quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Resenha: Corajosos.




Título: Corajosos.
Titulo Orginal: Courageous. 
Autor: Randy Alcorn.  
Editora: Arqueiro.
Ano: 2012.
Onde comprar: Link.
Sinopse: Como policiais, Adam, Shane, Nathan e David enfrentam bravamente gangues violentas e o tráfico de drogas na cidade de Albany. No entanto, o maior desafio de sua vida não está nas ruas, mas dentro de casa. A relação de cada um desses homens com a esposa e os filhos está ruindo, mas nenhum deles faz nada para resolver a situação. Apenas quando uma tragédia se abate sobre Adam é que eles percebem que precisam mudar seu comportamento e reconquistar a confiança de suas famílias. Com a fé abalada, Adam começa a estudar a Bíblia para descobrir o que Deus espera dele como pai e o que deve fazer para se tornar uma pessoa melhor. Assim, descobre nas palavras de Jesus a sua verdadeira missão: deixar um legado positivo para seu filho e ajudar outros pais a colocar a família em primeiro lugar. Tocado por esse aprendizado, Adam inspira seus amigos a assinar um documento comprometendo-se a ser pais e maridos mais presentes. A “Resolução” acaba tomando uma proporção maior do que o imaginado e se tornando um valioso instrumento para transformar centenas de vidas. Baseado no filme homônimo de Alex e Stephen Kendrick, Corajosos mostra como a relação com os pais pode marcar profundamente – para o bem ou para o mal – a vida de uma pessoa.

Opinião: Pra quem ainda não conhece o livro Os Corajosos surgiu a partir de uma adaptação do roteiro do filme de mesmo nome.
Nele conhecemos os quatro policiais, Adam, Shane, Nathan e David. O livro é narrado em terceira pessoa e acaba mostrando o ponto de vista de cada um dos personagens. Assim, acabamos conhecendo como é vida de cada um, como são suas relações familiares, quais problemas eles enfrentam, além de um vida profissional cheia de riscos.

Então uma tragédia se abate sobre um deles, o Adam. Sua amada filha acaba falecendo em um acidente de transito. Deixando toda família em estado de choque. Em sua recuperação emocional, Adam acaba percebendo os erros que ele estava cometendo com sua família, em especial com seu filho mais velho Dylan, que se sentia rejeitado pelo próprio pai. Também percebeu que sua relação com Deus nunca passou da superficialidade.

  "Diante de uma tragédia, quatro homens se confrontam com suas esperanças, fé e papel de pai. Será que uma situação extrema é capaz de ajudá-los a se aproximar de Deus e de seus filhos?"
Adam toma coragem para assumir o papel de homem responsável pela vida de sua esposa e seu filho, e decide criar um documento que se chama "Resolução". No documento estava contido todas as responsabilidades que um homem temente a Deus e que ama sua família devem ter. O policial revela aos seus três amigos os planos da "Resolução", e todos eles acabam se comprometendo a viver tudo aquilo que é da vontade de Deus.
" Vocês tem confiança de sua decisão agora. Mas tenham certeza de uma coisa: para cumprir a decisão será preciso ter coragem. E vocês não conseguirão ser corajosos sem a ajuda de Deus."
Apesar de se comprometerem a agir corretamente, o livro nos mostra que somos falhos, assim como os protagonistas, e que se não dependermos de Deus, não conseguimos realizar absolutamente nada.

No meio disso tudo, o livro nos traz algumas aventuras e tiroteios comuns em livros policiais. Porém, esse não é um livro policial comum. Trata-se de um lindo livro, com um belo enredo. Onde todos que são pais ou que pretendem ser, deveriam ler, para entenderem qual realmente é o papel de um homem em sua casa.

Adorei ler o livro, a lição que ele passou ficará guardada sempre em mim, pois me fez repensar muitas coisas em minha vida e querer melhorar mais e mais, como os personagens.
E eu realmente gostaria que você também desse uma chance para essa linda história.

6 comentários:

  1. Gostei da resenha, esse livro deve ser muito emocionante e nos faz refletir sobre a mesma coisa, se estamos colocando a nossa família em primeiro lugar! Achei o enredo lindo, fiquei com vontade de ler! :)
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Bom este não é um livro que eu leria, não sou religiosa e não gosto de ler livros que tem uma base religiosa forte como este, mas a estoria parece ser boa quem sabe eu não de uma chance.

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
  3. Desde a primeira vez que li a sinopse dele percebi que se tratava de um livro religioso, li poucos livros neste estilo, mas todos me trouxeram grandes aprendizados.

    ResponderExcluir
  4. O livro não me interessou :/ , por enquanto ao menos, já que a estória dele parece ser interessante. Acho que vou conferir o filme para ver se sinto alguma empatia pela estória do mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Apesar da sinopse não ter despertado o meu interesse, acho que o livro pode sim ser uma excelente leitura. Não sei se leria, mas percebo que há uma grande lição a ser aprendida através das páginas e gosto muito de livros profundos, que me façam refletir. Creio que Corajosos seja um desses exemplos.

    ResponderExcluir
  6. Olá Erika, tudo bem??
    Loquei este filme por falta de opção e foi uma doce surpresa, me emocionei com a historia e com as superações. Não sabia do livro, mas com certeza irei ler ele!!
    Beijos♥

    ResponderExcluir