sexta-feira, 14 de março de 2014

Cine FB. - A Escolha Perfeita.



Titulo Original: Pitch Perfect.
Ao de lançamento: 2012.
Duração: 112 minutos.


Sinopse

Beca (Anna Kendrick), é uma estudante incomum e rebelde que esta infeliz por ser obrigada a estudar na faculdade onde o seu pai é professor. No entanto é nessa faculdade que ela descobre a sua voz e o seu jeito para a música no grupo The Barden Bellas, formado apenas por garotas, liderado por Aubrey Posen (Anna Camp) que tenta a todo custo todos os anos vencer o Campeonato Regional de Música, mas sempre acabam perdendo para os The Treblemakers, grupo só de garotos, pertencentes a mesma faculdade. Agora com uma reforma nas Bellas e com a ajuda de Beca, o grupo procura chances para vencer os Regionais com um toque de ousadia e muito talento. 





Depois de muito minha amiga insistir, resolvi procurar esse filme para assistir, e devo dizer que não me arrependo! O filme é ótimo, o enredo, incrível. Cheio de piadas, não é um musical cansativo onde do nada as pessoas começam a cantar, em A Escolha Perfeita, elas começam a cantar com motivo, viva a noção dos filmes \o/

No filme, Beca é uma rebelde sem causa, mas ao mesmo tempo com causa e mesmo se fazendo de durona, acaba dando uns deslizes épicos. Mas a minha personagem preferida na história não foi ela(o que eu imaginei que seria), mas a linda da Chloe (Brittany Snow), com sua voz encantadora e momentos hilários. Se forem assistir, lembrem de mim na cena do banheiro, eu n vou contar nada, mas ela é bem engraçada e tem uma das minhas músicas preferidas. E em muitas horas eu tive vontade de dar umas porradas na Aubrey.

Outras personagens que não posso deixar de citar, são Fat Amy e Lilly Onakuramara que são duas figuras com suas particularidades. Desde que assisti o filme, estou doida para achar alguém afiado nas músicas para poder fazer um Riff Off, então quem manja dos "paranauê" e reside no Rio de Janeiro, por favor, vamos marcar um Riff Off porque isso é SENSACIONAL!

Bom, claro que um filme não tem só pontos altos, mas também tem aqueles pecados que nem sempre dá pra perdoar, e em A Escolha Perfeita, um dos erros mais graves pra mim, foi a Beca se auto intitular DJ, sendo que ela NÃO É DJ, e sim produtora musical e existe uma grande diferença nisso. Se vocês acham que David Guetta é DJ, a mídia enganou vocês, ele é produtor também, mas que também faz MIXAGENS (veja, um mistura, o outro cria) ao vivo, podendo assim ser intitulado DJ. Só acho que isso devia ter sido melhor estudado na hora de botar em um filme. Teve o romance que eu achei super chato e sem graça e outra coisa super “Hã?” é aquele amigo do Jesse e a colega de quarto da Beca... Super dispensáveis! E gente, alguém me explica como alguém pode não gostar de ver filmes?? Beca não existe!

Indico esse filme pra quem curte batalha de música e capella. Meninas, apaixonem-se pelas vozes e danças dos Treblemakers e pelo carinha da rádio!





Classificação: 7.5/10

4 comentários:

  1. Eu assisti ao filme e não curti tanto assim, acho que prefiro Glee (onde eles começam a cantar do nada, porém, possuem uma história). Mas valeu pela dica!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Eu não conhecia este filme e não gosto de musicais, mas se você está dizendo que é bom e vou dar uma chance a ele.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o filme, mas pela sua resenha eu fiquei com vontade de assistir, mesmo sendo estilo musica foi bom você colocar que só começa a parte musica em momento apropriado e não sem noção como em alguns filmes por ai...

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
  4. Eu AMO esse filme kkkkkkkkkkkkkkkkk é muito legal e estava querendo assistir novamente esses dias, vou ver se vjo neste fim de semana.

    ResponderExcluir