sábado, 30 de novembro de 2013

Resenha: Uma História de Amor.





Título: Uma história de Amor.
Autor: Carlos Heitor Cony.
Editora: Ediouro.
Ano: 2001.
Páginas: 137.

Sinopse: História romântica escrita em forma de carta. O protagonista, Henrique, escreve para a amada de sua juventude, Helena. Desabafa, recorda todos os momentos que passaram juntos. Romance juvenil para ler em um só fôlego.

Henrique é um garoto pobre de Vila Rezende. Um dia, brincando perto do rio, Henrique viu o carro muito caro quebrar, ele se aproximou e avistou pela primeira vez aquela que seria o primeiro e o único amor de sua vida, Helena, a única herdeira da família mais rica da cidade.

Sabendo que um romance entre ele e Helena não seria visto com bons olhos, Henrique se limitou a sonhar. Até que ele resolveu se matricular no ginásio e se esforçar para vencer na vida. Henrique sofreu várias humilhações durante todo o tempo em que estudou, mas tudo isso era recompensado por ter Helena pertinho dele, e ela sempre vinha e pedir ajuda nos deveres, já que Henrique era o mais inteligente da classe.

O amor entre os dois, mesmo que entre espinhos e reviravoltas, floresceu. Henrique teve que soar muito a camisa até conseguir uma oportunidade real de viver ao lado de Helena e ter seu tão merecido final feliz, como toda história de amor merece.

Uma história de Amor é uma história narrada por Henrique sobre as lutas que ele teve que enfrentar até conseguir vencer na vida. Henrique escreve sua história como um “bilhete” para lembrar a esposa de onde eles vieram e para mostrar a ela que o preconceito deve ser combatido.

Achei esse livrinho no sebo e o que me chamou atenção foi que a capa e o título tinham um toque de conto de fadas, por isso resolvi levar. 
O livro é infantil, e como qualquer livro infantil que se prese, está cheio de bons exemplos a serem seguidos e uma lição moral para aqueles que terminarem a leitura.

Alguns podem até olha-lo e não ver nada mais do que um livro destinado para crianças. Eu vejo um amor doce capaz de ensinar, quase sem querer, quais são os passos que se deve tomar para realizar seus sonhos, sejam esses românticos ou profissionais.   

Trechos:

“[...] Para meu espanto, tu sentaste ao meu lado e copiaste ali a matéria. Vi teu olhar azul muito de perto e guardei-lhe a expressão, quando disseste:
 Obrigado, Henrique.
Tu sabias meu nome. E eu sabia que começava a te amar.”

 Como consegue fazer contas sem lápis e papel?
Olhei teu rosto intensamente e respondi:
 Fecho os olhos e me imagino contando os fios do teu cabelo.”

“Perdi o contato com minha própria felicidade. Eu lutara desvairadamente durante tanto tempo, perseguindo a possibilidade de nos amarmos. E depois de muitos descaminhos, muitas quedas e espinhos, eu me armara cavaleiro, mas não tinha a quem oferecer meu amor.”

3 comentários:

  1. Nossa.. tem um livro que tem essa mesma imagem como capa, igualzinho, com as mesmas cores! O.o

    Beijokas da Mylloka
    Blog da Mylloka

    ResponderExcluir
  2. Olá Denise...Tudo bem??
    Não conhecia este livro,mas sempre gostei de ler livros infantis para descontrair...E este parece ser uma " gracinha"...E as vezes estes livros sempre nos deixam um aprendizado.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. Foi um dos primeiros livros que li no início de minha adolescência!! Simplesmente demais esse livro. Talvez uma história muito pura e verdadeira para os dias de hoje, porém imprescindível para aqueles realmente desejam se apaixonar.

    ResponderExcluir