quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Resenha One Piece. - Arco Baroque Works.

Buenas galera,

Como havia avisado no ultimo post, hoje trago mais uma resenha de One Piece.
Agora vamos falar sobre o segundo arco, que começa no capitulo 100 e vai até o 216, ou se preferirem do volume 12 até o 23.

Então sem mais delongas: Baroque Works.

(P.S.: Tem spoiler, afinal, é impossível falar de mais de 10 mangás sem revelar nada sobre eles.)


Rumo a Grand Line
Pois bem, esse arco começa com o bando do Chapéu de palha enfim entrando na Grand Line. Algumas coisas acontecem nessa entrada, nada muito "extraordinário". Após alguns capítulos, o grupo chega a uma ilha onde são bem recebidos pelos moradores, que estranhamente adoram a presença de piratas. oO

Na verdade essa ilha é uma armadilha para piratas iniciantes. Todos os moradores são caçadores de recompensas que trabalham para um grupo secreto chamado "Baroque Works", onde os agente utilizam codinomes, os homens usam números (quanto menor mais alto o cargo) e suas parceiras usam "datas comemorativas" como codinome. Entretanto uma luta começa a acontecer entre os membros da BW quando dois agentes especiais, Mister 5 e sua parceira Miss Valentine, surgem para matar não os piratas, mas sim outra dupla de agentes: Mister 8 e Miss Wednesday.

Sir Crocodile ou Mr. 0
Nesse momento descobrimos que Miss Wednesday na verdade se chama Nefertari Vivi, a princesa desaparecida de Alabasta, um reino da Grand Line que esta sofrendo com uma guerra civil. Ela conta ao grupo que o líder da organização, conhecido como Mr. 0, é o grande responsável pela guerra civil que assola seu reino, e que ela havia se infiltrado para descobrir a verdadeira identidade dele. Ele é nada menos que Sir Crocodile, um dos sete Shichibukais.

Se vocês se lembram, no último post eu falei sobre Dracule Mihawk que era um Shichibukai, mas apenas agora descobrimos o que são. Esse é um grupo formado por 7 piratas que foram "contratados" pela Marinha para enfrentar piratas menores em troca de "imunidade diplomática".

Voltando a nossa trama, o grupo começa a ser então caçado pelos membros da Baroque Works enquanto partem com a princesa em direção a Alabasta, porém após algumas paradas e confusões em que se metem, Nami acaba ficando doente e o grupo é obrigado a parar em uma ilha para procurar um médico.

Chopper
Eles então ancoram em um reino de neve sem nome e que possui apenas uma médica. Pois bem, essa parte é até legal e dura aproximadamente três volumes, mas não tem muita importância. A unica coisa realmente relativa na história é que conhecemos Tony Tony Chopper, uma rena que comeu a Akuna No Mi Humana e que agora pode falar e se transformar em outras formas. Mas mais importante que isso, Chopper é um médico, e após muita insistência de Luffy a rena decide partir em direção ao mar acompanhando o bando. Outro ponto que passa despercebido agora, mas no futuro é interessante (ou será, porque ainda não foi explicado nem para quem acompanha a trama atual) é o verdadeiro nome do rei dos piratas, que ao invés de Gold Rogers como todos conhecem, ele se chamava Gol D. Rogers. Mas como eu disse, isso só é lembrado mais pra frente, e mesmo assim não foi explicado ainda.

Em Alabasta, Crocodile começa a colocar seu plano em ação e convoca os mais poderosos agentes da BW para o grande plano final. Enquanto isso os chapéus de palha desembarcam em Alabasta, preparados para enfrentar o terrivel inimigo.

Portigas D. Ace
Finaleira do arco chegando (embora seja apenas o volume 18), poucas coisas podem ser contatas sem revelar a trama final. Maior parte dos próximos 6 volumes é para mostrar como esta o "clima" e a tensão em Alabasta e para mostrar o embate entre os Mugiwaras (vou começar a usar o nome original, mas sempre que eu falar Mugiwara, vocês já sabem que significa Chapéus de Palha ok. :D) e a Baroque Works. Não vou narrar essa parte, vou apenas grifar 2 pontos que são importantes no futuro.

Primeiro é que conhecemos Portigas D. Ace, o irmão mais velho de Luffy e que agora serve ao poderoso pirata Barba Branca. Ace aparece rápido, ele apenas entrega para Luffy um papel em branco e promete encontra-lo "naquele lugar". Depois disso Ace parte em sua missão de caçar um assassino.

O segundo é a misteriosa parceira de Crocodile, a linda Miss All Sunday. Por algum motivo ela parece mais interessada realizar seus próprios objetivos do que no sucesso do plano de Crocodile. Em certos momentos ela parece até mesmo torcer por uma vitória de Luffy.  Quando já estamos chegando próximos ao final, quanto todos os planos foram revelados e apenas a luta principal ainda não terminou, é ai que descobrimos então a identidade de Miss All Sunday.

