quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Resenha: Bela Maldade






Título: Bela Maldade.
Título Original: Beautiful malice.
Autora: Rebecca James.
Editora: Editora Intrínseca.
Páginas: 302.
Ano: 2010.


Sinopse: Após uma horrível tragédia que deixou sua família, antes perfeita, devastada, Katherine Patterson se muda para uma nova cidade e inicia uma nova vida em um tranquilo anonimato. Mas seu plano de viver solitária e discretamente se torna difícil quando ela conhece a linda e sociável Alice Parrie. Incapaz de resistir à atenção que Alice lhe dedica, Katherine fica encantada com aquele entusiasmo contagiante, e logo as duas começam uma intensa amizade. No entanto, conviver com Alice é complicado. Quando Katherine passa a conhecê-la melhor, percebe que, embora possa ser encantadora, a amiga também tem um lado sombrio. E, por vezes, cruel. Ao se perguntar se Alice é realmente o tipo de pessoa que deseja ter por perto, Katherine descobre mais uma coisa sobre a amiga: Alice não gosta de ser rejeitada...

Opinião: Esse livro foi uma surpresa para mim, ele não é muito conhecido mas merecia, pois é muito bom. Comprei ele em uma promoção na Saraiva e acho que saiu por uns 8,00 reais.
No começo o livro parece mais um livro comum de adolescentes, com baladas, namoros e a garota perfeita.
A autora nos mostra a personagem principal Katherine, uma garota que aparentemente tinha uma vida perfeita. Era popular, tinha muitos amigos e um ótimo namorado. Sempre vivia em festas e tudo mais. Até que um dia acontece uma tragédia em sua família. Sua irmã mais nova Rachel é assassinada de uma maneira brutal e então Katherine decide ir morar com sua tia em outra cidade, para fugir das terríveis lembranças.
Ela se torna a garota tímida em seu novo colégio. Não fez amigos e preferia que ninguém falasse e nem notasse sua presença. Em belo dia a linda e popular Alice começa puxar conversa e lhe mostrar novamente um mundo de diversões. Acreditando que sua irmã Rachel quer que ela seja feliz, ela aceita embarcar na aventura de ser amiga de alguém novamente e começa a se divertir.
Alice lhe apresenta ao Robbie que é um namorado não oficial digamos assim. Robbie é super apaixonado pela Alice, mas ela não quer compromisso sério, apenas quer curtir a vida. Os três então, começam a viver como se o amanhã não existisse, se divertem muito um na companhia do outro, parecem ser amigos perfeitos. Certo dia os três saem para jantar em um lugar descolado e lá acabam encontrando um ex-namorado da Alice e ele está acompanhado da Philippa. Alice se mostra uma pessoa horrível, com um comportamento que choca e constrange a todos. Philippa alerta Katherine de que a Alice possa ter alguns problemas, mas ela acaba não se importando muito, afinal amigos também têm seus problemas e um pode ajudar o outro na sua dificuldade.

"Eu acho que, se você é um bom amigo, tem de aceitar as pessoas como são. As coisas divertidas e as chatas. O que é bom e o que é ruim. (Página 126)"

O comportamento da Alice muda cada vez mais. Ela magoa sem parar as pessoas que estão mais próximas que são Katherine e Robbie. Como ela é uma órfã que passou por alguns problemas na infância e a adolescência os dois acabam relevando algumas coisas. Mas a convivência com Alice acaba se tornando uma tortura e Katherine decide se afastar um pouco e começa a sair com Philippa que é uma garota mais velha e é super bacana. Philippa apresente seu irmão Mick a Katherine e os dois começam a namorar.

"Como agora gostaria de ter sabido como aquilo era frágil. Se naquela época eu soubesse a facilidade com que as coisas podem ser destruídas, não teria dado tudo por garantido." p.54

Cada vez mais Katherine ignora Alice e ela não gosta de se deixando de lado. E então você chega em uma fase do livro que é simplesmente eletrizante. Eu não quis largar o livro até saber como ele ia terminar. O livro é narrado em três pontos diferentes da história e você começa a entender como a morte de Rachel foi traumática para Katherine.
Esse livro está longe de ser uma leitura fácil. Em alguns momentos eu simplesmente achei que não conseguiria terminar esse livro. É um thriller psicológico que mexe com as estruturas de qualquer um. Eu ficava querendo ao mesmo descobrir o que aconteceu e não querendo descobrir. A Katherine sofre muito, em alguns momentos nós conseguimos sentir sua dor como se fosse nossa dor. A autora nos passa os sentimentos dos personagens de uma maneira como se fosse realmente real tudo aquilo.
Eu gostei bastante como a autora organizou os capítulos, mostrando intercalado o passado, presente e futuro de Katherine.
Quando acabei esse livro fiquei com um vazio dentro de mim. Todo aquele sofrimento em apenas 302 mexeu comigo de uma maneira que eu não esperava. Não sei se um dia terei coragem de reler esse livro, ele é muito forte.
Sem duvidas é um dos melhores do gênero que eu já li.












6 comentários:

  1. Gostei da história. Acho que eu leria. A temática mexeu comigo na leitura da resenha.
    Esse último quote foi bem impactante.
    Bela resenha de "Bela Maldade".
    hahaha
    Beijos!!!

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!!
      Leia, você não vai se arrepender.
      Bjus

      Excluir
  2. Olá Erika!! Tudo bem??
    Quando eu vi a capa e o título, imaginei um livro totalmente diferente!Eu gosto de livros trágicos, profundos, talvez por que a vida também é trágica certas vezes e os livros pro isso parecem mais reais ainda! E como podemos superar estas dificuldades.
    Fiquei com vontade de ler , e ele sempre esta em promoção por R$ 9,90 na Saraiva, e na próxima com certeza vou comprar para poder ler!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode comprar vc não vai se arrepender!
      Bjus!!!

      Excluir
  3. Menina mas eu to doida para ler esse livro, sempre quando vejo ele por 9,90 no sub me da um aperto no bolso por nao pode compra-lo.


    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compre pois a leitura vale muito a pena!
      Bjus!!!

      Excluir