sexta-feira, 24 de maio de 2013

Resenha Breaking Sin.

Breaking Sin 

Autor: Teresa Mummert.
Numero de páginas: 128.

Você leu Belo Desastre? É como uma cópia curta e corrida de Belo Desastre. Eu li o livro em uma hora e a cada página eu ficava mais chocada.
Sinthia é a aluna certinha, estuda, cuida das notas e está tudo bem até encontra com Collin no elevador e depois num bar, ele cheio de tatuagens e significando problemas, com várias garotas em volta.
Até aqui tudo bem eu iria gostar do livro, mas as situações se passam na mesma rapidez com que você vê um carro a 220 por hora.
Sinthia antes era certinha, em questão de uma saída com Collin já vira amiga dele, colega de fraternidade e adora festas, bebidas e roupas curtas.
Você nem consegue sentir os sentimentos deles, pois não se aprofunda, é jogada de um acontecimento em uma festa para o próximo acontecimento em outra festa, a maior parte do livro se passa em festas, as quais Sin nem gostava de ir no começo lembra?
Quando cheguei ao final do livro comparei ele mentalmente a uma fanfic mal feita, sabe aquelas que você escreve quando tem 10 anos? (Sem ofensa as pessoas de dez anos.)

Personagens
Sinthia: bipolaridade pode definir ela, primeiro CDF então de uma cena para outra uma garota que ama festas e bebidas.
Collin: ao menos ele se manteve igual o livro todo, mas não tive nem a chance de adorá-lo de tão rápidas as cenas, sem falar na mania "vou resolver tudo com os punhos".
Taylor: melhor amiga de Sin, fica com todos e mais um pouco.

Escrita: a escrita é fácil de entender e tudo mais, mas a autora faz tudo tão depressa que perde o senso.

Capa: Eu gostei da capa, se a história fosse melhor eu diria que combina, por mostra o começo de Sin.

Enredo: uma cópia de tudo que estamos acostumadas, só que mal escrita, garoto badboy conhece garota certinha, não se acha bom o suficiente para ela, a faz sofrer e todo o restante.

Classificação: 01/10.
 

3 comentários:

  1. Eita... 1/10?
    As vezes a estoria passou rápido, porque existe mesmo meninas assim..essas adolescentes que conhecem alguém descolado fazem de tudo pra acompanha-lo..estupidez,mas falando sobre livro, poderia ter sido menos clichê (embora realmente aconteça isso)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu quero bater em garotas assim, elas detonam a reputação feminina. Apesar que existe garotos assim também.

      Excluir
  2. Nunca vi um 01/10 por aqui, apesar de só conhecer o blog à um mês e meio, esse livro deve ser ruim mesmo! Uma história clichê tem que ser bem escrita para poder prender o leitor, então uma escrita rápida não vai conseguir isso...

    ResponderExcluir