sexta-feira, 29 de março de 2013

Resenha Veronika decide morrer.


Veronika Decide Morrer
Autor: Paulo Coelho.
Editora: Gold.
Numero de páginas: 173.

Eu fiz um trabalho de literatura quando estava no Ensino Médio sobre os livros do Paulo Coelho, sim já faz um tempo, por causa desse trabalho eu acabei comprando vários livros dele, não são todos que eu gosto, mas esse é dos que aprecio, mas não adoro, eu não gosto por causa do sentido de "vamos ser melhor" da coisa, mas sim pelos seus personagens e histórias.
Veronika decide morrer e para isso toma um monte de comprimidos, acontece que ela não consegue e acaba num hospício.
Ali ela continua querendo efetuar o suicidio, ao mesmo tempo que começa a ver como as pessoas vivem lá dentro.
Lhe dizem que ela irá morrer por um problema no coração e isso muda um pouco o ponto de vista dela em relação a vida.
Aprende que a loucura não está nas atitudes das pessoas e sim em quem está vendo e achando loucura.
Acaba se conhecendo muito mais e foge do lugar com Eduard, que a principio não falava nada e ficava escutando Veronika tocar piano.
É um livro que fica entre real e meio louco, tem coisas que só quem acredita para gostar, mas a história da personagem e de Eduard que você vai conhecendo mais no decorrer é boa.

Personagens
Veronika: você a vê crente sobre o mundo e ao mesmo tempo descobrindo mais sobre ele.
Eduard: eu não acho certo fazer o que ele fez consigo mesmo, mas acredito que aja pessoas que façam esse tipo de coisa.

Escrita: Paulo Coelho as vezes me irrita na escrita dele, ele sai de uma narrativa normal para as crenças num piscar de olhos.

Capa: a capa combina com a história do livro, mas se eu gosto dela, se acho bonita? Não.

Enredo: eu gosto da Veronika, de como ela viu o mundo, se cansou dele e depois ela aprende a gostar novamente com outros olhos, esse é o enredo.

Classificação: 05/10.


Eduard estava tão bêbado, que foi preciso um grande esforço para lembrar-se do que disseram no restaurante. Mas conseguiu.

Foi feito um filme em 2009, o qual deixo o trailer abaixo, eu vi e não gostei.


 

13 comentários:

  1. eu fiquei até um tanto curiosa para ler, mas.. quem sabe ne

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não te indico para colocar na frente de outros livros, mas se tiver um tempo.

      Excluir
  2. Esse livro é meio tenso e nem sei se gostaria muito de ler. Primeiramente porque não gosto de suicídios e acho que não vale a pena queimar meus neurônios lendo isso, mesmo sendo livro do Paulo Coelho. Também não gostei da capa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Capa é feia mesmo, acho que basicamente todas as capas dos livros dele, eu acho que suicídio depende da situação da pessoa, exemplo se tiver sendo torturada sem esperanças de sair, não se enquadraria o suicídio? Quem sou eu para saber neh? =(

      Excluir
  3. Nunca li nada do Paulo, confesso que essas capas são bem feias e me desanimam mais ainda, sim eu julgo pela capa ):

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto de capas, mas não julgo somente pelas capas. E sim, elas são horriveis.

      Excluir
  4. Não sou fã de Paulo Lobo, mas achei essa estória interessante.
    Acho que o livro propõe uma reflexão interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim tem uma reflexão.
      É Paulo Coelho, não Lobo. Eu ri.

      Excluir
  5. Unico livro que gostei mesmo de Paulo Coelho foi 'Na margem do rio piedra eu sentei e chorei', é cansativo,mas é um bom livro.

    ResponderExcluir
  6. Paulo Coelho escreve livros de auto-ajuda. (mesmo que não pareça)
    Outro ponto, vc falou sobre crenças. Ele é "mago", todos os livros dele envolvem crenças, deus e magia.
    Gosto muito de "Monte Cinco", "As Valkirias", "Brida", "Veronika Decide Morrer" e o meu favorito "Diario de Um Mago".

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito deste livro. Paulo Coelho descreveu muito bem os personagens. Só o final que eu achei que poderia ter sido melhor.

    ResponderExcluir