segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Batalhas do Novo Mundo #45




Livro 1 - Conspiração
Arco V - Senhores da Noite
Cap. 45 - Verdades Dolorosas



-Aquele maldito me paga. -gritava Morn enquanto se soltava das cordas.
-O que você quer fazer? -perguntou Vëon.
O orc não respondeu. Na verdade, tentava não acreditar em tudo que havia acontecido. Todos tentavam.
-Você não respondeu a pergunta do feiticeiro, caro Morn. -falou uma doce voz que saia da escuridão. -O que você quer fazer agora?
-Quem está aí? -perguntou Thargon levantando-se com grande dificuldade.
Das sombras saiu uma linda mulher, sua pele era branca como a mais pura neve, seus cabelos tão negros quanto à escuridão e seus olhos pareciam abismos sem fim. Em sua trajetória o grupo já havia se encontrado uma ou duas vezes com ela, mas não era por esse motivo que ela parecia tão familiar a eles, pelo contrário, havia algo mais antigo que ninguém conseguia se lembrar de onde já tinham visto.
-Se acalme capitão Thargon, você está muito ferido. -sua voz era amável, mas transmitia uma tristeza sem fim. -Todos vocês estão.
Realmente eles estavam, Arwen quase morrera e agora recebia os cuidados de Laurëa. Nem mesmo Morn e Vëon foram capazes de lutar em pé de igualdade com aqueles monstros.
-O que você quer de nós? -perguntou Jacques.
-Ora, vejo que recuperou sua memória, mas pelo visto se esqueceu de que fui eu quem lhe pediu para seguir com eles em Vectoria.
O ladino engoliu em seco, ele se lembrava disso, mas também lembrava na companhia de quem ela estava aquele dia. Preferiu ficar quieto.
-E então orc, o que você quer fazer? -insistiu ela.
-Qual o seu interesse nisso? -perguntou Vëon. -Primeiramente, quem é você?
A mulher caminhou lentamente até a janela, a noite já estava próxima de seu fim, ela não teria muito tempo ali.
-Cada coisa há seu tempo, mestre Vëon. -ela encarou cada um dos aventureiros. -Eu posso ajuda-los em sua busca, mas preciso saber se vocês realmente querem isso.
Todos ficaram em silêncio, pensando na resposta que poderia mudar seus destinos.
-Antes que me respondam, quero que saibam algo muito importante: ele salvou a vida de vocês. -ela se sentou em uma cadeira com a maior calma do mundo.
-Salvou? -gritou Laurëa. -Arwen está quase morto, todos os outros estão feridos.
-Mas todos vivos, até mesmo o druida. -novamente havia tristeza em sua voz. -Ele foi obrigado a escolher entre a vida de vocês e a dele, e como podem ver, ninguém aqui morreu.
Estas ultimas palavras caíram como uma bomba no grupo, se aquilo fosse realmente verdade...
-Como você sabe tudo isso? -perguntou Thargon.
-Como eu disse, cada coisa a seu devido tempo. A minha questão é, o que vocês querem fazer?
-Eu quero ir atrás daquele maldito e espanca-lo até cansar. -falou Morn segurando seu machado.
A mulher riu, lentamente ela levantou-se e tocou o peito de cada um dos aventureiros. Quase que imediatamente todas as feridas cicatrizaram, e até mesmo as roupas rasgadas pareceram novas. Até Arwen acordou.
-Isso é algo que posso fazer por vocês. -disse ela enquanto voltava para as sombras. -Sigam para Dagba, lá vocês encontrarão respostas.
O silêncio na sala durou alguns minutos, até que Vëon o quebrou.
-Podemos confiar nela?
-Com certeza não. -respondeu o orc. -Mas ainda sim temos contas a acertar com aquele elfo.
-Então vamos para Dagba. -finalizou Jacques, colocando a mão sobre o ombro do orc.
______________________________

