segunda-feira, 26 de agosto de 2013

One more Episode: Flashpoint

Hoje lhes trago algo emocionalmente incrível:

                                          Spike, Wordy, Jules, Ed, Greg, Sam, Lou

 Um drama policial, drama mesmo, dificilmente você assistirá um episodio no qual você não se emocione nem um pouco com a historia, diferente de outras séries policiais, mas não tanto, Flashpoint tem seu foco no que leva as pessoas a cometerem assassinatos, sequestros, mas não sequestros por dinheiro, em flashpoint nada é tão simples, são crimes emocionais, uma traição, o ultimo desejo do amor da sua vida que esta morrendo, um coração que deveria ser da sua filha, mas outro tomou sua posição na fila de espera, milhares de situações diárias que levam pessoas comuns a cometerem crimes, e a Unidade de Resposta estratégica é quem cuida de casos assim, onde o ponto principal é manter a paz e conseguir que todos fiquem vivos.
 Greg Parker, sargento, é o principal negociador do Team 1, ele te um filho Dean, o qual ele raramente vê.
 Temos nosso capitão tático por assim dizer, ele comanda a parte pratica da equipe, ele é o braço direito de Greg, Ed Lane, casado, e tem um filho que eventualmente o ignora.
 Temos Jules, a única mulher que realmente pertence à equipe, tivemos a presença de outras, mas Julianne Callaghan e a única que realmente tem espaço ali.
 Temos o lindo, loiro, badboy com pinta de herói, ex forças especiais, Sam Braddock, podemos o colocar como o novato da turma, ou o segundo na linha tática de comando, logico, que isso apenas depois de duas temporadas, rs.
 Michelangelo Scarlatti, mais conhecido como Spike, é o nosso nerd, extremamente necessário, hacker, o único com conhecimento em desarmamento de qualquer tipo de bomba, e ainda sabe ser policial e um dos melhores atiradores de elite que temos.  Spike é o meu favorito.
 Temos Lou e Wordy também, ambos tão bons quanto os outros, e membros apaixonantes, mas sem tanto destaque em qualidades quanto os outros.
 Além de focar nos problemas alheios, Flashpoint tem sua cota de problemas internos, e não são poucos, desde amores mal resolvidos e filhos que te odeiam ou irmãs que namoram traficantes.
Não consegui colocar o vídeo aqui, deixarei o link :

 Algo importantíssimo a comentar é que Amy Jo Johnson a Jules, ela foi a nossa primeira Power Ranger rosa, sim, Amy  Jo, era a linda da Kimberly Hart. 

Obs.: O piloto de Flashpoint é muito ruim, de verdade, você assiste e desiste de continuar, mas se vocês derem uma chance pro segundo e terceiro, garanto que vão gostar da série. 
Assistam e me digam o que acharam. 
 Obs 2.: Desculpem o atraso no post, meu notebook me odeia. Sorry mesmo amores.

Um comentário:

  1. SUPER CURTI!

    Não conhecia a série, mas pela descrição, é beeem o que eu gosto:
    lado emocional dos crimes ^^

    ResponderExcluir