quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Trechos De Um Livro... - A Fera.



Podia sentir todo mundo me olhando, mas estava acostumado com isso.
Algo que meu pai tinha me ensinado desde cedo, e com freqüência, era a agir como se nada me afetasse. Quando se é especial, como nós, as pessoas devem notá-lo.
Era o último mês antes do final da nona série. O professor substituto estava nos dando as cédulas para a eleição da corte do baile de primavera, algo que normalmente eu achava patético.
-Eh, Kyle, seu nome está nisso. – Meu amigo Trey Parker bateu no braço.
-Acho que não. – Quando virei para Trey, a garota que estava junto a ele... Anna, ou talvez Hannah... abaixou os olhos. Huh. Tinha estado me olhando fixamente.
Examinei a cédula. Não só estava ali meu nome, Kyle Kingsbury, para príncipe do nono período, mas era claro o ganhador. Ninguém podia competir com a minha aparência e o dinheiro do meu pai.
O substituto era um novo que pode ser que ainda tivesse a falsa impressão de que porque Tuttle era o tipo de escola que tinha uma fila de saladas na lanchonete e oferecia cursos de mandarim... quero dizer, uma escola onde as autenticas pessoas de dinheiro de Nova York enviava seus filhos... não íamos nos meter com ele como os despachos da escola pública. Grave erro. Mas não era como se o substituto fosse nos colocar um exame, só tínhamos que pensar em como fazer para ler a cédula e gabaritar nossaseleições levaria toda a hora. A menos a maioria dos que estavam ali. O resto estavam escrevendo mensagens de texto uns para os outros. Observei os que estavam rabiscando as cédulas olharem para mim. Sorri. Qualquer outro podia ter baixado os olhos, tentar parecer tímido e modesto, como se sentissem envergonhados por seu nome estar ali... mas não havia sentido em negar o óbvio.
-Meu nome também está. – Trey bateu no braço de novo.
-Ei, cuidado! – esfreguei o braço.
-Cuidado você. Com esse sorriso estúpido no rosto, como se já tivesse ganhado e estivesse concedendo aos paparazzi a oportunidade de tirar uma foto sua.
-E estou errado? – sorri mais amplamente, para chateá-lo, e lancei uma saudação como em um desfile. A câmera do telefone de alguém clicou justo nesse momento, como um sinal de exclamação.
-Eu não deveria permitir você viver – disse Trey.
-Ok, obrigado. – pensei em votar em Trey, só para ser amável. Trey era bom para saídas cômicas, mas não tão dotado no departamento do aspecto físico.
Sua família não tinha nada de especial... seu pai era médico ou algo assim.
Colocariam os votos totais no jornal do colégio, e seria bastante embaraçoso para Trey se ficasse em último ou se nem sequer conseguisse votos.
Por outro lado, seria legal se eu ficasse com o dobro de votos que o candidato mais próximo. Além do mais, Trey me adorava. Um autêntico amigo iria querer que ganhasse o melhor. Essa era outra coisa que meu pai sempre dizia: Não seja bobo, Kyle, não faça as coisas por amizade ou amor. Porque no fim o único que realmente ama você é você mesmo.
Tinha sete ou oito anos quando ele me disse isso pela primeira vez, e tinha perguntado:
-E para você, papai?
-O que?
-Você ama...? – Você me ama? – Nos ama. Sua família.
Ele me lançou um longo olhar antes de dizer.
-Isso é diferente, Kyle.
Nunca voltei a perguntá-lo se me amava. Sabia que tinha dito a verdade da primeira vez.

16 comentários:

  1. Não conhecia o livro mas gostei bastante do trecho. Vou pesquisar esse livro pra ler a sinopse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não li o livro, mas vi o filme e gostei embora eu não goste muito da Vanessa atuando.

      Excluir
  2. Gostei desse trecho, mas não sei se leria o livro pois ele não faz muito meu tipo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amo a Bela e a Fera então tenho que lê-lo!

      Excluir
    2. Você já viu a série Beauty and The Beast de 2012? É maravilhosa, se você gosta de série, acho que você vai amar.

      Excluir
    3. Nao vi o filme, não li o livro, não assisti a série.
      mais alienada impossível.
      Mas quero ver e ler tudo o que vcs estao falando.

      Sim, vcs me deixam curiosa.

      Excluir
  3. Assisti o filme e adorei então acho que também vou gostar do livro *_*
    xoxo

    ResponderExcluir
  4. eu so assisti o filme e muito lindo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, mas ele não ficou feio daquele jeito, não ficou "Fera".

      Excluir
    2. Não vi o filme, mas q negócio é esse de NAO VIROU FERA? Po, precisa ser fera ahsuhau

      Excluir
  5. Para variar, mais um livro que eu não conhecia e que tu me deixou curiosa.*-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você podia mora em Gti era mais fácil de atacarmos os livros da outra. =P

      Excluir
    2. Estou seriamente pensando nisso. Olha a economia que isso ia dar.
      Ou tu poderia fazer uma mágica e aproximar as cidades :D

      Excluir
  6. já li varias resenhas e de todas essa foi a que me chamou mais atenção , adorei tudo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é uma resenha Barbara é um trecho do livro, eu mesma ainda não li ele. =)

      Excluir