sexta-feira, 26 de abril de 2013

Keep Watching G.I. Joe - The rise of cobra



Hey pessoas! Eu aqui novamente! Sim, essa semana postarei dois filmes, até porque, o primeiro post foi super caidinho né, gente? Então, neste segundo, eu vou falar de “G.I Joe - A origem de cobra”, pois eu espero que logo o dvd de “G.I JOE - Retaliação” saia e eu vou querer comentá-lo com certeza! Mas focando no primeiro filme, haters me ignorem, mas eu preciso falar: Tem um coreano (Lee Byung-Hun) muito gato na equipe cobra! É o Storm Shadow. Tem também uma atriz que eu acho muito muito MUITO linda, que é a Rachel Nicols, que vive a Shana “Scarlett” O’hara, personagem que é uma homenagem a “E o vento levou”. O filme é baseado na popular coleção de brinquedos chamada Comandos em Ação, que meu tio e minha mãe adoravam, mas de acordo com o produtor, o filme teve como maior fonte de inspiração, os quadrinhos de Comandos em Ação, ao invés da série de animação. G.I Joe, na verdade é a sigla para Global Integrated Joint Operation Entity (Entidade Operacional Global e Integrada Conjunta). O ator Channing Tatum (“Cartas para John”) não queria pegar o papel, pois achava que o filme estava glorificando as guerras, mas depois de ler o roteiro, se apaixonou. Sienna Miller treinou durante quatro meses para poder viver a Baronesa Decobray, mas mesmo assim, em uma cena de luta com Rachel Nichols, ela deslocou o pulso e Rachel se queimou.

Sinopse
James McCullen (Christopher Eccleston) é o maior comerciante de armas do planeta. Ele está prestes a lançar sua nova arma, os nanomites, microscópicos robôs que podem destruir tudo o que encontram pela frente, independente do material que seja feito, e que podem ser desligados no momento que for desejado. McCullen envia quatro ogivas de nanomites para ser entregue por uma força especial do exército norte-americano, na qual estão presentes Duke (Channing Tatum) e Ripcord (Marlon Wayans). Porém o comboio é atacado por forças desconhecidas, comandadas pela Baronesa (Sienna Miller). As ogivas apenas não são levadas graças à intervenção dos G.I. Joe, um grupo internacional de agentes de elite liderado pelo general Hawk (Dennis Quaid), que as leva juntamente com Duke e Ripcord para seu quartel-general.

Trilha sonora
Esse filme não possui uma trilha sonora cantada, apenas músicas instrumentais de fundo, mas a música dos créditos é a tão conhecida Boom Boom Pow, de Black Eyed Peas.

Primeiras impressões
Um ótimo filme de ação com boas dosagens de comédia. Mas o filme -mesmo se passando no futuro- tem algumas coisas conflitantes com a vida real, por exemplo, no filme, o colisor de Hádrons está na França, mas na verdade, ele fica na Suíça. E as cenas que seriam na França, foram gravadas na República Theca. Mas o enredo é muito bom. Eu acho que G.I. Joe 2 deve ser ainda mais legal e com mais ação. E gente, alguém me responde uma coisa... O Channing só faz filme no qual ele é militar? É o segundo seguido (que eu vejo) que ele encara um papel assim.

Espero que vocês tenham gostado. Comentem ai em baixo e sintam-se a vontade para darem dicas de filmes. Dessa vez não tem imagens/gifs no fim (de novo). Beijinhos.

3 comentários:

  1. Eu gostei muito do filme! O enredo até que foi bem feito, e a maioria dos atores foram bem fieis a seus personagens ao longo da trama!
    Quero muito assistir o 2º filme, espero que seja melhor do que o primeiro! :)

    ResponderExcluir
  2. Para ser bem sincero,nunca tinha ouvido falar deste filme...parece ser um filme realmente bom, mas parece que não tem nada no filme que me faça parecer obrigado a assisti-lo :x

    ResponderExcluir
  3. Não sei porque demorei tanto pra assistir esse filme...
    Adorei, ele tem ótimas cenas de ação e uma boa trama, além de dois gatos no elenco!!
    Estou ansiosa para assistir o segundo!

    ResponderExcluir