sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Resenha Christine.



Autor: Stephen King.
Editora: Objetiva.
Numero de páginas: 400.

Acreditam que eu nunca reparei que o autor era o Stephen King até eu resolver fazer a resenha? Isso que eu tenho a capa vermelha desse livro onde tem escrito bem grande.
Primeiro tenho que dividir com vocês como obtive esse livro, na casa da minha avó tem uma estante de livros que meus tios (cinco irmãos minha mãe tem detalhe) compravam e largavam lá há muitos anos atrás.
Como eu não tinha mais nada para ler resolvi investigar essa estante e achei Christine e como Arnie foi amor. O livro está um caco, se eu tive uma foto para vocês ver vão ficar horrorizados, mas eu o encontrei assim, está até dividido em dois.
O livro começa te dando uma idéia dos personagens: Arnie Cunnigham que gosta de jogar xadrez e é considerado um perdedor em todos os aspectos e que não tem uma boa aparência e Dennis Guilder que é o oposto, bonito e jogador de futebol americano, mas que devido a um acidente não pode mais jogar.
Com isso em mente você deve entender que Arnie não tinha nada e quando eles passam e ele se apaixona Dennis acha que tudo não passa de brincadeira, pois ele se apaixona Christine um Plymouth Fury 1958 vermelho e branco que foi feito sobre medida.
Dannis acha que Arnie está louco quando LeBay pede um dinheiro alto por um carro que se encontra acabado, mas ele paga. O carro vira uma briga na casa dos Cunnigham já que Arnie nunca aprontava uma com sua mãe controladora e pai mosca morta.
Dennis tem a primeira experiência bizarra dele com Christine quando Arnie está dentro da casa com LaBay e ele resolve investigar o carro e nisso tem uma visão de como era Christine em seus tempos de glória.
Depois disso a situação só começa a piorar, Arnie só quer ficar arrumando o carro e arruma uma garagem barra pesada onde o deixar já que não pode guardá-lo em casa, além disso, ele começa a trabalhar para o dono da garagem.
Além disso, entra uma garota na história Leigh Cabot é transferida e passa a ser a desejável da escola, mas é com Arnie que ela resolve sair e começa a acontecer coisas estranhas como ela quase morrer engasgada dentro de Christine.
Mas é quando uns garotos destroem Christine que começa realmente o problema, ela estaria matando sozinha? Ou seria tudo um terrível engano?
Agora Dennis tem que fazer algo, pois a cada segundo Arnie está mais longe de ser seu amigo, mais estranho com a sua aparência nova e jeito diverso e obviamente dirigindo sua paixão: Christine.
Eu me apaixonei pelo livro logo no primeiro instante, ele tem todos os ingredientes bons: mistérios, garotos bonitos, romances e morte. Stephen lida tão bem com tudo isso que torna maravilhoso!
Dennis é cativante, você vê aquele garoto que lhe passa confiança e entende o quanto é importante para ele à amizade de Arnie, mesmo que não seja ele que saia ganhando com ela.
É tudo tão delicioso que embora tenha 400 páginas você acaba elas rapidinhos e mesmo sendo um livro antigo ele não parece assim, parece tão palpável, diria.
Outra coisa que chama a atenção é que teve uma versão para o cinema, que não é boa na minha opinião, deixa muito a desejar, diga-se de passagem como todas as adaptações do King na telona.




5 comentários:

  1. Quero muito ler um livro deste autor, mas não tem promoções q caibam no meu bolso

    ResponderExcluir
  2. Eu comprei esse livro na Bienal por 5 reais e tipo tem 800 páginas KKK Eu acho medonho o tamanho desse livro, mas talvez seja assim por ser de bolso.
    Adorei a resenha, me animou bastante para lê-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 5 reais? :O
      Guri, na próxima bienal vou te mandar dinheiro e tu compra uns livros para mim :D

      Excluir
    2. Pode mandar, hahaha. Foram 5 reais bem gastos, apesar de eu não ter lido ainda. É que tem tanta coisa pra ler, né. Mas o talento do Stephen King é indiscutível. Adoro ele.

      Excluir