taliriano começa a inventar brigas e publicar noticias, então se transforma em uma crise em grande escala.

Acha que isso está bom de enredo? Vários filhos, cientistas, outro planeta, repórteres, briga, biólogos...
Mas a autora não parou por aqui e a verdadeira trama que se entrelaça com esses pontos está ali te esperando, e essa vai te conquistar, te amarrar, e te fazer ficar lendo até cansar e mesmo depois de cansar.
O que é? Digamos que está tudo ligado e tem um porque para tudo que acontece, e existe um universo todo para descobrir dentro do livro, que funciona totalmente diferente de tudo que podem esperar.

Eleonor criou uma história que reuniu elementos terráqueos e ideias totalmente originais, ela pegou um assunto que poderia ser banal como extraterrestres e criou um universo magnifico e imensamente vivo.
Eu me apaixonei instantaneamente por Tim, sempre engraçado, mas também muito inteligente e por Peggy que você vai descobrindo a importância que tem aos poucos. Todos os Melbourne são bem estruturados e acaba se apegando a todos por suas personalidades.
É uma história que vai se desenrolando aos poucos nas 832 páginas, você tem vários personagens e todos com suas singularidades.
Se tem uma coisa que pretendo é ler A Linhagem, continuação, eu me apeguei tanto aos personagens que agora sinto falta deles.


- O que está nas entrelinhas desse raio de ditado é que me incomoda! Por que ele saiu de lá voando baixo, como se você tivesse acertado um soco? Mana, faz tempo que você anda de olho neste peste, sempre a meia corrida de distância e foi bem por isso que se meteu no meio quando ele e Jean iam se esbordoar? O que, afinal, você disse pra ele, que deixou a criatura tão furiosa?
Tinha algo de sonhos, aquele veleiro... Talvez fosse a Lua, ou o marulhar leve das ondas, ou o balanço do barco... Ou talvez fosse aquela estranha família, deixando a bordo uma parte de sua magia. Magia? Sorrisos, alegria, um tapa nas costas, uma palavra amiga... Amizade da melhor qualidade.

A causa das ofensas que você sofre são as falhas do seu caráter, e não o que os outros dizem. Quando o caráter é reto e firme, as ofensas não atingem.

Coisas sem sentido também acontecem, em particular quando as pessoas estão partindo das premissas erradas.

11 comentários:

  1. Muito interessante a história, curti mesmo ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom mesmo Pri, mas já te disse isso, haha.

      Excluir
  2. Só vejo resenhas positivas sobre este livro, mas não consigo me ver o lendo :(

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ai que bom que o livro é legal!!! Pois eu me encantei de cara pela capa. Nossa imagino que ele deva ser bom mesmo pra você achar ele interessante ao ponto de comparar com Harry Potter. Mas se ele tem potencial quem sabe não é mesmo??

    Beijos
    http://www.partesdeumdiario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ganhei muito mais do que esperava nele, você lendo a sinopse não diz que vai ser tão mágico a leitura. *-*

      Excluir
  4. Depois dessa resenha vou parar de enrolar e começar a ler o meu, a estoria parece ser fantástica e cheia de pontos interessantes *---*

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
  5. Ah, mesmo com a resenha, não curti muito. Não sei por que, tenho uma trava em ler fantasia, mas, quem sabe um dia.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Eu estou lendo o livro =) E gostando bastante. está bem interativo e os personagens estão me cativando.

    ResponderExcluir