sexta-feira, 5 de julho de 2013

Cine FB: A Órfã.


Vamos para um filme de terror?
Lançado em setembro de 2009 A Órfã é um filme que vale a pena assistir, não tem nada daqueles sustos ensaiados, na verdade, ele mistura terror com suspense de uma forma muito legal, eu não imaginava o final, e atualmente onde temos muitos filmes que começamos já sabendo o final, isso conta muito.


Kate e John depois de terem um aborto resolvem adotar uma criança, quando chegam ao orfanato se encantam por Esther que estava pintando e que tem nove anos, após uma rápida adoção Esther vai para a casa deles conviver com os filhos do casal Daniel e Maxime que é surda e muda.

No começo tudo vai bem, ela parece tão doce e perfeita. Acontece que logo Kate começa a desconfiar que algo está errado. Enquanto Esther está ficando mais misteriosa e mais meiga com John, Kate está cada vez cavando mais fundo o passado da garota e a medida que vai descobrindo passa a querer Esther mais e mais longe, acontece que ninguém acredita nela, pois tem um passado com alcoolismo.

O ponto alto desse filme é que você pode esperar tudo e mesmo assim o final não será nada disso, quando chegou nele eu fiquei: =O É aquele filme que mistura suspense com terror e te deixa com medo de sair na rua de noite. Muito bem pensado, afinal crianças deveriam ser esperança e não terror.
Foi dirigido por Jaume, o mesmo diretor de A Casa de Cera, filme que quando estreou eu assisti e adorei também. (Quando Chad era novinho e ainda não havia destruído a imagem dele traindo a Sophia Bush. Dizem que a traiu com a Paris Hilton durante a filmagem do filme. Eu adoro a Sophia Bush.)

Classificação: 09/10.



46 comentários:

  1. Ai Cath's eu não assisto filme de terror de jeito nenhum, só se for obrigada porque senão passo dias mal mesmo. Mas acho esse muito intrigante, eu tenho vontade de assistir, mas acho que nunca vou ter coragem. kkk Amei a dica!

    Abraços, Raquel.
    Viajando com Livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rachel, esse não é um filme tão assustador assim. É mais um triller psicológico. É um filme que te deixa inquieto, mas não apavorado.
      Recomendo!

      Excluir
    2. Assisti Raquel. Não é aquele tipo de filme que tem espirito e essas coisas. Eu nem gosto de filme com espiritos kkk

      Excluir
    3. Pois é, Rossana. Alguns filmes de espíritos são bons. Apesar de muitos serem clichês, alguns conseguem inovar.

      Excluir
    4. Eu gosto também de filmes de exorcismo. Um dos melhores que eu assisti foi "O exorcismo de Emily Rose".

      Excluir
    5. O melhor filme de terror, na minha opinião é O Exorcista, mas sendo o original, dos anos 70. É um filme muito polêmico e verdadeiramente assustador. A música Tubular Bells é o toque do meu despertador.

      Excluir
    6. O que deixa esses filmes ainda mais interessantes, são o fato de usarem atrizes (geralmente crianças e pré-adolescentes). Acho que isso vem muito daquela ideia que se tem de aparência de princesinha. A lista é muito extensa. A ÓRFÃ, para mim, se sobressaiu pelo final da história (que não vou contar aqui, caso alguém leia o meu comentário e não tenha assistido ainda).

      Excluir
  2. Esse filme é horrível(no sentindo de terror), não sei como olhei até o final.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, as crueldades de Esther são até moderadas se compararmos com outros filmes no estilo mais sangrento.

      Excluir
    2. Pior que é verdade a comparação, kkkkkk.
      Eu achei um filme muito bem bolado!

      Excluir
    3. Tem um filme chamado "Herança Maldita", que é o "oposto", digamos assim. É uma mãe, que tem depressão pós-parto e tenta matar os filhos. Lembro que minha mãe pediu para que eu desligasse o DVD.
      rsrsrs
      Ele não tem taaaanto sangue assim, mas é bem cruel.

