terça-feira, 26 de novembro de 2013

Resenha Paixão Sem Limites.

Paixão Sem Limites

Título: Paixão Sem Limites.
Trilogia: Sem Limites.
Autor: Abbi Glines.
Editora: Arqueiro. 
Numero de páginas: 192.
Ano de lançamento no Brasil: 2013.

Sinopse:
Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo 

Opinião:

O livro chegou na quinta passada e sexta de tarde eu terminei de ler. Devo avisar que estava em uns dias tensos e talvez isso tenha sua participação na resenha.
Esse livro é o primeiro new adult lançado pela Editora Arqueiro, e eu especificamente tenho uma opinião sobre essa editora: ela escolhe bons livros dentro de cada categoria, obviamente eu não gosto de todas as categorias dela, mas das que gosto, eles escolhem livros muito bons.
Então eu criei toda uma expectativa a respeito de Paixão Sem Limites, até porque new adult é um dos meus gêneros queridinhos, eu fui esperando algo mais Easy ou Química Perfeita e acho que isso fez o livro perder pontos.
É uma boa história, em momento nenhum ela vai se contradizer e a autora cuidou dos detalhes, até porque ela tinha um segredo a revelar no final do livro. Mas eu não consegui ver o Rush e dizer: Esse é um cara com o qual eu adoraria ficar.
Ele é todo bonitão, rico e parece um idiota quando na verdade não é, o clichê. Só que ele não me convenceu como personagem, ele não fez eu ver o fundo dos olhos dele e pensar: Vale a pena. *Sim, sou uma louca que sinto isso com os personagens que eu gosto.*
E a Blaire começou na história muito legal, cuidou da mãe com câncer por três anos, teve que ir pedir ajuda ao pai que a abandonou e deu de cara com Rush e complicações. Mas acontece que dês do primeiro momento ela quer dar para Rush, sabe, a mãe dela acabou de morrer, o pai dela nem para estar na casa quando ela chega, sem dinheiro, sem trabalho e ela pensa é em dar para o Rush. Tudo bem que ela arruma um trabalho e tudo mais, mas é que dês que ela coloca os olhos em Rush o foque fica esse.
O livro trata além do romance, sobre classes sociais e problemas familiares. As cenas que tem de sexo não são obscenas, problema nenhum de pessoas mais novas lerem.
Então eu adorei o enredo, acho que a autora pegou ingredientes muito bons e o segredo final eu não esperava, mas ela me perdeu um pouco nos personagens, preciso me conectar com eles de alguma forma, e ao invés disso eu senti muito raiva em alguns momentos.
É um livro que vale a pena ler para quem gosta de new adult como eu, mas que não é um dos melhores do gênero, na minha opinião.

Classificação: 08/10.

– Enfie isso na sua cabeça. Não posso tocar em você. Quero tanto fazer isso que está doendo, mas não posso. Não vou magoar você. Você é... perfeita, intocada. E no final nunca me perdoaria.
– E se eu quiser que você toque em mim? Talvez eu não seja tão intocada assim. Talvez já esteja maculada. Meu corpo era praticamente intocado, mas, encarando os olhos de Rush, tudo o que eu queria era aliviar a sua dor. Não queria que ele ficasse longe de mim. Queria fazê-lo sorrir. Aquele rosto lindo não devia parecer tão atormentado.

Um comentário:

  1. Olá Cath's, tudo bem??
    Estou de olho nesse livro desde seu lançamento...E agora estou super animada pela historia, também gosto bastante deste gênero. E sua resenha deixou bem claro os pontos positivos e negativos!!
    Bjus

    ResponderExcluir