sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Resenha Some Girls Bite


Autora: Chloe Neill
Editora: Penguin Club
Número de páginas: 352
Ano de lançamento: 2009

  Depois de umas pequenas “férias” aqui estou eu de novo, com mais uma resenha! (Na verdade escrevi essa resenha com todo o cuidado e carinho para a Cah parar de me dar puxão de orelha porque nunca mais postei nada. Também te amo Cah.)
  Eu estava procurando uns livros bons para ler, e minha amiga me indicou a série Chicagoland Vampires (Vampiros de Chicagoland em português). Após ler a sinopse, não me interessei muito, pois apesar de amar livros de temas sobrenaturais, já estou cansada de livros sobre vampiros, mas ela não parou de falar para eu ler, então esses dias eu resolvi dar uma chance aos livros de Chloe Neill, e realmente fiquei surpresa com o primeiro livro. Não esperava uma trama tão bem traçada, e a escrita da autora é surpreendente.

  Caroline Merit (ou somente Merit, que é como gosta de ser chamada) é uma estudante de pós graduação de 27 anos que mora em Chicago, filha de pessoas ricas, influentes e gananciosas, que estão sempre de olho no dinheiro; Merit, no entanto, é o oposto de sua família. Nesse mundo, os vampiros acabaram de “sair do armário”, e eles são divididos em Casas, que são grupos de vampiros que juraram lealdade ao vampiro Mestre (pensem nas casas como reinos, e o Mestre como o Rei daquele reino), e somente um Mestre pode transformar uma pessoa em vampiro, e então aquele novo vampiro vai fazer parte daquela respectiva Casa. Um dia, ao caminhar pelo campus da Universidade à noite, ela é atacada por um vampiro, quase a levando à morte, se não fosse por Ethan Sullivan, o charmoso e centenário vampiro Mestre da Casa de Cadogan, que salvou sua vida a transformando. Merit agora têm que jurar lealdade à Ethan, e à Casa de Cadogan, e enquanto isso, acontecem outras mortes de garotas, e a suspeita das autoridades é que o culpado pertence à Cadogan.
  O primeiro livro foca bastante em Merit descobrindo seus novos “poderes vampirescos” e suas novas responsabilidades para com a Casa e com Ethan (que ela se recusa à obedecer e respeitar como seu Mestre como manda o figurino), e também na investigação dos tais assassinatos conta com as características dos personagens bem marcadas, e um universo alternativo bem estruturado, e também tem aqueles elementos que em sua maioria fazem o livro ficar muito interessante, como uma heroína espirituosa, sarcástica e cheia de força de vontade – ela entra fácil para a minha lista de melhores heroínas –, um triângulo amoroso, criaturas sobrenaturais (não só vampiros como metamorfos e feiticeiros também), e também amizade.
  Achei interessante o fato da heroína não ser uma adolescente, como na maioria dos casos; já que a série é voltada um pouco mais para jovens e jovens adultos. Mal posso esperar para ler o resto da série, me conquistou de um jeito que poucas séries já fizeram. Não deixe que o preconceito com séries sobre vampiros te impeça de ler essa série maravilhosa.

Classificação: 10/10

27 comentários:

  1. A primeira coisa que me chamou a atenção também foi o fato da protagonista não ser uma adolescente. Então posso supor que não é cheia daquele romance meloso e clichê que recheiam as histórias de vampiros atuais.
    Lembrou-me um pouco True Blood. "Vampiros saindo do armário" e me deixou em dúvida, eles se revelam para a sociedade como na série?
    Gostei também do fato de conterem metamorfos e outras criaturas - Tornando ainda mais parecido com True Blood, e eu sou viciada nessa série.
    Outro elemento interessante é a protagonista ser transformada logo no começo da série, diferentemente de outras séries.
    Conseguiu chamar a minha atenção, e até entrar na minha extensa lista de compras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, eles se revelam para a sociedade! Também me lembrou True Blood, só que nessa série eles não têm sangue sintético (mas eles têm uma empresa chamada Blod4You, que entrega sangue humano em sacos plásticos ou caixinhas de suco haha). As outras criaturas sobrenaturais que aparecem na série ajudam a desfocar um pouquinho dos vampiros, até porque seria horrível se ficasse só nos vampiros o tempo todo.

      Excluir
    2. Eu li a sinopse desse e dos outros livros da série, porque realmente me interessou bastante. Mas não encontrei em nenhum site de venda online. Encontro e-books, mas não gosto muito de ler e-books.
      Realmente me chamou a atenção, principalmente por ser parecido com True Blood.

      Excluir
    3. Acho que ele não tem no Brasil ainda, pra comprar só em inglês :/ Espero que lancem por aqui logo!

      Excluir
    4. Pois é, fui pesquisar e não encontrei nada a respeito. O livro é de 2009, meio antigo, por isso acreditei que pudesse já ter uma tradução. Mas pela sinopse, vale a pena ler até em e-book, embora eu prefira o livro físico.