      Excluir
    4. Filme de terror e de suspense para mim possuem uma diferença gritante. Eu classifico A ÓRFÃ como um suspense/drama...

      Excluir
  3. Adoro esse filme, já assisti várias vezes.
    Mas ele não me assustou, só me surpreendeu :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alessandra, também já assisti umas três vezes e gostei bastante.
      O final é muito surpreendente.

      Excluir
    2. Eu também já assistir várias vezes porque sempre recomendo para amigos ai assisto com eles, rs.

      Excluir
    3. Realmente Alessandra, o filme não assusta, apenas ( e não um apenas chulo) surpreende!

      Excluir
    4. Isabelle Fuhrman definitivamente arrebentou interpretando a Esther. A crítica elogiou muito o trabalho dela. Além do enredo super bem bolado, o que surpreende o público, a escolha da atriz protagonista foi um tiro muito certeiro.

      Excluir
    5. Na próxima semana completa 4 anos que o filme foi lançado nos Estados Unidos. No Brasil foi em setembro de 2009. Para mim foi um dos melhores filmes do gênero naquele ano.

      Excluir
  4. FB também é cultura. Eu não sabia que era do mesmo diretor de A casa de cera. Outro filme que gostei muito e é bem mais pesado que A ÓRFÃ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não sabia, rs.
      Mas tá na mesma linha de "terror" neh, apesar de A Casa de Cera eu considerar terror e A Orfã não.

      Excluir
    2. Exatamente, Rossana. Eu costumo discordar das pessoas quando se referem ao filme O SEXTO SENTIDO (1999) como terror. Ele tem poucos trechos que podem caracterizá-lo assim. É mais um horror psicológico com drama.

      Excluir
    3. A ÓRFÃ segue uma linha dramática e um toque mais carregado de suspense. A classificação indicativa dele é 18 anos, acho que seja até um pouco exagerada. Poderia ser 16 anos, sem causar prejuízo algum aos espectadores.

      Excluir
  5. Desculpe por essa avalanche de comentários, mas é porque eu adoro mesmo esse filme. Um dos melhores do gênero que eu já assisti.

    Uma vez passou um na Tela Quente chamado CASO 39, que eu achei bem parecido, mas não tão bom quanto este por envolver espíritos, demônios ou algo assim.

    A ÓRFÃ surpreende muito, é inusitado. Jamais imaginei que o final fosse daquele jeito.

    Beijos!!!

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também quando começo a falar desse filme se deixarem eu não paro mais.
      É um dos melhores filmes que já assisti e sempre digo isso para as pessoas.

      Excluir
    2. Ahhhhhh, eu também já assisti Caso 39, e A Orfã dá de 10 a 0 nele. Não que Caso 39 seja ruim, mas só comparando, hahaha.
      Eu não curto filmes com espíritos e essas coisas.

      Excluir
    3. rsrsrsrs
      Parecemos dois fanáticos aqui comentando sobre o filme. Mas é porque é o meu gênero favorito. Uma vez eu fiz um post no meu blog sobre filmes e na lista de 7 filmes coloquei filmes de suspense/terror. Tudo nesse filme é perfeito (elenco, fotografia, trilha sonora, enredo)...

      Excluir
    4. Filmes que têm crianças como protagonistas sempre me despertam a atenção.

      A ÓRFÃ, CASO 39, A PROFECIA, O EXORCISTA (esse é clássico), O SEXTO SENTIDO, OS OUTROS...

      Excluir
    5. Esse ano tem mais um que parece ser bom, se chama MAMA.

      Excluir
  6. Eu já assisti esse filme e para mim o autor bolou tudo direitinho, acho que nada estava fora do lugar nesse filme.
    Ficou perfeito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Rossana. Ficou tudo bem amarrado na história. Eu não encontrei nenhuma ponta solta.