Algumas horas antes.
-Você que ficará de vigia no meu lugar? -perguntou Jacques.
-Sim, o Thargon está cansado demais, então eu farei o turno dele. -respondeu Gwenh.
-Todos estamos né?! Essa semana foi horrível, felizmente encontramos a pedra. Bom, vou dormir, até amanhã. -finalizou o ladino.
O elfo caminhou para o banheiro e lavou o rosto. Depois caminhou até a mesa e bebeu uma caneca de água. Sobre a mesa estava um pedaço de madeira que o humano estava esculpindo há pouco tempo, parecia com uma garota. Ele deixou a obra inacabada de lado, pegou uma cadeira e se aproximou da janela.
Visualizou a lua, quase encoberta pelas pesadas nuvens. A rua estava deserta, até que cinco pessoas encapuzadas apareceram das sombras. O elfo soube imediatamente que seu tempo havia acabado, rapidamente vestiu suas roupas, pegou suas armas e partiu em direção a rua.
Mas ele não percebeu que mais dois estavam acordados no quarto.
______________________________

-E então bastardo, já se decidiu? -perguntou Rathafal.
-Eu não lhe devo satisfação maldito. -respondeu Gwenh.
-Ah, calem a boca ambos, não aguento mais essas briguinhas. -gritou Elleonora.
Gwenh olhou para a pequena sala, apenas os dois comandantes estavam ali.
-Onde estão os outros? -perguntou.
-Isso não é problema seu. -falou à voz que mais atormentava o elfo.
Das sombras surgiu o grande Berforam, líder máximo dos elfos negros e mestre dos seis comandantes. O elfo era imponente, seu longo cabelo negro e seus olhos sombrios demonstravam o quão fiel o guerreiro era a deusa Tenebra, mãe da escuridão.
-E então Gwenhwyfar, você já se decidiu?
-Sim meu senhor. Infelizmente avaliei o grupo e decidi que nenhum deles era digno de ser usado como oferenda para a deusa. -respondeu o elfo.
Rathafal deu uma risada, mas logo a conteve por causa de um olhar reprovatório de seu mestre.
-Estou decepcionado Gwenhwyfar, você deveria ser um exemplo para seus subordinados, afinal, você é o segundo na linha hierárquica. Mas tudo bem, irei lhe dar uma nova chance. -ele fez um sinal com a mão, e outros três elfos entraram carregando seis prisioneiros. -Aparentemente esses "não dignos" tiveram a capacidade para lhe seguir. Quer ter a honra de acabar com esses vermes?
Gwenh ficou paralisado, por que aqueles idiotas tiveram que segui-lo?
-Já que você não vai fazer nada, -havia raiva na voz do líder. -Rathafal, acabe com esses lixos por favor.
Um sorriso maldoso percorreu o rosto do primeiro comandante. Ele sacou sua espada e investiu contra os prisioneiros. Seu primeiro alvo foi o druida Arwen, com uma estocada ele cravou a espada no estômago do humano, sobre protestos dos outros. Morn soltou um urro e com sua fúria arrebentou as cordas que o prendiam.
-O que você esta fazendo seu merda? -gritou para Gwenh.
-Ah, você vai ser o próximo. -falou Rathafal partindo em direção ao orc.
Mas então uma mão segurou o braço do elfo, que surpreendido saltou para trás.
-O que significa isso Gwenhwyfar? -gritou o Berforam.
-Eles são minhas responsabilidades mestre. -falou Gwenh, seu olho era negro e seu cabelo sempre loiro, apresentava mechas escuras. -Eu mesmo darei fim em todos eles.
Os outros elfos deram um sorriso de aprovação, menos Rathafal que perdera seu momento de diversão.
-Então acabe logo com isso e venha ao nosso encontro. -falou Berforam dando as costas, sendo seguido pelos outros cinco comandantes.
-Então é isso? -perguntou Morn segurando seu machado. -Assim que termina?
O cabelo de Gwenh já estava com mais da metade negro. Em um instante ele desapareceu para logo após surgir às costas do orc. Sua voz era fria e cruel, desprovida de qualquer sentimento.
-Me desculpe.

