sábado, 14 de dezembro de 2013

Resenha: Deixe a Neve Cair

                                                              


Título: Deixe a Neve Cair
Autores: John Green, Maureen Johnson, Lauren Myracle
Editora: Rocco Jovens Leitores
Ano: 2013
Páginas: 336
Sinopse:  Na noite de natal, uma inesperada tempestade de neve transforma uma pequena cidade num inusitado refúgio para insuspeitos encontros românticos. Em Deixe a neve cair, bem-sucedida parceria entre três autores de grande sucesso entre os jovens, John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle escrevem três hilários e encantadores contos de amor, com direito a surpreendentes armadilhas do destino e beijos de tirar o fôlego. Comédia romântica com a assinatura de um dos maiores bestsellers da atualidade, o livro é o presente de Natal perfeito para os fãs de John Green e de histórias de amor e aventura.

Deixe a Neve Cair traz três contos que seguem uma ordem cronológica de antes, durante e depois do natal e interligam-se através dos locais onde se passam e dos seus personagens.

Em O Expresso Jubileu, o azar resolveu chegar com tudo na vida de Jubileu (Jubileu?). Ela estava se arrumando para a festa de natal na casa do seu namorado, o aparentemente perfeito e sempre ocupado Noah, quando descobre que seus pais foram presos. Uma nevasca se aproxima da cidade e agora ela precisa entrar em um trem rumo à casa de seus avós na Flórida. Okay, Mas não para por ai. Durante a viagem o trem quebra! Jubileu resolve sair e entrar na Waffle House onde acaba conhecendo o simpático Stuart que a convida para passar a noite em sua casa (isso ou ficar aguentando um bando de lideres de torcida animadinhas). No meio do caminho os dois caem num lago congelado. Sortuda, não?

Stuart é um garoto de coração enorme que recentemente passou por uma desilusão amorosa. Ele nem imagina que ao entrar em um café para fugir da nevasca iria conhecer uma figura tão peculiar quanto Jubileu, mas no fim eles descobrem que têm muito em comum e acabam por salvar o natal um do outro.

O segundo conto, O milagre da torcida de Natal, traz a história dos melhores amigos JP, Tobin e Duke que ficaram presos na nevasca e resolvem sair de casa para chegar até Waffle House, em busca das lideres de torcida gostosas, no caso de PJ e Tobin, e das batatas rosti, para Duke. Esses três participam de uma verdadeira corrida com obstáculos, que me lembrou bastante Cidades de Papel em alguns momentos. JP, Tobin e Duke são hilários! Ri muito com as trapalhadas ao mesmo tempo em que fiquei apreensiva pensando em como esses três doidos sairiam das enrascadas em que se metiam.

O Romance deste conto é muito suave, natural e tem a fórmula Melhores-amigos-que-se-apaixonam que eu particularmente adoro. Duke é uma garota que não segue os padrões e, talvez por isso, ela não seja tão atraente quanto uma líder de torcida. Mas ela é uma garota de verdade, sem pompons nem brilhos. Apenas a melhor amiga com quem sempre se pode contar.

E no último conto, O santo padroeiro dos porcos, conhecemos Addie, a garota mais sem noção e egoísta de todas as histórias de natal (exagerei  Rsrs’). Addie, apesar de amar seu namorado, Jeb, não estava feliz com as poucas demonstrações públicas de carinho que ele fazia. Por isso, resolveu brigar com ele, beber todas e ficar com outro garoto. Não satisfeita com tudo isso, no outro dia ainda terminou como Jeb, mesmo ele perdoando-a. Ah, e depois de ter acabado o relacionamento ela entrou em depressão por que, o agora ex, não veio correndo atrás dela implorando para voltar! O caso é que para essa garota tudo é sobre seus dramas e neuras e todo mundo está cansado de saber disso.

Só que neste natal sua amiga Tegan finalmente ganhou o presente que tanto queria e Addie fica responsável por trazê-lo para casa. Será que Addie finalmente consegue tirar a cabeça do próprio umbigo e lembrar de sua amiga? Eu tive minhas dúvidas quanto a isso...


O primeiro conto tem aquele ar meigo e cheio de romance. O segundo é engraçado, aventureiro e sem noção. Confesso que depois de ler histórias tão boas esperava mais do terceiro. Triste decepção a minha! Ainda bem que O Santo Padroeiro dos Porcos era o último por que se fosse o primeiro talvez tivesse desistido do livro na metade.


Deixe a Neve Cair é um livro que mostra o espírito de natal de uma forma atual e jovem. Ele tem lá seus altos e baixos e, apesar de não ter gostado do terceiro conto, os dois primeiros fazem a leitura valer a pena.


Trecho:

"Eu sempre tive a opinião de que não se deve nunca desistir de um meio feliz na esperança de um final feliz, porque não existem finais felizes. Sabe o que quero dizer? Há tanto a perder" 

2 comentários:

  1. Eu tenho este livro, mas ainda não tive tempo de ler. Parece ser m bom livro.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Denise...Tudo bem??
    Realmente tudo que envolve o nome de John Green, faz muito sucesso e desde que vi este livro fiquei com muita vontade de ler, pois amo contos e historias relacionadas com Natal são lindas demais!
    Beijos

    ResponderExcluir