Após ela cumprir sua parte no trato, Crocodile decide então trai-la e revela toda a verdade de seu passado. Na verdade ela é a perigosa Nico Robin, conhecida mundialmente como "a filha do demônio". Robin é a última sobrevivente de um povo que almejava destruir a humanidade e desde os oito anos de idade ela já tem uma recompensa por sua cabeça, porem todos achavam que ela estava morta após desaparecer por 20 anos.

Bom, novamente a história volta a ter pancadaria e Luffy finalmente derrota Crocodile e salva o reino de Alabasta. O rei então decide convidar todo o bando para se hospedar no castelo, já que esse é o único lugar onde a Marinha não pode invadir e prende-los.

Uma semana se passa e chega a hora do grupo partir em busca de novas aventuras. Eles vão em busca do Going Merry e para surpresa deles o barco havia sido protegido por um de seus "ini-amigos", o agente da Baroque Works Mr. 2, Bon Clay. O antigo inimigo se sacrifica em nome da verdadeira amizade e é preso pela Marinha no lugar dos Mugiwara.

Chega então a hora mais triste desde arco. A Marinha começa a se aproximar do navio e eles precisam escapar dali o quanto antes, mas todos sabem que ainda esta faltando algo no barco, ainda esta faltando uma tripulante ali dentro. E agora, será que Vivi ira ou não viajar com eles??

Enquanto isso, no palácio de Alabasta começa o discurso da princesa que salvou o reino. Mas ela não esta la no palacio, o discurso dela esta sendo feito de outro lugar. Ela esta na beira da costa para se despedir de seus amigos. Porem a Marinha também esta lá, e os Mugiwaras sabem que se a Marinha descobrir que existe algum vinculo entre a familia imperial e um bando de piratas procurados, todo o reino pode sofrer com isso. E nesse momento Vivi faz a pergunta que decide o futuro de todo o reino: Eles serão para sempre companheiros?

É dificil descrever essa cena, vou colocar ela em imagens para vocês então:


Recentemente foi feita uma enquete sobre qual era a cena mais marcante dos 16 anos de One Piece, essa cena ficou em segundo lugar, sendo que ela foi escrita a no minimo uns catorze anos atrás. São cenas assim que mostram o porque de One Piece ter tantos fãs e fazer cada vez mais sucesso ao longo dos anos. :D

Com essa cena nós encerramos o segundo arco de One Piece, e iremos tirar umas férias de Luffy e sua turma. Só iremos falar do terceiro arco, Skypia, daqui a três semanas.

Semana que vem eu volto com a resenha de outra série: CardCaptors Sakura. :D

Até lá.


11 comentários:

  1. Spoilers de One Piece não me assustam mais, pois meu namorado adora me contar o que rola no anime, mesmo sabendo que eu não vou entender nada, haha.
    Após sua última resenha cedi a curiosidade e baixei 20 episódios do anime. Mas não vi nenhum episódio além desses 20. São tanto episódios pra baixar! Mas um dia eu ainda consigo acompanhar.
    E gente, é impossível ver esse anime depois de ter crescido assistindo Naruto e acabar não comparando o jeito do Luffy com o do Naruto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomendo que você leia ele ao invés de tentar assistir.
      A leitura é muito mais rápida, menos cansativa e contem muito mais informações que o anime. :P

      Nem vou comentar o sacrilégio que vc cometeu ao comparar o Luffy com o Naruto. hahahahha

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkk' isso, guarde pra você.
      Realmente eu prefiro ler, mas como adoro os animes preferi começar por eles, mas é tão cansativo baixar tantos episódios. Ahhhh posso fazer os dois ao mesmo tempo. Pq tempo é o que eu tenho de sobra de agora.

      Excluir
  2. Quanta coisa! Só pegando para ver mesmo. Parece ser um anime bom, por ter 16 anos ele deve ter feito e pelo visto ainda faz sucesso. Essa última cena realmente muito boa!!
    Abraços,
    Raquel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E isso que eu só falei até o cap 216 por enquanto. O mangá já passou do 720. :P

      Excluir
    2. 720? Nossa já bateu aquela preguiça. Eu não gosto de ler nem série de seis livros porque geralmente cai na mesmice e fica chato, pra ler tudo isso tem que gostar mesmo.

      Excluir
  3. Muito interessante, Flavio. Já havia comentado no outro post o quanto fiquei impressionado com os desenhos. Perfeitos!

    Qual foi a cena mais marcante, já que esta que você colocou ficou em segundo lugar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma, no futuro vocês vão encontrar a cena mais emocionante de toda a história. :P

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Okay!
      rsrs
      Vou esperar. Pelo jeito, deve ser BEM marcante mesmo.
      Valeu!

      Excluir
  4. Caramba 720? Não sei se pra mim é humanamente possível conseguir ler tudo isso, mas vou tomar coragem e começar um dia.

    ResponderExcluir