quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Resenha: Quem é você Alasca?

Quem é Você, Alasca?

Título: Quem é Você, Alasca? 
Autor: John Green.
Editora: Martins Fontes.
Páginas: 229. 
Onde comprar: Link.
Sinopse: Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o "Grande Talvez". Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao "Grande Talvez".


 Conhecemos a história de Miles Halter  um adolescente fissurado por célebres últimas palavras e está cansado de sua vidinha segura e sem graça em casa. Miles vai então para uma nova escola à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o Grande Talvez.

 Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young. Inteligente, engraçada, problemática e extremamente sensual, Alasca levará Miles para o seu labirinto e o catapultará em direção ao Grande Talvez.

Nosso amigo Gordo (apelido carinhoso e irônico que pressupõem sua falta de gordura corpórea), um colecionador de últimas palavras de personalidades famosas, pondera sobre as palavras de Bolivar sobre a ótica de Alasca, que nos sugerem uma vida cheia de caminhos que se cruzam e fecham, mas a morte interrompe qualquer estrada que possamos entrar em nossa vida.

Pessoas como Alasca,  quando se deparam com pessoas do tipo do Gordo,  fazem verdadeiros estragos, mudanças que são refletidas durante todo o processo de sua caminhada no labirinto. Não que isso seja ruim, pelo contrário, esse tipo de convivência se torna essencial na vida de todo mundo. 

O livro é divido em duas partes antes e depois e os personagens são criaturas extremamente inteligentes, assim como todos os protagonistas.O estilo de escrita  contém um humor sofisticado, coisa que não encontramos com facilidade nos livros de autores contemporâneos, além das diversas referências a livros clássicos, o que comprova as origens ricas do escritor.

Alasca sentou-se de frente para mim no círculo de carteiras, mas não me olhou uma única vez durante toda a aula, ao passo que eu só tinha olhos para ela.
Passamos a vida inteira no labirinto, perdidos, pensando em como um dia conseguiremos escapar e em quanto será legal. Imaginar esse futuro é que nos impulsiona para frente, mas nunca fazemos nada. Simplesmente usamos o futuro para escapar do presente.








9 comentários:

  1. Já ouvi falar muito sobre esse livro, ainda mas por ser do famoso John Green, a capa é bem legal..senti um pouco de falta de mais detalhes sobre a história,pra ver se eu me interessaria por ela, mas ficou boa a resenha.
    =D

    ResponderExcluir
  2. Oie :)

    Eu adorei esse livro, minha resenha ficou extremamente melosa pois declarei todo o meu amor sobre ele. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Esse livro parece ser realmente incrível, todas as resenha que encontro sobre ele são positivas e a sua dando esse detalhe sobre o estilo sofisticado da escrita a as referencias a clássicos me deixou com mais vontade de lê-lo *--*

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
  4. Já tinha ouvido falar deste livro e parece ser muito bom, o enredo é bem interessante e diferente! Fiquei curiosa para conhecer a escrita do autor, ainda não li nada dele :)
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Ele já estava na minha lista de compras. Agora, então é que vou comprar, mesmo. Valeu pela resenha. Aliás, John Green e seus livros são ótimos!

    ResponderExcluir
  6. Quem é você, Alasca? Foi a minha primeira leitura desse ano e eu adorei o livro, foi a primeira obra que euili do John Green e com certeza pretendo ler as outras obras do autor, agora mesmo estou lendo Cidades de Papel.

    ResponderExcluir
  7. Quero muito ler Quem É Você, Alasca?, alguns até dizem que a obra é a favorita e que se sobrepõe em alguns aspectos a A Culpa É das Estrela que já li, e fiquei encantada pela riqueza da narração do Green. Ele tem um humor negro tão bem colocado, tão cheio de filosofia que é impossível não pensar a respeito de tanta coisa ao ler a obra. Amanhã irei começar O Teorema Katherine e estou super animada. Espero que leia em breve este e outros livros do senhor John Green ♥

    ResponderExcluir
  8. Tenho lido boas críticas desse livro. e tenho ele na minha lista de sejados devido a tantas resenhas que leio dele, isto instiga minha curiosidade…E esta edição é linda demais =)

    Beijocas♥

    ResponderExcluir
  9. queria simplesmente saber de onde saiu esse autor, pois ele escreve obra atras de obra, e ta sempre nas mais vendidas, ainda não li nada da autoria dele, mas quem sabe entra pra minha estante de livros futuramente...

    ResponderExcluir