segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Resenha: Fale!




Fale!

Título: Fale!
Autora: Laurie Halse Anderson.
Editora: Valentina.
Páginas: 248.

Sinopse :    
“Fale sobre você... Queremos saber o que tem a dizer.” Desde o primeiro momento, quando começou a estudar no colégio Merryweather, Melinda sabia que isso não passava de uma mentira deslavada, uma típica farsa encenada para os calouros. Os poucos amigos que tinha, ela perdeu ou vai perder, acabou isolada e jogada para escanteio. O que não é de admirar, afinal, a garota ligou para a polícia, destruiu a tradicional festinha que os veteranos promovem para comemorar a chegada das férias e, de quebra, mandou vários colegas para a cadeia. E agora ninguém mais quer saber dela, nem ao menos lhe dirigem a palavra - insultos e deboches, sim - ou lhe dedicam alguns minutos de atenção, com duvidosas exceções. Com o passar dos dias, Melinda vai murchando como uma planta sem água e emudece. Está tão só e tão fragilizada que não tem mais forças para reagir. Finalmente encontra abrigo nas aulas de arte, e será por meio de seu projeto artístico que tentará retomar a vida e enfrentar seus demônios: o que, de fato, ocorreu naquela maldita festa?

Este livro aborda um tema real, um tanto delicado e que está acontecendo ou pode acontecer com milhares de pessoas no mundo todo. A realidade da dor destas pessoas que não podem ou não conseguem falar e superar a situação. Além do bullying, preconceito, depressão e outras consequências que podem contribuir ainda mais para o aumento do sofrimento, assim como Melinda.
Após a participação da tradicional festinha promovida pelos veteranos do colégio, Melinda simplesmente mudou. Ela perdeu a vontade de conversar, perdeu as melhores amigas, as médias escolares despencaram. Quanto mais Melinda deixa de falar, mais ela se torna um alvo da crueldade juvenil. E isso é fato vivenciado pela maioria, os jovens podem ser cruéis quando eles se deparam com as diversidades das pessoas.
Melinda se tornou a vilã da escola, foi excluída  e ninguém foi capaz de se preocupar realmente com ela para tentar descobrir porque estava tão diferente. Se o problema fosse só esse, até que ela teria conseguido se recuperar mais rápido. Só que os pais de Melinda também não percebem o quanto a filha precisa de ajuda, pelo contrário, juntam-se ao colégio para exigir que ela seja uma aluna melhor. Uma filha melhor. O ser perfeito que ela não tem condições de oferecer a eles, já que uma depressão atinge a garota de forma avassaladora.
O ponto forte do livro é o modo como a garota lida com seu trauma, sua depressão e seu silêncio. Em muitos momentos é possível ver de forma clara que, para Melinda, torna-se insuportável os dias que se passam. Sem nenhuma amiga, sem nenhum adulto interessado de verdade e sem ninguém em quem confiar. Melinda se vê presa entre sentimentos angustiantes sobre sua dor e tenta lidar da melhor maneira possível com a questão.
 Fale! é narrado em primeira pessoa e, assim, podemos conhecer a personagem principal com muita profundidade. Ela praticamente não fala, por pensar que ninguém escutaria, mas divide conosco todas as suas emoções e pensamentos.Sua narrativa é  fantástica o livro é profundo e encantador , a capa mostra os elementos principais da história .
Fale! me emocionou muito, não tenho palavras para descrever. Ver Melinda se libertar de seu silêncio e "gritar" foi demais! Me vi perdida entre diversos sentimentos e ao fim, comovida pela mensagem que Laurie passa com seu livro .
''É mais fácil não dizer nada. Fechar a matraca, passar o zíper, calar o bico. Toda aquela babaquice que você escuta na TV sobre se comunicar e expressar o que sente não passa de uma mentira. Ninguém quer realmente ouvir o que você tem a dizer.''
''Acho que o Hawthorne  queria que a neve simbolizasse o frio . Frio e silêncio. Não há nada mais silencioso que a neve. O céu grita para libertá-la, uma centena de almas penadas esvoaçantes envoltas na nevasca . Mas, assim que a neve atinge o ch~eo, silencia, natureza morta, como o meu coração.''



























2 comentários:

  1. Ótima resenha , Parabéns ;)

    ResponderExcluir
  2. Olá Joyce, tudo bem?
    Deve ser um livro que passa muitas emoções para quem está lendo, dá para perceber pela sua resenha. Quero muito lê-lo, está em minha lista de leitura e assim que puder vou lê-lo.

    ResponderExcluir