segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Resenha Belo Desastre.


Autor: Jamie McGuire.
Editora: Verus.
Numero de páginas: 389.

Eu comecei esse livro super animada e até a metade ele estava muito bom mesmo, mas depois comecei a achar muito forçado.
Abby se muda para a faculdade querendo deixar o passado para trás, quando América, sua melhor amiga que foi para a faculdade com ela, começa a namorar Shep ela acaba em um lugar assistindo uma luta do primo dele.
Aí que ela conhece Travis, ele se sustenta na faculdade com lutas escondidas, nota Abby já que ela é a unica com cardigã em uma luta e ele acaba a sujando de sangue.
Travis Maddox tem sua reputação de pegar todas e depois joga fora, clássico, mas até aí eu adorei o livro.
Quando Abby não se mostra interessada ele passa a querê-la, acaba que Abby e América passam uns dias no apartamento deles, já que Morgan onde elas moram está sem água, no fim disso Travis propõem uma aposta: se ele vence a luta Abby fica mais um mês no apartamento, ele vence.
Até eles ficarem juntos o livro é maravilhoso e para mim devia ter desenvolvido mais o relacionamento deles invés de tentar colocar obstáculos  acaba que Abby se mostra uma burra e Travis parece que só consegue resolve tudo com socos.
Intrigas e voltas, intrigas, idiotices da Abby e voltas, acaba se desenvolvendo o restante do livro, o que começou muito bom acaba para lá de mediano.

Classificação: 06/10.

Personagens
Abby: começa o livro adorando ela, depois ela se mostra totalmente desmiolada e o lado que era para ser mais forte dela, se mostra o mais fraco.
Travis: eu gosto do Travis, ele é legal e tudo, mas obviamente ele tem algum problema, tipo bipolaridade ou falta de controle, então não entendo toda essa paixão das leitoras por ele, já que eu pessoalmente vejo que crimes as coisas que ele faz quando se estressa. Mas tirando os crimes, de resto podesse gostar muito dele.
América: melhor amiga da Abby, eu gosto dela, é a que vê tudo que está acontecendo, mas acaba sendo muito exagerada e mimada.
Shep: tirando o ataque do inicio quando quer manter Abby e Travis afastados o resto ele é bem legal mesmo.

Escrita: Jamie escreve direto para o publico do livro, de maneira simples, como nós mesmo falamos.

Capa: A capa é algo que você tem que se esforçar para achar algum simbolismo, eu acho que é por antes eles se sentirem presos ou algo assim.

Enredo: como eu disse antes o livro começa muito bom e depois a autora deixa ele naufraga, mas não chega ao fundo do poço digamos, ele fica mediano.




"— Vai sair? — perguntei, erguendo meio corpo na cadeira. — Aonde você vai?
— Sair — disse ele, puxando a porta com força para abri-la e depois batendo-a atrás de si.
Tombei de volta na cadeira reclinável e soltei o ar preso. De alguma forma eu tinha me tornado a vilã, e não fazia a mínima ideia de como havia conseguido essa façanha.
Quando o relógio acima da televisão marcou duas da manhã, me conformei em ir para a cama. O colchão era um lugar solitário sem Travis, e a ideia de ligar para o celular dele se insinuava em minha mente. Eu tinha quase caído no sono quando ele parou a moto no estacionamento. Duas portas de carro se fecharam logo depois, e então ouvi vários pés subindo as escadas. Travis ficou mexendo na fechadura por uns instantes e logo a porta se abriu. Ele deu risada e falou algo que não entendi. Então ouvi não uma voz feminina, mas duas. As risadinhas delas foram interrompidas pelo distinto som de beijos e gemidos. Meu coração afundou no peito e, na hora, fiquei com raiva por me sentir daquele jeito. O gritinho agudo de uma das garotas fez com que meus olhos se fechassem com tudo, e depois tenho certeza de que o som era dos três caindo no sofá.
Cheguei a pensar em pedir que América me emprestasse a chave do carro, mas a porta do quarto de Shepley ficava em uma linha de visão direta para o sofá, e eu não aguentaria ver as imagens que acompanhavam os ruídos naquela sala de estar Enterrei a cabeça debaixo do travesseiro e fechei os olhos quando a porta se abriu de repente. Travis atravessou o quarto, abriu a gaveta de cima da mesa de cabeceira, pegou algo no pote de camisinhas e voltou pelo corredor meio rápido. As garotas ficaram dando risadinhas pelo que pareceu uma meia hora, depois veio o silêncio.
"

27 comentários:

  1. Nossa que pena :(

    Odeio quando um livro começa muito bom é vai decaindo cada vez mais , é ruim né ? Mais mesmo assim quero conferir Belo Desastre beijos !

    euvivolendo.blogspot.com ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que vale a pena conferir, você pode ser um dos que adora o livro.

