segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Resenha: Deslembrança


Deslembrança



Título: Deslembrança.
Autora: Cat Patrick.
Editora: Intrínseca.
Ano: 2012.
Páginas: 256.

Sinopse:
Toda noite, quando London Lane recosta a cabeça no travesseiro e dorme, cada mínimo detalhe do dia que viveu desaparece de sua memória. Pela manhã, restam-lhe apenas lembranças do futuro: pessoas e acontecimentos que ainda estão por vir. Para conseguir manter uma rotina minimamente normal, London escreve bilhetes para si própria e recorre à sempre fiel melhor amiga. Já acostumada a tudo isso, ela tenta encarar a perda de memória mais como uma fatalidade que como uma limitação. Mas, quando imagens perturbadoras começam a surgir em suas lembranças e London precisa, de algum modo, escapar delas, fica claro que para entender o presente e o futuro ela terá que decifrar o que ficou esquecido no passado.

Deslembrança é um livro sobre amor , vida e sobre como mesmo diante de problemas  tão difíceis, podemos vencê-los e viver feliz . Cat Patrick conseguiu construir uma narrativa leve, gostosa, e fácil de ler, em nenhum momento se tornando cansativa ou chata. 
Com momentos de reflexão interessantes, nos mostra o quanto nossas vidas são importantes e podem afetar outras pessoas. Como é possível mudar nosso destino com apenas uma decisão. Como a amizade, o amor e confiança são indispensáveis e inabaláveis. 
Como nossa história e nosso passado são importantes para nos dar força e construir nossa identidade. E nos mostrar que mesmo com todos os problemas é possível encontrar soluções. Outra coisa que me agradou bastante foi o fato de a narrativa ser em primeira pessoa. Ou seja, toda a história é contada sob o ponto de vista de London, o que torna a mesma muito mais real, e envolvente. é muito interessante ver como a personagem enfrenta seus problemas e encontra soluções. 
O modo como ela sente e entende tudo o que a rodeia, e a sensibilidade com que enfrenta as situações. Não é só a presença de Luke que provoca mudanças, mas um sonho sombrio e lúgubre leva London a questionar sua própria sanidade. Segredos que a mãe tem guardado por anos e brigas com a única amiga fazem com que London passe a detalhar seu dia, a fim de que nada passe despercebido.
A cada capítulo era como se lesse uma nova história. Como se a personagem não evoluísse e, ao invés disso, vivesse uma nova história todos os dias, mesmo com todos os bilhetes. Acho que me senti na pele de London, tendo que viver todos os dias como se fosse uma aventura ao desconhecido.
A ideia da autora de explorar um tema tão complicado como a perda de memória recente é realmente corajosa e o fez com maestria, sem abusar do drama e com uma sensibilidade ímpar. A personagem não cai na mesmice e eu consegui sentir como se London fosse uma grande amiga que me permitiu ler seu diário.
Acho que a autora tentou fazer um livro com um tanto de moral, para refletir em diversos pontos. Em muitos momentos achei que o livro tomaria rumos mais profundos, e apenas achei o final um pouco corrido, eu esperava mais linhas para ler. Mas de forma geral, penso que a autora conseguiu um ótimo resultado.


"Este bilhete é para me lembrar de tudo de bom que eu tenho, desde as pessoas em minha vida até a capacidade que aparentemente eu possuo. Porque, sim, talvez eu vá sempre me esquecer do passado. Mas o que mais preciso me lembrar é do seguinte:  Também posso mudar o futuro." 

“De alguma forma, em meio a tantas emoções conflitantes, o sono segura minha mão e me puxa. E tudo o que não foi escrito desaparece.” 
                                                                                                                                 
     "Não tenho passado. Minhas lembranças estão no futuro."                                           
                                                                                                                                                   

5 comentários:

  1. Gostei muito da sua resenha com certeza vou ler o livro . :)

    ResponderExcluir
  2. Olá Joyce!! Tudo bem??
    Estou super curiosa para ler esse livro. Depois de tantos comentários positivos, não poderia ser diferente. Sua resenha ficou ótima, parabéns! E está capa é super linda e delicada!!
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente adoro este livro *-*

    Bjus.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Já tinha ouvido falar desse livro e já havia visto essa capa. Mas essa é a primeira resenha que eu paro realmente para ler. É pouco inovador, mas parece ser interessante. Também gosto de livros em primeira pessoa.
    Beijos!
    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Deslembrança parece ser um livro que te cobra bastante reflexões. A forma em que a personagem se dá com perda de memória a cada dia parece ser bem madura. Estou curiosa para saber como a história se desenrola e quais são esses (aparentes) mistérios.

    ResponderExcluir