quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Resenha - Bakuman.

Buenas galera,

A resenha de mangás esta de volta de suas pequenas "férias".

E para começar o ano com o pé direito, nada melhor que uma obra da dupla mais querida neste meio. 

Com vocês: Bakuman


Antes de mais nada, não confundam Bakuman com aquele anime chamado Bakugan que dava na Globo. São coisas completamente diferentes.

Bom, começando a falar do nosso tema, quem tem acompanhado desde o inicio as minhas resenhas com certeza já reconheceu o traço do mangá. Bakuman é uma obra dos mestres Tsugumi Ohba e Takeshi Obata, que para quem não lembra, são os criadores do genial Death Note (já resenhei parte 01 e parte 02), Obata também foi o desenhista de Hikaru No Go (que eu também resenhei HNG).

capa volume 01 - Mashiro
A obra foi publicada nas paginas da Shonnen Jump entre Agosto 2008 até Abril 2012. Ao todo foram 176 capítulos, compilados em 20 volumes encadernados. No Brasil, a JBC publicou Bakuman de 2011 até inicio de 2013. A série também ganhou 3 temporadas de anime, cada uma com 26 episódios e que finalizou junto ao mangá.

Bakuman conta a história de dois estudantes, o brilhante Akito Tokagi e o normal Moritaka Mashiro. Ambos estudantes do último ano, eles começam a sofrer a pressão para conseguirem boas faculdades e empregos estáveis. Até que Tokagi encontra um caderno em que Mashiro desenhou uma garota. Após encontrar esse desenho, o garoto resolve fazer uma perigosa proposta ao amigo: jogar tudo para cima e se tornarem mangákas de sucesso. E assim nasce o artista Ashirogi Muto, o nome artístico da dupla formada pelos desenhos de Mashiro e os roteiros de Tokagi.

O mangá mostra o desenrolar da vida dos garotos e de outros mangákas que partem em busca deste fantástico sonho de criar o melhor mangá de todos. Ele mostra as dificuldades em se criar uma história que agrade os editores e depois até os leitores. A pressão para manter sua série por vários anos. Tudo isso sem perderem suas vidas pessoais.

A obra é bem completa. É tem um pouco de comédia, ela tem cenas românticas como no casamento do Tokagi ou até mesmo a paixão de Mashiro por sua amiga. Também tem grandes partes de tensão e suspense. 

capa volume 02 - Tokagi
Mas honestamente o que mais me agradou em Bakuman é o senso de realidade da obra, claro que os protagonistas vão atingir seus objetivos no final, isso sempre acontece em mangás shonnen, mas eles quebram muito a cara no decorrer da história. Eles levam muitos "não" dos editores, eles sofrem com o cancelamento de obras e com o fracasso que isso acarreta. Afinal, apenas querer ter o "maior mangá da história" em um universo onde existem obras como One Piece, Naruto, Death Note e Dragon Ball não é fácil.

Esse é outro ponto genial da obra, as referencias que Bakuman faz a outros mangás. Tem uma cena muito engraçada, onde a dupla é convidada a participar de um evento na Jump e eles ficam impressionados por que conhecem o Akira Toriyama (criador de Dragon Ball) na festa. Durante toda a série varias vezes são mencionadas outras obras renomadas da Jump.

Nesse clima a obra vai se desenrolando de uma maneira bacana e sem se tornar aquela coisa chata e repetitiva que o leitor já sabe o que vai acontecer. E isso é uma marca de Obata e Ohba, eles conseguem fazer uma obra fantástica sem precisar apelar para o clássico enredo de lutas e mais lutas. Não a toa que eles já tem 3 obras publicadas em diversos países e Death Note é considerado um dos cinco maiores de todos os tempos.

Bakuman ainda é recente (finalizou em 2012), mas pode ser considerado um dos grandes. Minha nota é um 9,5 / 10. Um ótimo mmangá.

Até a próxima. :D

10 comentários:

  1. Eu li o mangá a algum tempo, não cheguei a ler tudo pq na época tive alguns problemas com a internet...
    Mas agora vendo a sua resenha me deu aquela vontade de voltar a ler, lembro que na época achei o mangá super original...
    Não sabia que era do mesmo criador de Death Note, agora faz muito mais sentido...rs'
    Duas grandes obras...
    Também gosto de resenhar mangás, ainda estou no começo mas se quiser dá uma passadinha no meu cantinho está super convidado...=]
    http://ceciliabraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Cecilia,

      Pode ter certeza de uma coisa, agora que você sabe quem são os autores, você vai começar a encontrar muitas semelhanças entre as obras.
      Tem pontos em que o traço do Tokagi fica muito parecido com o traço do Kira.

      Uma rapidinha, se você prestar atenção na primeira imagem do post, vai notar que um das paginas de fundo é uma conversa entre L e Kira. hahahahhaha

      Espero que continue lendo, com certeza irei ler o seu :D

      Excluir
  2. Faz tempo que não pegou um manga para ler e esse parece ser incrível, quando eu tiver um tempinho com certeza vou lê-lo *--*

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica,

      Mangá é muito bom, recomendo voltar a ler sim :D
      Bakuman é uma ótima opção para esse recomeço. o/

      Excluir
  3. Nunca tinha visto resenhas de mangás e este post foi demais! Adorei o enredo deste e deve ser muito divertido acompanhar as aventuras dos personagens enquanto buscam realizar seu sonho! Ótima indicação, deve ser muito bom! :)
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Dani,

      No começo eu tinha a coluna Itadakimasu que falava de animes e mangás, mas a falta de tempo acabou ela. Após algumas mudanças no blog eu voltei com a resenha apenas de mangás.

      Se tiver interesse, pode dar uma olhada em meus últimos posts. :D

      Espero que continue acompanhando.
      Bjos

      Excluir
  4. Nossa, faz taaaanto tempo que não leio magas e nem assisto animes :/ preciso arranjar um tempinho para me atualizar.

    ResponderExcluir
  5. Estou precisando de uma motivação para começar a ler mangás, e esta saga - posso chamar de saga? - deve ser um bom começo.

    ResponderExcluir
  6. Nunca li nenhum mangá e confesso que nunca me senti motivada, ou tentada, a algum dia começar. Mas gostei muito do enredo de Bakuman, pois me faz lembrar alguns seriados em que cada episódio ocorre algo diferente, que não cai na mesmice e não é previsível, sabe° Gosto de histórias assim e pelo jeito este é um mangá de altíssima qualidade.

    ResponderExcluir
  7. Achei demais poder conhecer este mangá e fiquei super animada de saber sobre suas edições...Parabéns pelo posto Flávio, você sempre nos apresentando coisas super interessantes =)

    ResponderExcluir