quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Resenha - Cardcaptor Sakura.

Buenas galera,

Voltando as resenhas de mangás (sem interrupções se o Kami Sama permitir), hoje eu trago uma série muito conhecida por todos: Cardcaptor Sakura.


A obra foi criada em 1996 pelo grupo CLAMP e estampou as páginas da Nakayoshi até 2000, finalizando com 50 capítulos divididos em 12 volumes encadernados.

A série animada fez muito sucesso no Brasil ao passar na TV Globinho. Mas o mangá também fez muito sucesso pelas terras tupiniquins, tendo inclusive se tornado o primeiro mangá vendido em bancas de revista, feito que ajudou a popularizar os mangás no país.

A primeira vez que o mangá desembarcou aqui foi em 2001, sendo publicado pela JBC no formato "meio-tankobon e contou com 24 volumes, ele também foi um dos primeiros mangás publicados pela empresa. O mangá utilizou o mesmo nome da série televisiva: Sakura Card Captors.

Já em 2012, em seu processo de "renovação" a JBC relançou a série em sua edição de luxo. Foram 12 volumes, com páginas coloridas e impressa em papel especial. Nesta edição o nome original foi mantido: Cardcaptor Sakura. Os mangás custaram R$ 14,90 e ainda podem ser encontrados em algumas bancas.

A série conta a história de Sakura Kinomoto, uma garota de dez anos que acidentalmente libera as poderosas cartas Clow e que agora precisa reunir todas as 52 cartas antes que elas tragam a destruição do mundo.

A história é bem divertida, pois além de toda a trama para recuperar as cartas, ainda tem a vida cotidiana de Sakura na escola e com seus amigos. O que acaba tornando a série leve e fácil de acompanhar.

Alguns pontos interessantes em Sakura é a forma como ela aborda alguns temas "delicados" de modo tão sutil que o leitor nem percebe. Como o fato da amiga de Sakura querer algo "mais" que apenas amizade, ou o relacionamento entre o irmão de Sakura e seu amigo Yukito, que muitas vezes acaba parecendo não ser apenas um "carinho excessivo". Também tem o relacionamento de um professor com sua aluna (nada contra diferenças de idade, mas a guria só tem 10 anos).

Bom galera, Sakura é sem duvida uma ótima opção para quem quer aprender a ler mangá ou apenas para uma primeira coleção (o único problema é o preço, mas comprando aos poucos não pesa a coleção).

Até a próxima pessoal. :D

2 comentários:

  1. Eu não sou tão apreciador de mangás, mas quando passava o anime na TV Globinho eu assistia (e sim, eu gritava "SAKUUURA CAAARDCAPTOR").
    Apesar de não lembrar muito dos episódios, eu lembro que eu gostava bastante de assistir de Sakura :)

    ResponderExcluir
  2. omo falei não leio mangás, então fico por fora quando posta algum.
    Mas para quem curte e acompanha, parece ser ótimo.

    ResponderExcluir