quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Trechos De Um Livro... - Losing It.

Losing It 

Eu li esse livro todo ontem a noite, amei, virou um dos favoritos, então logo terá resenha dele aqui no blog.

Ele disse: 

— Sabe, algumas vezes eu me pergunto se Desdemona era tão inocente quanto ela demonstrava. Talvez ela soubesse o efeito que ela tinha nos caras, e gostava de fazê-los sentir ciúmes. 

Eu encontrei seus olhos em seguida, e eles estavam estreitos, me estudando. Eu engoli meu nervoso e o estudei de volta. 

— Ou talvez ela estivesse apenas intimidada pela intensidade de Othello e não sabia como falar com ele. Comunicação é a chave, afinal de contas. 

— Comunicação, hein? 

— Poderia ter resolvido muito dos problemas deles. 

— Nesse caso, eu irei me esforçar a ser tão claro quanto possível. — Ele ergueu sua cadeira e a colocou a meros centímetros da minha. Ele se afundou ao meu lado e disse: — Eu gostaria que você não voltasse para sua amiga. Fique aqui comigo. 

Engula, Bliss. Eu disse a mim mesma, você tem que engolir ou você pode começar a babar.

— Bem, minha amiga está esperando. O que nós faremos se eu ficar? 

Ele estendeu uma mão e empurrou meu cabelo do meu ombro. Sua mão roçou sobre meu pescoço, pausando no meu ponto pulsante, o qual deveria estar enlouquecendo.

— Nós podemos conversar sobre Shakespeare. Nós podemos conversar sobre qualquer coisa que você queira. Embora eu não possa prometer não ficar distraído pelo seu adorável pescoço. — Seus dedos viajaram sobre minha mandíbula, até eles alcançarem meu queixo, o qual ele puxou para frente levemente com a pressão do seu dedo indicador. — Ou seus lábios. Ou esses olhos. Eu podia cortejar você com estórias sobre minha vida, como Othello faz com Desdemona. 

Eu já estava suficientemente cortejada. Minha resposta foi vergonhosamente sem fôlego: 

— Eu prefiro não comparar nossa noite com um casal que terminou com um assassinato/suicídio. 

Ele sorriu, e seus dedos caíram do meu queixo. Minha pele queimava onde ele tinha me tocado, e eu tive que me impedir de me inclinar para frente e seguir seu toque. 

— Touché. Eu não me importo com o que nós façamos contanto que você fique. 

— Tudo bem.

6 comentários:

  1. Adorei o trecho, que mais ):
    Esse livro ainda não lançou aqui no Brasil? Procurei ele no Google e adorei, quero ele para mim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não tem no Brasil. Eu fiz uma resenha dele, logo terá no blog.

      Excluir
    2. Ah que pena que não tem no Brasil, super chateada!

      Excluir
  2. Li uma resenha ótima deste livro e desde então ele está entre os meus desejados. Agora eu quero ler a sua, Cath's :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois de ler sua resenha, só confirmei o que já achava do livro.
      Estou louca pra lê-lo ^^

      Excluir