Ele acertou um poderoso chute na cabeça do orc que caiu desacordado, incapaz de ver as lágrimas no rosto do elfo.
Continua...
______________________

N/R: Olá caros leitores de BdNM.

Capítulo 45 na área e o primeiro "véu" caindo. O que será do grupo agora??

O que acharam deste capítulo?? Alguém ai já esperava por isso??

A partir de agora vem a grande ação de BdNM. o/

Até segunda.

11 comentários:

  1. Ainda estou lendo os capítulos anteriores, por isso não lerei esse agora para não ficar sem sentido a história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna,

      Fico feliz que você esta lendo os anteriores.
      Realmente, se você ler esse não é que vai ficar sem sentido, vai ficar sem graça mesmo, pq vc vai saber o segredo :P

      Espero que você consiga buscar antes do final o/

      Excluir
  2. Eu não li os outros capítulos,não sei nem de quê se trata a história!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena Roseneia,

      Infelizmente não da para agradar gregos e troianos. Como lhe falei no último post, no blog tem diversas opções de leitura, desde resenhas de mangás até resenhas de filmes. Também tem livros renomados, ou lançamentos de autores menores. Tem obras próprias, como os casos de BdNM e de Dois Mundos.
      Uma hora você vai achar algo do seu genero.

      Deixo claro que gosto de criticas, muitas vezes mais que de elogios. Criticas me ajudam a ver como os leitores estão entendendo minha obra. Durante esse quase 1 ano de publicação, algumas vezes precisei mudar a forma como a obra seguia por conta de criticas construtivas que eu recebia.

      Por fim, BdNM é uma história de RPG medieval (como O Senhor dos Anéis e Dungeons & Dragons). Ela se passa no mundo de Arton e conta a história de um grupo de aventureiros que partem em busca de aventuras em uma terra com monstros e incriveis perigos.

      Esse é o primeiro livro, Conspiração, e conta como tudo começou. Ele vai ir até o cap. 59. Ao todo, BdNM será uma trilogia. :D

      Excluir
  3. Ainda não li todos os outros , mas estou indo devagar e sempre.
    Atualmente estou no cap. 21 *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jayh

      Obrigado por ler :D
      Espero que esteja gostando da série.

      Excluir
  4. Adorei o capítulo, este teve muitas emoções, sempre fico com vontade de continuar lendo!
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daqui a pouco eu irei postar o cap de hoje, ele vai ser um pouco "parado".
      Mas os próximos 5 capítulos vão ser daqueles de prender a respiração. :D
      Aguarde :P

      Excluir
  5. adorei..quero continuar lendo!
    aonde posso encontrar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Cosmo,

      BdNM é uma obra própria do blog, escrita por mim.
      Se tiver interesse, vou deixar aqui os links para download gratuito dos arcos anteriores:

      Arco 1 - Cp 01 a 07 - https://mega.co.nz/#!R8kn2BbC!BAip0RaJ-QSkBOv9qDMcrFMNKQgl-d7A2V_iKb0-y_g

      Arco 2 - Cp 08 a 13 - https://mega.co.nz/#!AlN0Wabb!ahHTJRvQ00YLQa4QZihg6HIJN88dl3v3AcRAgCJ-Nqg

      Arco 3 - Cp 14 a 30 - https://mega.co.nz/#!FsNyEL5Y!dvAF4SHyo955eOZwEtue7S71pU8LwEYAXQZMigQG4-c

      Arco 4 - Cp 31 a 42 - https://mega.co.nz/#!Qksk1KoQ!z1hnLmQ8-Gwc11E_MSNQiXn1r-pQxLIQDSOInSWStCE

      Depois é só acompanhar aqui no blog a partir do cp 43, ou esperar o pdf deste arco :D

      Excluir
  6. Não li o capitulo porque estou um pouco atrasada na estoria, essa ultimas semanas não tive tempo para nada, mas vou aproveitar o fim de semana prolongado e vou colocar os capítulos em dias *--*

    ResponderExcluir