quinta-feira, 25 de abril de 2013

Trechos De Um Livro... - Pegando Fogo.

Pegando fogo!

—Não da para pintar por cima daquele cor de laranja fosforescente—disse eu.—Quer dizer, a não ser que você use preto. Mas essa não e uma das cores da escola.

Shaniqua torceu o nariz:

—Bem, isso e um problema. Ouvi dizer que o ginásio era bem novo quando isso aconteceu. Como alguém pode ter feito algo tão estúpido?

Encolhi os ombros, de repente me sentindo como se, em vez de estar mergulhando no oceano, o oceano estivesse dentro de mim—frio e vasto e muito, muito solitário.

—Voce sabe como crianças podem ser.

—Aquele pobre garoto...—disse Shaniqua, olhando Tommy indo embora, de costas, tão lindo quanto de frente.—O que ele fez para ter algo como aquilo pintado na parede da escola?

—Senhorita!—gritaram os idosos da minha mesa do ônibus de turismo.

—Hum—falei, enquanto ia na direção deles.

Salva pelos turistas. Foi à primeira vez.

—O trabalho chama!

Certo.

Certo, então estou em apuros. Seriamente em apuros. Tommy Sullivan sabe sobre mim e Eric Fluteley. Tommy Sullivan—Tommy Sullivan, de todas as pessoas—me viu com Eric Fluteley.

E, tudo bem, que se dane, nos estávamos apenas nos beijando. Isso foi tudo que eu já fiz com qualquer cara, incluindo meu namorado serio de quatro anos. Mas não vai fazer a menor diferença se Tommy resolver espalhar a noticia por ai. As pessoas não vão ligar. Eu ainda vou ser a menina que traiu um Quahog.

Não apenas qualquer Quahog, mas Seth Turner, o irmão de Jake Turner, o mais amado Quahog de todos os tempos... exatamente o mesmo Quahog cuja carreira promissora foi encurtada tão brutalmente por ninguém menos que...

...Tommy Sullivan.

—Katie, espero que não tenha tido problema colocar aquele cara na mesa do canto—disse Jill enquanto levava um casal de meia-idade para uma mesa perto da água.—Perguntei a ele se era um Quahog e ele disse que era.

Tive que rir daquilo—mesmo que com sarcasmo. Quer dizer, Tommy pode estar aqui para arruinar minha vida e se vingar de mim por ter arruinado a dele...

...mas pelo menos ainda tem senso de humor.

—Não, Jill—disse eu.—Não muito.

—Serio?—disse Jill embasbacada—Mas ele e tão gato. Eu simplesmente achei... ele me disse que estudava em Eastport.

O que? Ótimo. E bom saber que não sou a única mentirosa na cidade, para variar.

—Jill—falei—, aquele cara se mudou daqui ha quatro anos.

—Uau!—disse Jill.—Bem, não vou senta-lo na mesa VIP novamente se algum dia ele voltar.

Espera... o que eu estava fazendo?

3 comentários:

  1. Esse livro é bom?
    Estou doida para ler um livro da Meg, mas não sei qual livro dela escolher para começar a ler um livro dela. Sim, ainda não li nenhum livro da autora, a não ser dois contos!
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  2. Pelo fato de Meg Cabot ser uma escritora menininha,nunca lerei nada.

    ResponderExcluir
  3. Gosto da Meg Cabot, mas não acho que leria esse livro, parece ser um romance adolescente. E o que será um Quahog?
    Jéssica, se quer ler algum livro da Meg, sugiro Tamanho 42 Não É Gorda ou O Garoto da Casa ao Lado!
    Ps.:Shaniqua, que nome...

    ResponderExcluir