      Excluir
  2. Eu também tenho um pouco de preconceito com séries sobre vampiros, mas sua resenha me convenceu a dar uma chance pra essa. O fato da protagonista não ser adolescente deve não deixar a história muito melosa e talvez fazer com que eu não odeie ela rs. Gostei também da maneira como vivem os vampiros, enfim espero ler logo o livro!
    Beijos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hah eu também não gosto de personagens muito melosos. Gostei bastante da Merit; ela me fez rir com seu humor irônico e sarcástico, e também me fez chorar em alguns momentos da série, uma mistura muito gostosa de ler.

      Excluir
  3. O esquema dos vampiros transformados pertencerem à casa do Mestre é muito semelhante à série Night Huntress! Adorei! *¬* Gostei da proposta do livro. Não conhecia NADA sobre ele, mas como você estou também cansada de livros sobre vampiros que não trazem muitas coisas novas. Ao que parece esse é um livro um pouco anti-clichê, a começar pela idade da protagonista! Isso torna as coisas ainda mais interessantes no meu ponto de vista! Com certeza entrou para a minha lista de desejados (rs).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu me surpreendi com a idade da personagem! E você realmente se apaixona pelos personagens, e como a narrativa é no ponto de vista da Merit, você sofre com ela, ri com ela, se apaixona com ela, é uma experiência muito boa. Nunca li Night Huntress, vou dar uma conferida depois :)

      Excluir
  4. Não conhecia o livro e confesso que não me senti interessada em lê-lo. Eu realmente já cansei de livros de vampiros, agora só leio séries com vampiros se realmente me interessar muito :/ Mas sua resenha está ótima, se eu gostasse de livros de tema sobrenatural, eu com certeza leria!

    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena que não se interessou :/ você conhece a série Academia de Vampiros? É uma das melhores séries que eu já li até agora, é bem diferente de qualquer outra série de vampiros que eu já li, se quiser dar uma conferida (se não conhecer, claro): http://www.some-fantastic-books.com/2013/03/resenha-o-beijo-das-sombras.html

      Excluir
    2. Eu conheço sim :) Até agora eu só li os dois primeiros livro e estou gostando bastante dessa série, eu quero comprar o terceiro logo porque já estou bem curiosa... E eu já ouvi falar que vai ter adaptação também (não sei se é verdade) mas se tiver mesmo eu quero ter lido a série inteira já.

      Excluir
    3. Vai ter sim! O filme do primeiro livro já foi gravado e já está em pós-produção, vai lançar em fevereiro http://va-movie.com :D

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. Mas já está assim? Eu achava que ia demorar muito ainda, e achava que nem tinha escolhido os atores ainda... Mas que bom que o primeiro já foi gravado :)

      Excluir
    6. Haha e o diretor e o screenwriter são os irmãos Mark e Daniel Waters, sendo que o Mark foi o diretor de filmes como Meninas Malvadas e produtor de 500 Dias Com Ela :D

      Excluir
  5. Eu adoro vampiros. Não conhecia esse livro e fiquei interessada.

    Beijos,
    Carissa

    ResponderExcluir
  6. Que bacana isso da heroína não ser uma adolescente, deve dar um ar mais maduro, confesso que tem umas protagonistas mais novas que exageram no drama e tornam a leitura bem ruim...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também achei bem bacana! Realmente, tem umas que eu não consigo suportar, tenho vontade até de parar de ler...

      Excluir
    2. É verdade, a maioria tem dramas internos que tornam a leitura extremamente chata, muitas vezes toma atitudes realmente ruins, é uma pena. Pena que essa série não foi lançada aqui no Brasil, parece ser realmente boa. Alguma editora comprou ou algo assim?

      Excluir
    3. Não que eu esteja sabendo :/

      Excluir
    4. Nossa que pena, mas quem sabe um dia...

      Excluir
  7. Não conhecia essa série, mas fiquei curioso devido a sua resenha, mesmo que eu também esteja saturado de vampiros essa história em questão parece ser interessante, gostei dessa fato de ela não ser adolescente, é realmente fora do comum, o que se torna um diferencial!

    ResponderExcluir
  8. Eu acho que essa temática de vampiro já está saturada, única saga com vampiros que eu curti foi 'Instrumentos Mortais', mas mesmo assim foi meio difícil aceitar ter vampiros na estória. Precisamos de vampiros maus novamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc já leu a série Academia de Vampiros? É a melhor série de vampiros que eu já li até agora, os vampiros são todos embasados nos mitos romenos, é muito boa :) Também acho que isso de vampiros já deu, mas realmente tem umas séries de vampiros muito boas por aí, não gosto de deixar de ler uma série ótima só porque é de vampiros...

      Excluir
  9. Não sou fã do gênero, maas, como percebi algumas peculiaridades na estória, em relação aos demais, e a leitura me pareceu envolvente, eu daria uma chance ;)

    ResponderExcluir