      Excluir
  2. A maioria das resenhas que li colocaram este livro no céu, a sua é a primeira a apontá-lo como mediano. Ele já está a algum tempo na minha listinha de desejados, mas admito que me desinteressei um pouco agora :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu li muitas resenhas colocando ele no céu, e no começo é o céu, depois que desanda. =(

      Excluir
    2. Eu também, só tinha lido resenhas positivas.

      Excluir
  3. Oi *-*
    Nossa eu estou muito ansiosa pra ler este livro, ele me parece um pouco clichê, mas eu adoro livros assim, que pena que você não gostou muito do final, espero que eu goste né!
    Eu ainda não entendi a capa, mas quando ler acho que vou conseguir ;)
    Obrigada pelas visitas e comentários no blog, adorei o seu e vou voltar sempre, Beijos
    http://poderia-ser-o-paraiso.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sei se a capa tem ligação direta com algo da estória do livro.
      Mas de início eu vejo simplesmente uma borboleta (que é um símbolo de beleza e liberdade) presa em um frasco, o que por si só já é um "Belo Desastre". ;)

      Excluir
    2. Vai que você adore Marie?
      E sim Gabriela a capa é meio doidinha e sim, detesto quando machucam bichos.

      Excluir
    3. Acho que a capa tem ligação sim com a história Gabriela, porque em certo momento do livro ela se sente presa, então a borboleta é ela.

      Excluir
  4. Quando eu li o livro, amei. Mas na metade do livro já vi que a autora estava arrumando pretextos para prolongar o livro, o que ficou meio enjoativo, confesso que não gosto muito de casais melosos e no final a Abby e Travis estavam bem assim. Foi um acontecimento repentino, em um minuto eles estavam brigando e no outro estavam dando um amasso. Mas mesmo assim dei 5 estrelas no skoob e favoritei, pois eu amei o começo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei sabendo que a autora lançou outro livro, com a mesma história, mas agora quem narra é o Travis, achei realmente uma perda de tempo, já que em Belo Desastre ele fala tudo o que pensa da Abby, mas eu acho que vou ler o livro. A capa é linda, maravilhosa na verdade.

      Excluir
    2. Eu não sei como o Travis aturou a Abby ela enchia o saco as vezes, quase sempre.

      Excluir
    3. Na verdade eu achava ela super tramática e chata.

      Excluir
  5. Este livro simplesmente foi o melhor que eu li em 2012, sou apaixonada pelo Travis, o melhor personagem literário do mundo. Fico triste que você não tenha gostado.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Não achou que ficou maçante na metade pro final?

      Excluir
    2. Fiquei curiosa para ler o livro Ana.

      Excluir
  6. A capa é maravilhosa! Estou curiosa por esse livro faz um tempo já e também vi várias resenhas contraditórias sobre ele. Perco a vontade de ler o livro quando descubro que ele fica maçante mas esse ainda me encanta mesmo com todos os pequenos problemas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fui ler porque li resenhas fantasticas e só falavam de Travis, Travis, então fiquei curiosa, eu acho que a autora se perdeu no meio, pois antes o livro é ótimo.

      Excluir
    2. Comigo aconteceu a mesma coisa Cah! Ouvia todo mundo falar tão bem do Travis que não aguentei e comprei.

      Excluir
    3. Acho que serei mais uma a comprar pelo Travis. Oooou, ganhar no Top Comentarista do Fantastic Books, né, quem sabe?! hehe

      Excluir
  7. Como sempre não gostei da capa (ou será que ela tem algo relacionado a historia?)
    Bem de cara ja amei a sinopse do livro. Ele me parece ser bem intrigante, os persongens principais são tipo gato e rato (adoro isso em historias) a narrativa parece ser muito boa. Pelo o que eu percebi tambem é que a pergonagem (Abby ) tem um tipo de de luta interna com o o passado dela,e se 'fechou' para o amor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma incognita isso da capa.
      Sim, Abby é meio maluca, é uma personagem que começa tri bem e depois fica muito dramatica.

      Excluir
  8. Tenho muita curiosidade em ler esse livro apesar da sua resenha negativa. Vai que eu gosto, né? Adorei a capa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena ler sim, afinal cada um tem seu gosto e tem tante gente que amou.

      Excluir