      Excluir
    2. O filme arrecadou cerca de 77 milhões de dólares ao redor do mundo não foi por acaso. Ele tem qualidade. Vi numa crítica que foi a "redenção" do diretor após ter sido mal sucedido com A casa de cera (2005).

      Excluir
  7. Esse foi o filme que me fez ficar fã da Isabelle Fuhrman, e por sinal, ô garotinha talentosa viu?! Espero ver ela nas telinhas mais vezes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi, sem dúvida alguma, o divisor de águas na carreira da atriz. Dificilmente vai se falar dela sem associar a personagem Esther. Marcou muito. Ela tem futuro.

      Excluir
    2. As outras crianças do filme também tiveram boas interpretações (no meu ponto de vista). Acho que foi feito um enorme trabalho psicológico com eles para não acontecer algum transtorno após as gravações. A atriz Linda Blair (O EXORCISTA), tem muitas histórias assustadoras depois que gravou o clássico do terror mundial.

      Excluir
    3. Eu por exemplo, quando escuto falar em Haley Joel Osment, sempre penso em O SEXTO SENTIDO. Ele fez um filme no ano seguinte a esse, chamado A CORRENTE DO BEM, que partia de um viés totalmente diferente, estilos muito distintos, mas no meu subconsciente ali era o personagem que disse : I SEE DEAD PEOPLE! ALL TIME...

      Excluir
  8. Ah, quando assisti da primeira vez eu também fiquei boquiaberta e foi durante uns 10 minutos kkkk
    Mas depois de assistir de novo e de novo já não foi tanto assim. As vezes fico receosa de assistir novamente um filme que me surpreendeu tanto.

    ResponderExcluir
  9. Antes de terminar eu preciso prestar a minha indignação quanto ao gênero que foi posto o filme!
    Gente, isso não é terror, isso é suspense, suspense e mil vezes suspense!
    Ai muita gente não quer assistir porque acho que é terror.
    Eu mesma nem gosto de terror e fiquei receosa de assistir, mas ai quando assisti eu amei porque é suspense e eu sou fã louca de suspense!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Rossana.
      Particularmente eu curto os dois estilos, mas ainda prefiro o suspense, porque (geralmente) possuem mais história. Os filmes de terror muitas vezes apelam muito para o sangue.
      Vários se resumem em torturas, mortes, mortes e mais mortes. Chega a ficar cansativo em vez de assustador.

      Excluir
  10. Realmente o final é algo de cair o queixo, não esperava por aquilo de jeito nenhum o.O Também gosto bastante do filme A Casa de Cera ^^

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A casa de Cera também é um bom filme.
      Mas pra mim A Orfã é mil vezes melhor rs.

      Excluir
    2. "vou cortar seu pinto antes que saiba para que ele serve"

      SEPAREI ESSA FRASE QUE EU ME LEMBRO DE TER RIDO BASTANTE QUANDO OUVI. FOI NO MOMENTO QUE ELA ESTAVA AMEAÇANDO O "IRMÃO" DELA.

      A CENA FICOU BRILHANTE, LEMBRO QUE A TELA FICA ESCURA E, DE REPENTE, UM RELÂMPAGO ILUMINA TODO O QUARTO E REVELA A PRESENÇA DE ESTHER.

      Excluir
  11. Tem um filme chamado A Tara Maldita, que é o primeiro filme onde tem uma criança malvada. Vocês tem que assistir!
    É até preto e branco, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando eu tiver com mais tempo vou procurar assistir. Falando em filme em preto-e-branco, impossível não se lembrar de Psicose e a famosa cena do chuveiro.

      Excluir
  12. A Orfã foi baseada numa personagem real; a dita passava por 12 anos e foi adotada várias vezes, mas tinha quase 40 anos, se não me engano. Ela está envolvida na pior história de maus tratos infantis, junto com a tia e mãe de uma dupla de meninos, torturados ao extremo por elas. Isso torna o filme mais assustador ainda.
    Bj, Aris.

    ResponderExcluir
  13. Para mim a cena mais crul foi a morte da freira com um martelo.

    ResponderExcluir